Modelo chega às concessionárias custando a partir de R$ 45 mil.

A terceira geração do carro da empresa Ford, modelo Ka, chegou ao Brasil no ano de 2014 seguido de sua comercialização, como a esperança da marca norte-americana para bater de frente com o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20. E a estratégia da Ford ainda deu tempo de dar certo, o carro conseguiu fechar o ano de 2017 sendo o terceiro modelo mais vendido no Brasil, com quase 94,9 mil modelos comercializados.

Uma coisa que agrada muito os proprietários do Ford Ka 2019 é que ele possui em sua composição de motor, dois motores bem modernos, o primeiro é 1.0 composto por três cilindros e podendo alcançar até 85 cavalos de potência. Já o segundo é um pouco mais forte, um 1.5 que chega até 110 cavalos. Porém, independente da diferença, ambos proporcionam um ótimo desempenho ao Ford Ka.

Tendo seu lançamento no ano de 2014, o carro Ford Ka da atual geração apareceu como um projeto mundial com vistas a atender não apenas o mercado brasileiro, e sim também o indiano, onde surgiu com o nome diferente do Brasil, chamado Figo e também o mercado europeu, onde será fabricado em Craiova, na Romênia.

Possuindo como plataforma uma variação do também famoso New Fiesta, o carro de modelo compacto desenvolvido pela Ford no país trocou a primeira geração, que tinha recebido mudanças muito significativas por aqui, mas ainda era feito de quatro portas como exemplo.

Detalhes novos e preços

Ainda que estão escritos os artigos de mudança do Ford Ka, para fazer essa percepção, será exigida muita atenção para que se perceba a "olho nu" todas elas, pois são pequenos detalhes mas que contribuem totalmente para sua mudança e inovação tecnologica. A parte dianteira tem como destaque o seu novo modelo de para-choque, que traz desenho mudado, com uma nova entrada de ar em sua parte inferior e faróis de neblina inseridos numa harmonia em formato que lembra a letra C, que em versões consideradas top de linha pode vir com detalhe cromado.

Composto ainda o novo modelo da nova grade hexagonal, que também pode ser encontrada na versão cromada nas configurações mais caras, faróis e lanternas com novo design e layout interno, rodas de liga-leve tendo o tamanho de 15 polegadas e suas calotas com a mesma unidade de medida calotas de 14, tem também retrovisores com função de repetidores de quando ativada a seta e o para-choque traseiro que o desenho parece o padrão da mesma peça dianteira.

O modelo hoje traz consigo com grande importância equipamentos para melhorar a segurança, como seus aços que aumentam a resistência em diversos pontos da estrutura, detalhes extras no teto e nos pilares, os aços mais grossos que chegam até 1,2 mm. Tendo em vista o que a empresa disse sobre isso, ele aumentará muito a resistência nos dois modelos, mas ela será quase o dobro no modelo Sedan.

A sensação sentida dentro do veículo ainda sim será a mesma do Ka da terceira geração, isso pelo motivo de, diferente do EcoSport, o carro trazer mudanças menores. O seu destaque momentâneo ou permanente é o painel, que conta agora com o modelo "flutuante", tendo uma multimídia incrível com tela de 6.6 polegadas.

O seu preço ainda sim mesmo com essas mudanças é de um carro popular, até porque não pode se distanciar muito do modelo Onix e HB20, e seu preço também poderá variar conforme seu modo de transmissão e acessórios, por exemplo, o Ford Ka S 1.0 Transmissão Manual 2019 sai pelo preço de R$ 45.490, já sua versão mais completa e automática pode sair por R$ 67.990.

Gustavo Martins


Confira aqui todas as informações sobre o novo Ford Ka SE 2019.

O Ford Ka SE 1.0 2019 é um modelo tão básico que fica até difícil convencer o consumidor que vale a pena adquiri-lo, ainda mais que no mercado há outros modelos, na mesma linha, na mesma média de preço, mas que oferecem bem mais. A Ford prometeu muitas novidades para o novo Ka 2019, entre elas uma reestilização no visual, motor 1.5, câmbio automático, porém, tudo isso só está disponível nas versões mais caras, porém, o brasileiro está de olho é nas mais baratas, como é o caso da SE, que custa R$ 45.990, mas não oferece praticamente nada de novo.

Quem for conhecer a versão SE do Ka 2019 não encontrará as tão comentadas novidades, pois o modelo traz uma discreta mudança no visual, algo quase imperceptível, por exemplo, leves retoques nos faróis e um 'C' nos para-choques. Na parte externa, pode-se dizer que isso é tudo que o novo modelo realmente tem a oferecer, sendo que em um primeiro momento tais detalhes nem são percebidos, de tão discretos que são.

Na parte interna as novidades também são mínimas e mesmo assim, não agradam tanto, por exemplo, o novo rádio só está nesta versão mais barata, porque nas mais caras foi disponibilizada a central multimídia SYNC 3. O revestimento de fato é novo, mas nada que se destaca, que vá chamando logo a atenção, é preciso reparar bem para notar que ele foi modificado.

Pouco acima do som tem um porta-objetos que poderá ser utilizado como um porta-celular, para isso é só abrir a tampa, colocar o aparelho nele e depois fechar, de forma que o smartphone fique preso na posição horizontal. Dentro desse porta-objeto tem uma entrada USB, então é possível colocar o aparelho para recarregar enquanto o GPS vai sendo utilizado, ou mesmo durante o trajeto na cidade ou viagens.

Outro ponto negativo o SE 2019 é o motor 2.0 TiVCT de 85/80 cv, que atende o básico e nada mais que isso. Para usar no dia a dia, sem pressa e sem exigir do carro, é tranquilo, mas nas viagens ou quando tiver 3 passageiros, aí será preciso paciência.

De acordo com os testes realizados pelo Inmetro, o consumo de combustível fica em 9,2 km/l na cidade e 13/4 km/l na estrada, quando o veículo é abastecido com etanol. Com gasolina, ele faz 10,7 km/l na cidade e 15,5 km/l na estrada. Vale lembrar que esses números variam muito e para garantir uma boa economia é preciso trazer a manutenção sempre em dia, abastecer em posto de confiança, ficar atento ao alinhamento e balanceamento, além de calibrar os pneus semanalmente.

O SE traz o novo câmbio manual com 5 marchas, o MX65, que pesa 35 quilos a menos que seu antecessor. A Ford garante que este é bem mais preciso nos engates, mas na prática não faz tanta diferença. O que melhorou realmente foi a direção com assistência elétrica, que agora está bem mais direta e deixou o compacto mais preciso nas manobras, mas sem deixar de ser leve.

A suspensão sofreu uma ligeira alteração, ficando mais firme para garantir maior estabilidade e isso é sentido na estrada, quando se alcança velocidade mais alta. Na curva, o SE 2019 se sai muito bem.

O problema do Ka SE é que ele oferece muito pouco ao consumidor e ainda tem o fato de que ele disputa o mercado diretamente com dois grandes rivais, o Onix da Chevrolet e o HB20 da Hyundai, dois modelos que estão muito bem equipados, com grandes novidades e um lindo visual.

Mas se o consumidor fizer mesmo questão de ficar com o modelo da Ford, então a dica é pagar um pouco mais e levar a versão SE Plus, ao menos assim estará melhor atendido, levando um veículo com a central SYNC 3, retrovisores elétricos, todas as portas com vidros elétricos e sensores traseiros de estacionamento.

Por Russel


Novos preços variam entre R$ 78 mil e R$ 104 mil.

Assim como muitas linhas de outras marcas, o EcoSport 2019 da Ford também está passando por reajustes em seus preços. Em algumas versões, a diferença de preço chega a ser maior que R$ 4 mil, de modo que a versão mais barata desta nova tabela é o EcoSport SE 1.5 manual, que está custando R$ 78.290. Já a mais cara é o SUV compacto, com motor 2.0: o EcoSport Storm 4×4 automático, que chega ao Brasil no valor de R$ 104.190.

Confira a seguir os novos preços do Ford EcoSport 2019:

  • Ford EcoSport 2019 FreeStyle 1.5 automático: de R$ 89.890 por R$ 92.490;

  • Ford EcoSport 2019 FreeStyle 1,5 AT Plus: de R$ 92.790 por R$ 95.435;

  • Ford EcoSport 2019 FreeStyle 1.5 manual: de R$ 83.690 por R$ 86.490;

  • Ford EcoSport 2019 SE 1.5 automático: de R$ 82.890 por R$ 84.290;

  • Ford EcoSport 2019 SE 1.5 manual: de R$ 76.690 por R$ 78.290;

  • Ford EcoSport 2019 Storm 2.0 4WD AT: de R$ 99.990 por R$ 104.190;

  • Ford EcoSport 2019 Titanium 2.0 automático: de R$ 96.990 por R$ 99.490.

Continue acompanhando o post para saber mais sobre o novo EcoSport da Ford.

Sobre o Ford EcoSport 2019

Ainda não se tem muitas informações em relação ao design do novo EcoSport. Estima-se que mais informações, junto das imagens, devem ser reveladas no decorrer dos próximos meses. No entanto, algumas fotos foram vazadas e foi possível tirar algumas conclusões. No quesito visual, o EcoSport 2019 não revelou mudanças consideráveis, porém, para continuar em alta visto a competitividade do mercado, provavelmente ainda traz algumas novidades.

Algo que é muito esperado é que o novo modelo apresente melhorias em relação ao consumo de combustível, que foi o maior alvo de críticas nos últimos anos. Além disso, espera-se que as opções de motorização sejam preservadas, ou seja, que permaneça o motor 1.5 flex (de 130 cv com gasolina e 137 cv com etanol) — além de câmbio manual de 5 marchas com a opção de câmbio automático (com a possibilidade de câmbio manual) de 6 marchas — nas versões de entrada e um motor de 2.0 litros flex (de 170 cv com gasolina e 176 cv com etanol) nas versões topo de linha (como, por exemplo, o Titanium), junto do câmbio automático de seis marchas.

Resumindo, o estimado é que o EcoSport 2019 mantenha seu design, trazendo algumas novidades na estilização visual, porém, com grandes melhorias mecânicas para otimizar sua eficiência.

Ford EcoSport 2019: versões

As versões do Ford EcoSport que estão disponíveis no Brasil são as seguintes:

  • EcoSport SE, com motor 1.5 litros flex;

  • EcoSport SE, com motor 1.5 litros e câmbio automático;

  • EcoSport Freestyle, com motor 1.5 litros flex;

  • EcoSport Freestyle, com motor flex 1.5 litros e câmbio automático; e

  • EcoSport Titanium, com motor 2.0 flex, 16V, com câmbio automático.

Ford EcoSport 2019: ficha técnica da versão atual

  • Peso bruto total: 1.676 kg;

  • Altura: 1.696 mm;

  • Largura com espelhos: 2.057 mm;

  • Comprimento: 4.241 mm;

  • Distância entre-eixos: 2.521 mm;

  • Capacidade do porta-malas: 362 L;

  • Capacidade do tanque de combustível: 52 L.

Atualmente, podem ser encontrados nas primeiras versões do Ford EcoSport itens de série como airbags (sete), rodas de liga leve aro 15, ar-condicionado, direção elétrica, retrovisores, travas e vidros elétricos, sensor de pressão de pneus, sistema Sync de 6,5 polegadas, controles de estabilidade e tração, entre outros.

De acordo com a Ford, nas versões 1.5, com gasolina, a média do consumo é de 13.1 km/L nas estradas e de 11.6 km/L na cidade. Enquanto versões 2.0 têm consumo médio de gasolina de 12.0 km/L nas estradas e 8.8 km/L na cidade.

Visite o site da Ford e veja mais novidades.

Felicia Lopes


Chamado atinge veículos produzidos entre 2005 e 2012.

Geralmente quem compra um carro zero tem em mente que por um bom tempo não precisará se preocupar com visitas à oficinas mecânicas, nem trocas de peças, enfim, todos aqueles contratempos que são comuns em carros que já possuem um considerável tempo de rodagem. Espera-se que seja assim, porém, pode ocorrer de carros novos ou seminovos aparesentarem problemas, que podem ser tão sérios ao ponto de colocar a vida de seus ocupantes em risco. É o que acontece com carros que já saem de fábrica com defeitos e por isso precisam ser convocados para o famoso recall.

E por falarmos em recall, a Ford acaba de anunciar mais uma convocação de veículos de sua fabricação. Dessa vez é a vez da picape Ranger que teve um elevado número de unidades convocadas no Brasil.

O novo recall da Ford a ser realizado no Brasil está realacionado a picape Ranger. No total terão que passar por reparo o total de 35.526 unidades do veículo.

A montadora informou que esta convocação é na realidade a continuação de uma outra chamada que foi anunciada no mês de maio deste ano. O objetivo deste recall é a realização de reparos de problemas relacionados ao funcionamento dos airbags que estão instalados na parte da frente do veículo.

Os airbags que devem passar pelos reparos são produzidos pela empresa chamada Takata, sendo que não é a primeira vez que os airbags dessa empresa apresentam este tipo de problema.

De acordo com a Ford, é necessário que o recall seja realizado pelo fato de os airbags colocarem em risco a integridade física dos ocupantes e até mesmo a vida. Mas a montadora deixa claro que até o momento nenhum acidente envolvendo o acessório foi registardo, nem no Brasil, nem em outro país. Contudo, é prudente que o reparo seja realizado.

Em termos técnicos, o problema nos airbags consiste no fato de que em caso de colisão do veículo, ao ser acionado o airbag pode lançar alguns fragmentos que são metálicos e esses fragmentos podem atingir os ocupantes e causar graves lesões, que podem levar até a morte, em decorrência da velocidade que podem ser lançados.

Dessa forma, o reparo dos carros convocados consiste na substituição dos insufladores instalados nos airbags. Essa substituição não vai custar nada para os proprietários dos veículos envolvidos. Para realizar o reparo, que pode levar de 25 a 45 minutos, basta levar o veículo a uma loja autorizada da Ford ou ligar para o número 0800 703 3673, para saber de todas as informações sobre o recall e fazer o agendamento do reparo em uma concessionária mais próxima de você.

A montadora orienta aos proprietários de veículos envolvidos no recall que até que os acessórios sejam devidamente reparados os veículos não sejam utilizados, por uma questão de segurança.

O recall já está acontecendo e a Ford não estipulou uma data limite para aparesentação dos veículos, até porque o problema é relativamente grave. Por isso, se você possui um veículo que foi convocado, não deixe de procurar uma concessionária da marca Ford.

Para saber mais sobre estas e outras informações ligue para o telefone informado acima ou acesse o site da Ford em www.ford.com.br.

Veja abaixo as unidades que estão envolvidas neste recall:

  • Modelo de 2005 fabricação de 4/10/04 a 23/8/05 chassis de 5J389783 a 5J448881;
  • Modelo de 2006 fabricação de 2/3/06 a 28/6/06 chassis de 6J010290 a 6J499251;
  • Modelo de 2007 fabricação de 22/4/06 a 16/6/07 chassis de 7J077581 a 7J099434;
  • Modelo de 2008 fabricação de 10/4/07 a 15/8/08 chassis de 8J151620 a 8J197736;
  • Modelo de 2009 fabricação de 22/7/08 a 19/5/09 chassis de 9J198587 a 9J255541;
  • Modelo de 2010 fabricação de 12/2/09 a 10/4/10 chassis de AJ258039 a AJ325821;
  • Modelo de 2011 fabricação de 26/3/10 a 16/7/11 chassis de BJ330309 a BJ449850;
  • Modelo de 2012 fabricação de 1/7/11 a 31/1/12 chassis de CJ013230 a CJ499388;

Sirlene Montes


Confira aqui os preços da Nova Ford Ranger 2018.

A Ford Ranger de 2018 já está disponível no Brasil, com preços que variam entre R$ 106.990 e R$ 190.190. Veja abaixo as versões e os preços de cada uma delas.

Ford Ranger 2018 – versões

· A versão XLS com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 106.990

· A versão XLT com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 118.420

· A versão Limited com motor 2.5 Flex MT sai pelo valor de R$ 126.490

· A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×2 MT sai pelo valor de R$ 139.270

· A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 MT sai pelo valor de R$ 151.470

· A versão XLS com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 159.460

· A versão Sportrac com motor 2.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 165.860

· A versão Ranger XLT com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 178.100

· A versão Limited com motor 3.2 Diesel 4×4 AT sai pelo valor de R$ 190.190

Sobre as Versões do modelo Ranger 2018

Versão XLS:

Os itens de série que compõem o modelo são a frenagem de emergência, direção elétrica, controles de estabilidade e de tração, diferencial blocante na parte traseira, 7 airbags, os retrovisores são elétricos, farol de neblina, trio elétrico, sistema anticapotamento, controle de carga e Sistema Isofix (para melhor fixamento das cadeiras infantis).

Possui ainda piloto automático, ajuste de altura e lombar no banco do motorista, caçamba com iluminação, comp. de bordo, ar-cond., função SYNC com uma tela de 4,2”, com AppLink (sistema com o qual o usuário pode acessar os aplicativos do smartphone) e com Assistente de Emergência.

O modelo vem com rodas de liga leve com aro de 17” com pneus 265/ 60 R 17, assist. de partida em rampas e os faróis possuem um acabamento escuro.

Versão XLT:

Além dos Itens acima, ele vem ainda com o ar-cond. automático e digital que possui controle individual para motorista e passageiro, com estribos nas laterais do veículo, monitores de pressão nos pneus, o descansa-braço central é conectado com banco traseiro, santo Antônio tubular, câmera de ré, sensor de estacionamento da parte traseira, rebatimento elétrico e piscas nos retrovisores.

A grade do radiador e as capas dos retrovisores são em uma tonalidade cromada, bem como as maçanetas e o para-choque da parte traseira, tanto as portas como os vidros possuem abertura e fechamento global e o cluster entrega duas telas de 4”, que são configuradas por comandos presentes no volante.

Possui ainda o Android Auto e o Apple CarPlay, duas entradas para USB, a função SYNC com tela de 8” que possui o GPS, projetores nos faróis, os bancos e o volante possuem revestimento de couro, o console central possui compartimento aclimatado, chaves MyKey e os faróis possuem ajuste de altura, além disso o modelo vem com comando de voz para telefone, áudio, climatização e navegação.

Versão Limited

Possui os Itens informados nas versões anteriores, mais o ar-cond. que é automático e digital dual zone, vem tanto com o sensor de estacionamento da parte dianteira como na parte traseira, bem como o de chuva, santo antônio estilizado, o farol alto é automático, vem também com faróis que possuem acendimento automático, projetores e que tem um acabamento no tom cromado, além do protetor para caçamba, da capota marítima e do bagageiro do teto.

Esse modelo também possui o sist. de permanência na faixa, sistema anticapotamento, alerta de colisão e o controle de cruzeiro adaptável, o espelho do retrovisor interno é eletrocrômico, banco elétrico em 8 posições para o motorista e rodas de liga-leve com aro de 18” com pneus 265/65 R 18.

Rosângela Rodrigues


Confira aqui as primeiras imagens do Ford Focus 2019.

Um dos grandes sucessos de vendas da Ford dos últimos tempos está de volta ao cenário automotivo mundial. Desta vez, trata-se do Focus 2019, um dos hatchs mais famosos da montadora e sucesso de vendas no Brasil.

Depois de ter a sua produção suspensa em todo o mundo, talvez por problemas com o câmbio, a montadora já ensaia os primeiros passos para uma volta triunfal do novo modelo, o que estaria previsto para este ano de 2018, mas nada ainda está confirmado.

Certo mesmo são somente as primeiras imagens do que seria o protótipo do novo veículo, cujas imagens foram capturadas pelas lentes curiosas dos sites e ‘paparazzis’ que estão fuçando a toda a prova a Ford, em busca do que seria a nova versão.

Os sites arriscam a afirmar que as fotografias tiradas seriam do novo modelo, mas fica ainda a dúvida em se acreditar um protótipo que está rodando nas estradas da Europa, totalmente coberto por adesivos gigantes possa ser a nova versão do esportivo e ao mesmo tempo, luxuoso Ford Focus.

Talvez o mistério tenha sido desvendado desde que o veículo foi flagrado em uma gravação de uma campanha publicitária feita em Portugal. Os curiosos estavam lá e conseguiram fotografar o que seria o modelo nas cores azul e vermelha.

Foi o bastante para que as primeiras impressões corressem o mundo afora se tornndo objeto de especulação por parte da imprensa especializada em todo o mundo.

Se você leitor tiver a oportunidade de verificar as imagens, vai vei que o novo modelo vai mudar para melhor.

Externamente, as lanternas estão bem mais alongadas, o que dá um ar de modernidade e de mais agressividade ao modelo.

Este ar de agressividade que combina realmente com a característica veloz de ser bastante ágil e veloz, principalmente, para quem gosta de arrancadas. Típico de um público mais jovem.

Parecer só não basta. Segundo os especialistas em carros e que gostam de explorar o assunto, o novo Focus deverá ser o primeiro da montadora a utilizar um motor híbrido, porém, não menos potente do tipo ST e ST-Line. Este novo sistema de motorização permite que o carro vá de 0 a 100 Km/h em cerca de apenas 4 segundos, com 400 Cavalos de Força.

Se este tipo de motor possui toda esta potência, imagina a versão RS, que não estará a venda no Brasil logo nos primeiros meses depois do seu lançamento. Talvez o país não tenha estrada suficiente para a performance do mesmo.

Uma das grandes características do novo modelo, além do seu excelente motor, é que ele vai ser maior que a sua versão anterior. Ganha o consumidor que vai ter mais conforto e espaço interno, coisa pouca para um modelo hatch e bem esportivo.

Para um carro veloz e ágil, não poderia faltar um bom sistema de segurança. No novo Focus, a Ford fez questão de colocar sistemas de frenagem de emergência automáticos, além dos que ajudam a manter o carro em condições adequadas de dirigibilidade e segurança. Mais um ponto positivo para quem já está de olho no novo modelo.

Além destes detalhes, o novo Focus promete vir com toda aquela gama de itens internos que garantem o conforto e conexão dos seus ocupantes com o mundo exterior. Destaque para o painel central digital, onde o motorista tem acesso e controla todas as funções do veículo.

Sem uma data certa para estrear no Brasil, o novo Focus com certeza deve seguir a mesma tendência dos demais veículos e é claro que, como todo lançamento, o preço também deverá ser bem mais caro. Então é aguardar para ver o que vai acontecer nos próximos meses.

Emmanoel Gomes


A Ford convocou para Recall 1,4 milhão de unidades do Fusion com ano de produção de 2013 a 2015 por problemas no volante de direção.

Quem compra um carro novo, recém-tirado de uma concessionária sabe que por muito tempo ficará livre das constantes idas a oficinas mecânicas, como é bastante comum de acontecer com carro com mais rodagens. Afinal, as manutenções nesses carros novos são na maioria das vezes oferecidas pelas próprias concessionárias, como bônus na hora da compra.

Mas ao contrário do que muita gente acha, carros novos podem apresentar defeitos até mesmo graves, colocando em risco a segurança e a vida de seus ocupantes e de terceiros. É o que ocorre quando eles trazem um defeito originado em sua fabricação.

Há alguns dias uma marca divulgou no Brasil um recall para 10 de seus modelos, sendo mais de 15 mil unidades de veículos a serem reparados.

Agora quem comunicou um recall foi a Ford, porém o reparo se dará em seus carros que foram vendidos nos Estados Unidos, no modelo Fusion da marca.

Segundo a montadora o defeito de fabricação está localizado em seu volante de direção, que corre o risco de cair.

Os profissionais da montadora afirmaram que o defeito na fixação do volante se dá porque seus parafusos estão se afrouxando antes do tempo.

Os números apontam que está envolvido no recall um total de 1,4 milhão de unidades do Ford Fusion cujos anos de produção são de 2013 até 2015.

Até agora o que se sabe é que o recall será realizado somente nos Estados Unidos, a Ford do Brasil ainda não se manifestou se existem unidades comercializadas aqui que podem apresentar o defeito. No entanto, o que se sabe até o momento é que veículos cuja produção ocorreu na fábrica Ford localizada em Hermosillo, no México, também estão incluídos no recall realizado nos Estados Unidos. O que preocupa é que esta é a mesma planta que abastece o nosso mercado.

Ainda de acordo com a fabricante, foram registrados dois acidentes em decorrência do problema no volante, um deles por sinal, com uma pessoa ferida.

Na realidade esse defeito vem sendo investigado desde o mês de outubro do ano passado, por órgãos norte-americanos de regulação. Os parafusos não funcionam como deveriam e em pouco tempo de uso podem afrouxar, o que pode fazer com que o volante de direção se solte de forma repentina, deixando o motorista sem nem uma possibilidade de dirigibilidade, tornando possível, colisões e acidentes em que não se pode prever as consequências.

Além do Ford Fusion estão envolvidos no recall norte-americanos os modelos Lincoln MKZ que apresentam o mesmo problema.

Assim, o recall é para os seguintes modelos:

Ford Fusion e Lincoln MKZ, cuja fabricação ocorreu entre os anos de 2013 e 2018 em Hermosillo, município do México;

Ford Fusion e Lincoln MKZ, cuja fabricação ocorreu também entre os anos de 2013 e 2016 em Flat Rock, cidade dos Estados Unidos.

Embora as consequências deste defeito possam ser graves o seu reparo é bastante simples. Trata-se da troca dos parafusos por outros que são mais longos e que possuem roscas mais fortes e robustas, além de possuírem acabamento de nylon que oferece retenção de torque.

Em 2017, foram emplacados no Brasil 4.401 unidades do Ford Fusion. Sendo ele considerado um dos modelos de sedan médio mais vendidos no país.

A Ford, que é conhecida mundialmente através de seus veículos, não tem passado por uma boa fase em termos de qualidade, principalmente em relação aos seus veículos produzidos para os dos Estados Unidos. Não faz muito tempo outros modelos apresentaram defeitos nas maçanetas, sendo necessária a realização de um recall que custou para a marca mais de USS600 milhões.

Contudo, é muito importante a realização do recall, pois envolve vidas de milhares de pessoas. Resta agora aguardarmos se a Ford do Brasil vai se pronunciar sobre essa possibilidade de defeitos nas unidades comercializadas aqui.

Por Sirlene Montes

Ford Fusion


Conheça aqui mais detalhes e o preço do novo Ford EcoSport Storm 2018.

Para quem gosta muito de saber de todas as novidades sobre lançamentos automobilísticos, a Ford acaba de anunciar no seu site um super pré-lançamento de uma versão que vai chamar muito a atenção dos consumidores. Estamos falando do Novo EcoSport e sua versão Storm.

O modelo que chega com um ar mais aventureiro vem com tração 4 x 4 e motor 2.0 Flex e para ficar ainda melhor, temos câmbio automático.

A versão Storm chega para ocupar o topo da linha do EcoSport, que pertence a categoria de SUVs. Veja algumas das suas características mais marcantes.

Na parte dianteira destaca-se uma grade muito estilizada que traz o logo em destaque da versão “Storm”. No Capô, assim como nas laterais, temos adesivos.

A nova versão é a única da linha que recebeu rodas de liga leve de 17 polegadas. Já o farol recebeu uma máscara negra.

Já na parte traseira o estepe vem com uma capa protetora personalizada que também traz o logo “Storm”.

Essa nova versão o EcoSport diante de tantas novidades chegará com um preço um pouco acima do valor da versão considerada topo de linha do ano passado, algo em torno de 3 mil reais a mais. Atualmente a versão Titanium 2.0 automática está sendo vendida por um valor que parte de R$ 96.850.

Na parte interior, os detalhes do veículo são na cor laranja, até mesmo as costuras dos bancos são produzidos em couro.

E já que estamos falando de cores, a versão Storm possui uma cor exclusiva, sendo ela a denominada pela Ford como Marrom Trancoso.

Mas a Ford também disponibiliza o modelo em cores mais discretas como, por exemplo, a cor branca, preto e prata, sendo todas elas cobradas separadamente.

Sempre que se fala em lançamento de carros os clientes logo se interessam em saber quais são os itens e equipamentos de série do lançamento. Desse modo, confira abaixo quais são eles:

– Controle de velocidade de cruzeiro;

– Tração 4×4

– Conectividade com sistema Android Auto e Apple CarPlay;

– Central multimídia de 8 polegadas;

– Retrovisor antiofuscante;

– Câmera de ré;

– Luzes diurnas de LED;

– Capa de estepe rígida;

– Alertas para mudança de marchas;

– Controles de tração e estabilidade;

– Sensores de luz e chuva;

– Ar-condicionado digital;

-Faróis de xenon com luzes diurnas em LED

– 7 airbags;

– Bancos de couro;

– Teto solar elétrico.

– Piloto automático

– Volante de couro;

– Sensor de monitoramento de pressão dos pneus;

– Sync 3 com tela de 8 polegadas;

– GPS.

A Fiat informou que o novo ScoSport foi preparado para trafegar por terrenos mais difíceis, oferecendo mais estabilidade, para ajudar nesse sentido a sua suspensão da traseira passou por modificações. Além dessa modificação, foi realizada também uma calibração especial nos seus amortecedores, assim como buchas e molas. Mas as mudanças não param por aí. A direção elétrica também foi reajustada.

A absorção de impactos foi reduzida em 15%, conforme anunciou a montadora.

Na parte traseira o EcoSport versão Storm foi equipado com uma suspensão independente.

Em termos de motorização temos um motor 2.0 Flex que oferece 176 cv de potência e que opera com transmissão automática formada por 6 velocidades.

A versão Storm do EcoSport 2018 chega com a sugestão de preço de R$99.850.

Como se pode ver, a versão topo de linha do EcoSport, a Storm, chega com uma série de qualidades e características que com certeza fará dela um grande sucesso neste ano de 2018.

É mais uma vez a Ford saindo na frente e partindo para abriga da liderança de vendas no mercado nacional.

Sirlene Montes


O Ford Fusion do ano de 2018 traz formas muito bonitas que já podem ser notadas na sua dianteira. Seu capô é bem vincado, seguindo pela lateral e encontrando com muita precisão com a traseira.

Se você é um apaixonado por um lançamento automobilístico é bom ir se preparando para um lançamento que com certeza irá te surpreender em vários quesitos. Estamos falando do Ford Fusion do ano de 2018. Conheça aqui todos os detalhes que envolvem este super lançamento da Ford.

O Ford Fusion foi um sucesso no período do ano de 2006 até 2009, quando surgiu sua primeira geração. O feito se repetiu com a segunda geração que foi de 2010 a 2012 e com a terceira geração não tem sido diferente. O Fusion realmente foi um grande acerto da Ford.

Para repetir essa receita de sucesso o Ford Fusion do ano de 2018 traz formas muito bonitas que já podem ser notadas na sua dianteira. Seu capô é bem vincado, seguindo pela lateral e encontrando com muita precisão com a traseira.

O modelo mostra que chegou com tudo. Basta observar uma dupla saída de escape que foi embutida no para-choque e seu aerofólio.

E quando se fala em lançamento, logo os futuros consumidores querem saber quais os itens de série a linha de 2018 oferece. Então vamos lá. Veja os itens de série e também opcionais do novo Ford Fusion 2018:

– Ar condicionado digital com controle motorista e passageiro;

– Ajuste do banco elétrico (10 posições);

– Sistema Ford Power de partida sem a chave;

– Retrovisores eletrocrômicos – interno e externo;

– Conectividade Car Play e Android Auto;

– Retrovisores com rebatimento elétrico;

– Bancos e portas de couro;

– Controle de Tração (TCS);

– Faróis com acendimento automático de LED;

– Cintos infláveis.

– Porta com sensor de acesso inteligente;

– SYNC 3 11 alto falantes;

– Câmbio de Transmissão Automática 6 velocidades;

– Sistema para Controle de Estabilidade (ESC);

– 8 Airbags frontais, laterais, cortina e joelho – motorista e passageiro;

– AppLink;

– Rodas de liga leve de 18”.

Como se pode notar por estes equipamentos, a Fiat utilizou da tecnologia para proporcionar mais segurança e conforto aos ocupantes de qualquer uma das versões do Ford Fusion 2018.

Mas temos em destaque para o ano de 2018 não só a segurança como também uma preocupação com a beleza. O Fusion chega com um design com um touque mais esportivo e ainda há uma interessante cartela de cores, sendo elas:

– Vermelho Vermont;

– Azul Belize;

– Cinza Moscou;

– Preto Asturias;

– Branco Sibéria;

– Prata Dublin;

– Prata Sevilla.

Para o lançamento de 2018 serão disponibilizadas as seguintes versões do Fusion:

– Fusion 2.5 Flex;

– Fusion SEL 2.0 EcoBoost;

– Fusion SEL 2.0 EcoBoost com Teto Solar;

– Fusion Titanium 2.0 EcoBoost;

– Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD;

– Fusion Titanium Hybrid.

Em relação à motorização das versões a Ford também não poupou investimentos e de acordo com especialistas o Fusion vai superar as expectativas. Veja as opções de motores das versões:

– Motor 2.5 Duratec Flex;

– Motor 2.0 Ecoboost Flex de 248 cv;

– Motor 2.0 de ciclo Atkinson.

Em questão de desempenho o Hibrido chega a uma média de 16,8 km por litro.

Mesmo o Fusion trazendo tanto luxo ele é um veículo bastante econômico. Essa economia se deve aos motores Flex, mas principalmente pelo fato de ser um carro híbrido.

Gostou do Ford Fusion e gostaria de saber seus valores? Veja abaixo o valor de cada versão:

– Fusion 2018 2.5 Flex: Saindo por R$ 124.700,00;

– Fusion 2018 SEL 2.0 EcoBoost: Saindo por R$ 128.700,00;

– Fusion 2018 SEL 2.0 EcoBoost com Teto Solar : Saindo por R$ 132.700,00;

– Fusion 2018 Titanium 2.0 EcoBoost: Saindo por R$ 141.700,00;

– Fusion 2018 Titanium 2.0 EcoBoost AWD: Saindo por R$ 158.700,00;

– Fusion 2018 Titanium Hybrid : Saindo por R$ 163.700,00.

Por Sirlene Montes

Ford Fusion 2018

Ford Fusion 2018


O visual do carro é bem sofisticado, um design que reflete também seu pacote de tecnologia.

No mercado brasileiro desde 2001 o Ford Focus sempre chamou a atenção por seu design e robustez, bem como sua dirigibilidade. Os proprietários deste veículo também elogiavam seu conforto e acabamento interno digno de um top de linha.

No entanto, naquela época não teve o destaque que a Ford esperava, devido aos consumidores optarem não pelo que o modelo oferece e sim pelo visual.

Para solucionar este detalhe a Ford em 2013 lançou um novo modelo do Focus voltado para alinhar o gosto e a atenção de seus consumidores, o visual. Desde então o modelo começou a ser admirado por seus proprietários e entrou na lista dos mais comprados no seu padrão.

Fastback chega para resolver

Com motor 2.0 Direct Flex chegando até 178cv de potência o Focus Sedan chega para resolver e dar uma repaginada no estilo do modelo médio da Ford. O Sedan chamado Fastback tem agora motor Duratec e transmissão de dupla embreagem chamada Powershift.

Sedan 2018 com estilo elegante

O Focus Sedan 2018 vem com um novo estilo mais elegante, apesar de ser o menor na sua categoria dos sedans médios com comprimento de apenas 4,53m e 2,64m entre eixos.

Um detalhe é sua altura, mais baixo e espaçoso proporciona aos seus ocupantes uma sensação de mais espaço interno e conforto, isso é devido ao fato dele ser mais largo.

Seu visual é bem sofisticado, um design que reflete também seu pacote de tecnologia.

Impacto Frontal

Com sua grade frontal em estilo “Aston Martin” é o que chama a atenção e impactando um pouco mais os faróis com Leds diurnos e projetores bi-Xênon adaptativos.

Exclusividade do Focus Sedan este conjunto frontal, uma tecnologia que poucos carros em sua categoria possuem.

Elegância

Com um estilo único, o Ford Focus Sedan 2018, chega com elegância e linhas sofisticadas. Não apenas o impacto frontal, sua traseira também completa seu estilo apresentando um conjunto óptico traseiro realçando sua beleza externa.

Para completar as rodas de liga aro 17 com 3 opções, com estas mudanças abandona um pouco o estilo esportivo do modelo anterior.

Bonito por fora e agradável por dentro

Se por fora seu visual chama atenção dos novos proprietários, por dentro agrada ainda mais.

Com um console bem largo, revestimento com materiais emborrachados e detalhes em preto brilhante é o que domina o cockpit duplo. Além disso, seu multimídia Sync3 com tela de 8 polegadas impressiona localizado ao centro do console.

O display possui 4,2 polegadas trazendo a instrumentação com uma reprodução simplificada do Sync3. Acompanha o sistema de som da Sony sendo o seu diferencial.

Conectividade

Com a opção de uso dos sistemas Google Android Auto e Apple Car Play e também o AppLink, além do assistente de emergência e outras aplicações.

Com seu multimídia muito mais intuitivo ampliou o poder de reconhecimento de voz. Uma outra novidade que está incluso em seu kit multimídia é o uso do Waze, um navegador GPS alternativo permitindo rotas mais rápidas e vários alertas de acidentes e radares pela via. Lembrando que existe em seu sistema nativo o seu navegador GPS.

Versões 2018

Ao todo serão 4 versões, todos com transmissão automática (AT) e motorização 2.0 divididas em SE, SE Plus, Titanium e Titanium Plus.

Haveria uma versão 1.6 Sigma, no entanto com a atualização das versões, a Ford decidiu manter apenas as versões apenas 2.0 mais potente. Com esta remodelação o Focus Sedan enxugou para apenas 4 versões.

Os preços das versões variam entre R$ 81.900 e R$105.900.

Motor 2.0

O Ford Focus Sedan 2018 continua com o velho motor Duratec, agora chamado DirectFlex destinado a linha do sedan médio que na verdade estão com seus dias contados com a chegada de novos motores turbo.

Com gasolina chega a 176 cv de potência e com etanol 178 cv. O desempenho é de 9,2 segundos de 0 a 100 Km/h e aceleração máxima de 206 Km/h.

Para finalizar, o consumo na cidade chega em 6,7 Km/l com etanol e 9,7 Km/l com gasolina. Na estrada com etanol 9,2 Km/l e 13 Km/l com gasolina.

Ficha Técnica

Motorização Dianteiro Transversal Etanol e Gasolina com 4 cilindros em linha, 16 válvulas e injeção eletrônica de combustível direta. Transmissão tipo dupla embreagem de 6 marchas.

Os freios com disco ventilado e direção elétrica, suspensão dianteira McPherson, independente com barra estabilizadora e traseira Multlink.

Rodas de liga leve aro 17 polegadas pneus 215/50 R17, porta malas 421, tanque de 55 litros.

Por Marcio Ferraz

Ford Focus Sedan 2018

Ford Focus Sedan 2018


Modelo conta com um visual mais robusto e design diferente na parte frontal.

O novo modelo da Ford, a Ranger de 2018, vem com um visual externo mais robusto e a parte frontal do veículo terá um design diferente com itens requintados e novo estilo de para-choque, faróis de neblina na parte dianteira; faróis em LED e rodas de liga leve com aro de 17 ou 18 polegadas de diâmetro. Essa Ranger estará mais atualizada, será mais veloz e mais completa do que o último lançamento realizado pela Ford. O seu interior terá o estofado revestido com couro, uma tela touchscreen LCD de 8” localizada no centro do painel e 7 airbags frontais, no joelho e laterais para que o motorista tenha uma maior proteção.

O modelo vem com 3 opções de motores, a opção com motor flex 2.5 16V, com 173 cv de potência e torque de 245 Nm a 5.500 rpm; a opção com o motor 2.2 16V, a diesel com 160 cv de potência e torque de 385 Mn a 5.500 rpm e a opção com motor de 3.2 20V, a diesel com 200 cv de potência e torque de 470 Nm a 1.750 – 2.500 rpm.

Ela vem em várias versões. A versão XLS com motor 2.5 flex MT sairá pelo valor de R$ 103.990; a versão XLT com motor 2.5 flex MT que custará R$ 114.390; a versão Limited que vem com o motor 2.5 flex MT que sairá por R$ 123.790; a versão XLS com motor 2.2, a diesel e 4 X 4 MT que custará R$ 143.490; a versão XLS com motor 2.2, a diesel e 4 X 4 AT que custará R$ 152.290, a versão XLT com motor 3.2 a diesel e 4 x A At que sairá por R$ 169.090 e a versão Limited que vem com o motor 33.2 a diesel e 4 x 4 AT que sairá pelo preço de R$ 185.190.

Em relação ao consumo de combustível quando usado o diesel a Ranger 8,5 km/ litro na cidade e 10,1 km/ litro na estrada em velocidade máxima; já a versão XLT 2.2 faz 8,4 Km/ litro na cidade e 10,4 Km/ litro na estrada.

Os itens de série que faz parte do novo modelo são volante com ajuste de altura; piloto automático adaptável; direção elétrica; tem volante com controle de áudio; alerta de colisão; sistema para permanecia na faixa; banco do motorista com ajuste lombar; banco do motorista com ajuste de altura; computador touchscreen de bordo; luz do painel com controle de intensidade de luz; ajuste eletrônico nos retrovisores externos; controle eletrônico de tração; controle eletrônico de estabilidade; controle de estabilidade que é anti-capotamento; câmbio manual com 5 e com 6 marchas; câmbio automático com 6 velocidades; tem comandos de voz; limpador de para-brisa e aviso para a utilização dos cintos de segurança, tanto para o motorista como para o passageiro.

Veja abaixo a Ficha Técnica do modelo:

Motor

Motor: 2.2 e 2.5

Combustível: Diesel, gasolina e etanol.

Direção: elétrica

Potência máxima: 173 cv de potência a 5.500 rpm na versão de motor 2.5; 160 cv de potência a 5.500 rpm na versão com motor 2.2 e 200 cv de potência a 1.750 – 2.500 rpm na versão com motor 3.2.

Tração: 4×4 normais e reduzida

Tipo de transmissão: Automática de 6 velocidades

Dimensões

Altura: 1.848 mm

Comprimento: 5354 mm

Distância entre eixos: 3.220 mm

Capacidades

Tanque: 80 litros

Volume da caçamba: 1.180 Litros

Capacidade de carga: 1009 Kg

Rodas: Rodas de liga leve com aro de 17 polegadas ou de 18 polegadas de diâmetro

Suspensão dianteira: Independente com barra estabilizadora e com molas helicoidais

Suspensão traseira: Eixo rígido com feixe de molas longitudinais

Por Lorena Ruiz

Ford Ranger 2018

Ford Ranger 2018


Confira as versões disponíveis e suas especificações técnicas.

A Ford atualizou o seu compacto “premium” para 2018, o Ford New Fiesta 2018 chega ao mercado adotando um novo desenho na dianteira e a incorporação de uma versão mais moderna de sua central multimídia Ford Sync para suas versões mais caras (Titanium e SEL).

A motorização continua a mesma, com a disponibilidade de dois motores, o 1.6 de excelentes 128 cavalos e o 1.0 turbo de 125 cavalos, ambos rodando tanto a gasolina como a etanol e com ótimos torques (16 kgfm e 15,8 kgfm) para sua categoria, tendo como opções de transmissão, manual ou automática com sistema de troca de marchas no volante, esta última incorporou novos componentes com o intuito de aprimorar sua suavidade e durabilidade.

O interior continua o mesmo, com um bom nível de acabamento e porta-malas comportando 281 litros, na parte externa destaques para a nova grade dianteira e novo desenho dos faróis de neblina, a traseira as lanternas foram levemente redesenhadas, para quem optar pelas versões Style o Ford New Fiesta 2018 vem com acabamento black piano na carroceria e rodas pretas. As cores disponíveis comercializadas são branco, azul, cinza e vermelho.

As mudanças promovidas pela Ford para o mercado nacional garantem não só um importante fôlego ao seu hatch compacto como também foram necessárias para ressaltar suas qualidades perante seus fiéis admiradores.

Ford New Fiesta 2018, versões comercializadas:

Ford New Fiesta 2018 SE 1.6, câmbio Manual

Preços se iniciam em R$ 56.690,00

Principais itens: pneus com rodas aro 15, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina.

Ford New Fiesta 2018 SE Style 1.6, câmbio Manual

Preços se iniciam em R$ 59.590,00

Principais itens: pneus com rodas aro 16 de liga leve, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo.

Ford New Fiesta 2018 SE Style Plus 1.6, câmbio Automático

Preços se iniciam em R$ 62.390,00

Principais itens: pneus com rodas aro 16 de liga leve, câmbio automático de seis marchas com embreagem dupla, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento.

Ford New Fiesta 2018 SEL 1.6, câmbio Manual

Preços se iniciam em R$ 61.090,00

Principais itens: pneus com rodas aro 15 de liga leve, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento, entradas USB.

Ford New Fiesta 2018 SEL 1.6, câmbio Automático

Preços se iniciam em R$ 65.390,00

Principais itens: pneus com rodas aro 15 de liga leve, câmbio automático de seis marchas com embreagem dupla, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento, entradas USB.

Ford New Fiesta 2018 SEL Style Ecoboost1.0, câmbio Automático

Preços se iniciam em R$ 69.790,00

Principais itens: pneus com rodas aro 16 de liga leve, motor 3 cilindros de 1.0, câmbio automático de seis marchas com embreagem dupla, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento, entradas USB.

Ford New Fiesta 2018 Titanium 1.6, câmbio Automático

Preços se iniciam em R$ 71.190,00

Principais itens: pneus com rodas aro 16 de liga leve, câmbio automático de seis marchas com embreagem dupla, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento, entradas USB, lanternas de LED.

Ford New Fiesta 2018 Titanium Plus 1.6, câmbio Automático

Preços se iniciam em R$ 75.190,00

Principais itens: pneus com rodas aro 16 de liga leve, câmbio automático de seis marchas com embreagem dupla, direção progressiva elétrica, ar condicionado para passageiros, vidros e retrovisores elétricos, travamento central, sistema de freios com sistema anti travamento, central Ford Sync com tela de 6,5 polegadas, banco traseiros bipartidos, sensores de estacionamento, faróis dianteiros de neblina, controles de tração e estabilidade do veículo, travamento automático das portas com o veículo em movimento, entradas USB, lanternas de LED, bancos em couro, veículo com sete airbags.

Todos os detalhes do Ford New Fiesta, assim como seu configurador podem ser acessados diretamente através do link: www.ford.com.br/carros/new-fiesta-hatch.

Por C. B.

Ford New Fiesta 2018 hatch

Ford New Fiesta 2018 hatch


Novo modelo recebe câmbio automático e outras alterações que visam atrair o público.

A companhia Ford está relançando um de seus modelos para a linha 2018. O novo Ka Sedan 2018 será incrementado de um câmbio automático, que será apresentado como uma das novidades para a série. As alterações que estão sendo realizadas pela empresa Ford sobre o modelo Ka Sedan 2018, ainda estão em processo de divulgação. As mudanças começam já pelo nome, que pode ser Ford Ka Sedan ou o novo Ford Ka+, conforme foi intitulado pela empresa americana.

Esta série vem sendo comercializada no mercado brasileiro desde o ano de 2014. Foi nesse ano que o Sedan estreou em território nacional. Apesar da concorrência com outras grandes marcas, a Ford foi bem sucedida nessa linha.

O Ford Ka Sedan mantem sua posição no mercado, conquistando público, oferecendo equipagem renovada, aparelhos de segurança e até de entretenimento no sentido de proporcionar as melhores condições aos clientes. De acordo com especialistas os meios utilizados pela companhia ainda não intimidam as empresas rivais. No ano passado, 2016, o modelo Ford Ka Sedan chegou a vender 2.521 unidades, no mês de novembro, sendo que outra companhia, como a Chevrolet, vendeu 4.399 unidades do Chevrolet Prisma e do Hyundai HB20S, no mesmo mês. Diante dessa situação a Ford necessita lançar alguma novidade para 2018.

Já na metade deste ano, 2017, a previsão era da incorporação do novo câmbio automatizado PowerShift para o novo Ka Sedan 2018. Essa renovada série está dentro dos padrões da atual linha de 2017, dentro da qual estão as versões: modelo SE 1.0 Flex; o modelo SE Plus 1.0 Flex; o modelo SE 1.5 16V Flex; o modelo SEL 1.0 Flex; o modelo SE Plus 1.5 16v Flex; o modelo SEL 1.5 16v Flex e o modelo SEL Plus 1.5 16v Flex. O valor padrão de cada versão do Ford Ka sedan está em torno de R$ 46.290, sendo que as versões mais completas chegam a custar R$ 59.790.

A estrutura e os atributos do Novo Ka Sedan 2018 possuem a seguinte ficha técnica:

O Motor é 1.0 de 80 CV quando movido a gasolina e de 85 CV quando com álcool; O Motor é 1.5 de 105 CV quando movido a gasolina e de 110 CV quando com álcool; a transmissão do tipo manual é de cinco marcas, em ambas as versões. O comprimento chega a 4254 mm; a largura é de 1695 mm; a altura é de 1525 mm; o espaço dos entre eixos é de 2491 mm; o peso padrão é de 1022 kg; a capacidade do tanque de combustível de ambos é de 52 litros e capacidade do porta-malas nas duas versões é de 445 litros.

Com relação ao consumo, o Novo Ka Sedan 2018 foi avaliado pelo Inmetro em sua capacidade e nível de consumo de combustível, tanto na estrada quanto na cidade, seja com gasolina ou com álcool. Foram calculadas duas médias, tanto na estrada quanto na cidade:

O motor 1.0 atinge a média, na cidade e na estrada, de 10,4 Km/l quando com álcool; o mesmo motor 1.0 atinge a média, na cidade e na estrada, de 15,1 Km/l quando com gasolina; o motor 1.5 atinge a média, na cidade e na estrada, de 9,5 Km/l quando com álcool; o mesmo motor 1.5 atinge a média, na cidade e na estrada, de 16,6 Km/l quando com gasolina.

A linha do Novo Ka Sedan 2018 possui a seguinte tabela de preços atuais:

A versão SE 1.0 Flex custa 46.290 reais;

A versão SE Plus 1.0 Flex custa 48.790 reais;

A versão SE 1.5 16V Flex custa 50.490 reais;

A versão SEL 1.0 Flex custa 52.790 reais;

A versão SE Plus 1.5 16V Flex custa 52.990 reais;

A versão SEL 1.5 16V Flex reais 56.990 reais;

A versão SEL Plus 1.5 16V Flex custa 59.790 reais.

Por Paulo Henrique dos Santos

Ford Ka+ 2018

Ford Ka+ 2018


A linha 2018 da EcoSport, da Ford, vem em 3 versões. Confira a configuração e os preços de cada uma.

O novo modelo do EcoSport 2018 vem em 3 versões: a versão SE, a versão Freetyle e a versão Titanium.

Na versão SE temos os modelos SE MT e SE AT, Na FreeStyle tem a MT e a AT e por último temos a versão Titanium AT.

A versão 1.5 SE MT vem com controles de tração, controle de estabilidade, sete airbags, assist. de partida (em rampas), faróis de neblina, assistência de emergência (SAMU 192), Isofix, rodas liga leve com aro de 15 polegadas de diâmetro, medidor de pressão dos pneus, sensores de estacionamento, ar-condicionado, repetidores de direção nos retrovisores, trio elétrico, direção elétrica, multimídia com tela de 6,5 polegadas, Bluetooth, AppLink, duas entradas USB e sistema RSC.

A versão 1.5 SE AT tem os itens da versão MT mais paddle shift, piloto automático e transmissão automática de 6 marchas.

Na versão 1.5 FreeStyle MT vem os itens citados acima e navegador GPS, tela de 8 polegadas, câmera de ré, piloto automático, luzes diurnas em LED, display de 4,2 polegadas, ar-condicionado automático, assoalho inteligente no bagageiro, rodas liga leve com aro de 16” e bancos parcialmente em couro.

O modelo 1.5 FreeStyle AT além dos itens já citados, possui paddle shift e mais transmissão automática de seis marchas.

Já a versão Titanium AT tem sistema de som, sensor de chuva, sensor de ponto cego, entrada e partida sem chave, mais retrovisor eletrocrômico, rodas liga leve com aro de 17 polegadas, teto solar elétrico, faróis de xênon e bancos em couro.

O preço varia de acordo com a versão escolhida pelo comprador. O modelo 1.5 SE MT custa R$ 73.990, o modelo 1.5 SE AT custa R$ 78.990, o modelo 1.5 FreeStyle MT vale R$ 81.490, a versão 1.5 FreeStyle AT vem com o valor de R$ 86.490 e a versão com motor 2.0 Titanium AT custa R$ 93.990.

Na Cidade o EcoSport nas versões 1.5 MT faz 8,3 km/l com o etanol e 11,6 km/l com a gasolina, o EcoSport nas versões 1.5 AT faz 7,1 km/l com etanol e 10,4 km/l com gasolina, já o modelo 2.0 AT faz 6,1 km/l no etanol e 8,8 km/litro na gasolina

Na Estrada o EcoSport nas versões 1.5 MT faz 9,0 km/litro com o etanol e 13,1 km/litro com gasolina, o EcoSport nas versões 1.5 AT faz 8,9 km/litro com etanol e 12,8 km/litro com gasolina e o modelo 2.0 AT faz 8,3 km/litro com o etanol e 12,0 km/litro com a gasolina.

Motor: 1.5 3C Ti- VCT (versões SE e FreeStyle) e 2.0 Duratec Direct (versão Titanium)

Tipo: Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol (todas as versões)

Número de cilindros: 3 em linha (versões 1.5) e 4 em linha (versão 2.0)

Cilindrada em cm3: 1497 (versões 1.5) e 1999 (versão 2.0)

Válvulas: 16 (versões 1.5) e 16 (versão 2.0)

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Nas versões com motor 1.5 faz 130 cv a 6.500 rpm com gasolina e 137 cv a 6.500 rpmcom etanol. Aversão 2.0 tem170 cv de potência a 6.500 rpm com gasolina e 176 cv a 6.500 rpm com etanol.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484): Nas versões 1.5 faz 15,6 kgfm a 4.500 rpm com gasolina e 16,2 kgfm a 4500 rpm com etanol. Na versão 2.0 faz 20,6 kgfm a 4.500 rpm com gasolina e 22,5 kgfm a 4500 rpm com etanol.

Tipo de transmissão: Nas versões 1.5 – manual 5 marchas e automático 6 marchas. Na versão 2.0 – automático 6 marchas.

Tipo de direção: Elétrica

Suspensão dianteira: McPherson (independente com barra estabilizadora)

Suspensão traseira: Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas: Liga leve aro 16 nas versões 1.5 e liga leve aro 17 na versão 2.0

Pneus: 205/60 R16 nas versões 1.5 e 205/50 R17 na versão 2.0

Capacidades

Tanque: 52 Litros

Porta Malas: 356 Litros

Dimensões

Comprimento: 4269 mm

Largura: 1795 mm

Altura: 1693 mm

Distância entre eixos: 2519 mm

Por Lorena Ruiz

Ford Ecosport 2018

Ford Ecosport 2018


O Ford Ka linha 2018 possui 5 versões, a versão S, a versão SE, a versão SE Plus, a versão Tecno, a versão SEL e a versão Trail. Confira as características.

O Ford Ka 2018 tem rodas de aço ou liga leve com aros de 14 ou 15 polegadas de diâmetro, possui as lanternas compactas; a tampa do bagageiro e o protetor traseiro são clean, tem grandes retrovisores; repetidores de direção e seu design tem um visual um tanto volumoso. No seu interior o veiculo não é muito espaçoso e seu porta-malas tem capacidade de 257 e seu tanque capacidade de 52 litros. Ainda sobre o interior do carro, há um painel de instrumento de fácil leitura e compacto e console central com um display para sistema SYNC.

O Ford Ka possui 1,52 m de altura; 3,88 m de comprimento; 1,72 m de largura e 2,49 m de entre eixos.

Ele possui 5 versões, a versão S, a versão SE, a versão SE Plus, a versão Tecno, a versão SEL e por último a versão Trail.

Na versão S com os motores 1.0 3C Ti- VCT e 1.5 Sigma Ti- VCT os equipamentos de série são direção elétrica; travas elétricas; trava elétrica do porta-malas; ar-condicionado; vidros dianteiros elétricos; airbag duplo; rodas de aço com aro de 14 polegadas de diâmetro com calotas; freios ABS com EDB; indicador de marcha; desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro; maçanetas na cor do carro; retrovisores externos na cor do carro; faróis com mascara negra; coluna de direção ajustável; banco do motorista com ajuste de altura; banco traseiro bipartido; chave canivete com controle remoto e My Ford Dock.

Na versão Ka SE 1.0 e 1.5 além dos itens presentes nas versões citadas acima; tem ainda sistema de som com comando de voz; além de conexão Bluetooth e USB.

Na versão SE Plus, além dos itens que vem nas versões do modelo S, tem também sistema de áudio SYNC com AppLink; assistência de emergência e vidros traseiros elétricos.

Na versão Tecno 1.0 estão presentes os equipamentos presentes nas versões citadas anteriormente mais controle de estabilidade; controle de tração; rodas de aço com 15 polegadas de diâmetro; assistência de partida de rampa; vidros elétricos traseiros; retrovisores elétricos; faróis de neblina; computador de bordo e bancos e costuras exclusivas.

Além dos itens já citados, a versão SEL 1.0 e 1.5 traz controle eletrônico de estabilidade e de tração; alarme volumétrico; lanternas traseiras escurecidas; assistente de partida em rampa e bancos e couro.

Já na versão Ka Trail há adesivos externos exclusivos; bancos e portas padrão; apliques estéticos nos para-choques; rack de teto; soleiras das portas dianteiras e retrovisores e maçanetas na cor cinza.

O Ford Ka 2018 possui tem a opção de dois motores. A primeira opção é o 1.0 3C Ti- VCT, que utiliza bloco de 3 cilindros que é feito de ferro fundido e com cárter e cabeçote feitos com alumínio. Possui 80 cv de potência usando gasolina e 85 cv de potência usando o etanol. Oferece bom torque em baixas rotações entregando 10,2 kgfm com a gasolina e com o etanol entrega 10,7 kgfm, que são obtidos a 3.500 rpm. Com gasolina ele faz 13,0 Km/ h na cidade e 15,1 km/ h na estrada, já o etanol faz 8,9 Km/ h na cidade e 10,4 Km/ na estrada

A segunda opção é o motor 1.5 Sigma Ti- VCT que oferece 105 cv de potência quando utilizado com gasolina e 110 cv de potência quando utilizado com etanol. Tem apena o câmbio manual de 5 marchas. Com gasolina ele faz 11,5 Km/ h na cidade e 13,6 Km/ h na estrada e com etanol ele faz 7,9 na cidade e 9,5 Km/ h na estrada.

Os preços dos modelos variam entre R$ 44.030,00 e R$ 56.590,00.

Por Lorena Ruiz

Ford Ka 2018


Modelo pode sair de linha a partir do próximo ano.

Depois do lançamento da linha hatch do Fiesta levemente reestilizada, a Ford pode deixar de fabricar os modelos sedan do veículo em 2018.

O lançamento do Fiesta 2018 aconteceu e nele os executivos da Ford afirmaram que a variante Sedan tem vida própria, sendo assim, independe do hatch e segue uma linha distinta. Assim, a ideia passada é a de que eles sigam sendo importados.

Então de onde vem a ideia de que o Fiesta Sedan será aposentado em 2018? Explicamos: o site Al Volante afirma que a partir do ano que vem (2018) o modelo vai deixar de ser produzido na fábrica localizada em Cauatitlán, no México. A publicação da página diz ainda que a Ford tem intenção de causar uma abertura para a fabricação da minivan C-Max, modelo derivado do Focus que atualmente não tem mais produção nos EUA.

Essa mudança na estratégia da Ford é uma forma de tentar apaziguar o cenário da empresa em terras mexicanas depois das polêmicas acerca de Donald Trump. Uma ordem do presidente dos Estados Unidos fez com que a Ford cancelasse um investimento no valor de US$1,6 bilhão destinados à construção de uma nova unidade fabril situada em San Luís Potosí, província localizada na Bolívia.

Para conferir a publicação inteira da fonte, em espanhol, acesse o endereço eletrônico http://www.alvolante.info/.

Sobre o Ford Fiesta Sedan

Confira também a ficha técnica do Fiesta Sedan, na versão SEL 1.6, flex, 2017.

Acerca das dimensões

  • Ocupantes: 5;
  • Peso em quilos: 1.140;
  • Tanque em litros: 1.140;
  • Porta malas: 1.140;
  • Entre-eixos: 2.489 mm/2,48 m;
  • Comprimento: 4,41m/4.406mm;
  • Largura: 1.722mm/1,72m;
  • Altura: 1.475mm/1,48m.

Acerca da segurança

  • Não possui controle de tração;
  • Não possui airbag lateral.

Possui:

  • Airbag motorista;
  • Airbag passageiro;
  • Alarme;
  • Freios ABS;
  • Distribuição eletrônica de frenagem.

Acerca da mecânica

  • Câmbio: manual com 5 marchas;
  • Tração: dianteira;
  • Direção: elétrica;
  • Freios: 2 deles são à disco, possuindo 2 discos ventilados;
  • Suspensão dianteira: enquanto a suspensão conta com o tipo McPherson, a dianteira traz barra estabilizadora, as molas helicoidal e roda do tipo independente;
  • Suspensão esquerda: molas do mesmo tipo da suspensão dianteira, enquanto isso, a roda é do tipo semi-independente e a suspensão conta com o tipo eixo de torção.

Acerca do conforto

Não possui:

  • Ar quente;
  • trio elétrico;
  • piloto automático.

Possui:

  • ar-condicionado;
  • volante com regulagem de altura;
  • travas elétricas.

Acerca dos bancos

Não possuem:

  • couro;
  • ajuste elétrico;
  • ajuste de altura.

Acerca das janelas

Possuem:

  • desembaçador traseiro;
  • elétricos na frente;
  • elétricos atrás.

Não possui:

  • teto solar.

Acerca do som

Não possui:

  • Kit multimídia.

Possui:

  • Rádio AM/FM;
  • Entrada USB;
  • CD Player;
  • CD Player com MP3.

Acerca de outros itens

Possui:

  • Computador de bordo;
  • Farol de neblina.
  • Não possui: sensor de farol.
  • Outras versões do Ford Fiesta Sedan 2017 1.6

Além da versão cuja ficha técnica apresentamos, ainda podemos citar outras 3 versões do Ford Fiesta Sedan do ano 2017, sendo todos 1.6. São elas: Automático, Flex; Titanium Automático Flex e Titanium Plus Automático Flex.

O valor do automóvel apresentado com as informações técnicas nesse texto atualmente é de R$ 66.490.

E você, o que acha sobre o Ford Fiesta Sedan sair de linha em 2018? A empresa está fazendo um bom negócio se tomar essa decisão? Comente conosco o que você pensa sobre e não se esqueça também de compartilhar esse texto nas redes sociais.

Carolina B.


Novo modelo traz mudanças interessantes. A Ford investiu em tecnologia e design moderno, para os apaixonados por modelos hatch, pode ser uma inovação automotiva.

O novo Fiesta 2018 está com algumas mudanças interessantes, para quem é fã da marca Ford e deseja trocar de carro, um modelo compacto e robusto ao mesmo tempo, o hatch é uma boa opção.

Neste artigo vamos falar um pouco sobre as novidades, características, preços, ou seja, todas as mudanças e informações que você precisa saber antes de comprar e também como forma de comparativo para outros modelos que você tenha interesse.

Quer saber mais um pouco sobre este veículo e se é compatível com seus interesses? Continue lendo este texto e identifique algo que te chama mais a atenção neste novo modelo da Ford para o ano de 2018.

Inovações

O novo Ford Fiesta está em destaque dentro do seu segmento. A Ford investiu em tecnologia e design moderno, para os apaixonados por modelos hatch, pode ser uma inovação automotiva.

Um dos destaques é a conectividade com seu sistema Sync 3, além dos seus itens de série que transformam este modelo entre um dos mais completos da sua categoria.

Por dentro você estará encontrando o sistema Sync 3 com tela de 6,5”, com sensibilidade ao toque e compatibilidade com o sistema Android Auto e Apple CarPlay, além do painel com design inovador.

Um dos diferenciais é o acesso ao ar condicionado que é digital, o Ford Power e o Acesso inteligente são os destaques deste carro.

Motorização

Agora vamos falar um pouco de performance. O novo Ford Fiesta traz dois modelos de motorização o já conhecido 1.6 Sigma e o Ecoboost. A nova tecnologia da motorização Ecoboost propõe um melhor desempenho e ao mesmo tempo economia de combustível, além disso, a diminuição na emissão de gases poluentes.

Um destaque sobre este motor que a Ford mostra em seus anúncios é que é uma explosão de força aliada ao menor desperdício.

O consumo é uma média entre estrada e cidade. O uso do etanol para câmbio manual é de 8,7 Km/l e gasolina 12,7 Km/l, já o câmbio automático consome um pouco mais com 8,6 Km/l com etanol e 12,3 Km/l com gasolina.

Segurança

Este veículo traz a segurança como um de seus carros chefe. O novo Ford Fiesta traz para seus ocupantes um sistema de segurança com 7 airbags, controle de estabilidade eletrônico e tração com o Advance Trac, além do assistente de partida em rampa chamado HLA e para as crianças ganchos de ancoragem para cadeiras de crianças no padrão ISOFIX.

Outros itens de segurança como o Sensor de estacionamento e alarme fazem parte deste pacote.

Preços e Modelos

Haja variedade! Este carro possui várias versões onde o consumidor pode escolher a vontade de acordo com o seu gosto e perfil. São 8 versões para serem escolhidos veja:

As versões são com motor 1.6 SE, SE Style, SE Plus AT, SEL, SEL AT, SEL Style Ecoboost AT, Titanium AT, Titanium Plus AT. As versões a partir da SEL ganham uma nomenclatura Power Shift.

Os preços das versões variam de R$ 56.690 iniciando pela SE até R$75.190 a versão top Titanium Plus

Tamanho

O novo Ford Fiesta alterou um pouco seu tamanho, como já era esperado. Suas dimensões anteriores eram 4,04 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,48 m de altura e 2,49 m é a distância entre os eixos.

O modelo atual suas dimensões aumentaram para 4,07 m de comprimento, as demais ficaram nas mesmas proporções praticamente a diferença é mínima.

A capacidade do porta-malas é de 281 litros e o tanque de combustível 51 litros.

Para quem gosta do modelo hactch, o novo Ford Fiesta é uma opção muito boa. Em se tratar de segurança, design e conforto, este veículo atende as expectativas do consumidor.

Se você conhece alguém que gostaria de saber um pouco mais sobre este novo modelo da Ford, compartilhe este texto nas redes sociais e mostre para um amigo que é fã de carros.

Por Marcio Ferraz

Ford Fiesta 2018


Conheça aqui as principais novidades presentes e as novas versões do Ford Ranger 2018.

Os melhores veículos estão sempre ganhando destaque no mercado com novos modelos e versões ampliadas. A Ford está divulgando duas novas ampliações dentro da linha de 2018. A Picape Média Ranger está com maior competitividade em termos de conteúdo, incluindo nessa série especial um modelo esportivo muito atraente, a Sportrac, e um modelo com maior potência, uma versão inédita diesel com tração 4×2. São duas caminhonetes de belo visual e alta potência, adequadas a todo o público consumidor.

O modelo recém-lançado de versão 2.2 diesel XLS com uma tração 4×2, possui transmissão manual e está no valor de R$ 136.850. As picapes sempre são desenvolvidas com visual esportivo, dado que são adaptadas para quase todo tipo de terreno. A Sportrac, por exemplo, é uma versão de veículo potente projetado pela Ford na mesma base da versão 2.2 diesel XLS, porém, foi desenvolvida contendo tração 4×4 e a transmissão automática. Outros detalhes que a diferenciam do modelo 2.2 diesel estão no novo aplique do para-choque dianteiro, portas traseiras e santantônio, adesivos laterais de caçamba, além de possuir estribos laterais em cor cinza London. Gravada na soleira de vinil da cabine está a assinatura Sportrac e também vem com bordados nos apoios de cabeça dianteiros. Está no valor de R$ 162.990.

Há mais veículos no catálogo desta nova e completa linha, que são modelos exclusivamente de cabine dupla, com motores de potências diferentes, tais como os 2.5 Flex e 3.2 diesel. Entretanto, o modelo que sobressai nesta linha é o tipo 2.2 diesel, sendo que as potências competem entre si. São picapes incrementadas com equipamentos adicionais, tais como o sensor de estacionamento e as orientadoras câmeras de ré. Algumas das versões, tais como as XLT e Limited, possuem a chamada central multimídia Sync 3 ampliada em uma tela de 8 polegadas, além de comandos de voz direcionados a telefones, áudio, navegador e também ar condicionado. Toda a aparelhagem é compatível em relação aos recursos de Android Auto e Apple Car Play.

Nesta linha de picapes, em todas as suas versões, os recursos de segurança são mais completos, munidos com sete airbags embutidos, tração, controle eletrônico para manter estabilidade, equipagem anticapotamento, assistente de partida para rampa, direção elétrica, controle para adaptação de carga, ar-condicionado, travas anexadas a retrovisores elétricos, piloto automático, computador de bordo e faróis próprios para neblina.

As versões Sportrac ou XLS 4×2 e também a Ranger 2.2 Diesel XLS contém câmbio 4×4 manual ou automático por preços que diferem pouco entre si. Além disso, outras estão entrando no mercado como a Ranger 3.2 diesel XLT, que possui tração 4×4 e transmissão automática, contendo o recurso de central multimídia Sync 3, os pneus são All Season, as rodas são de liga leve em 18 polegadas e possui a opção de capota marítima. Este modelo está no valor de R$ 174.990. Todas são munidas com bancos e volantes de couro, recurso de monitoramento sobre a pressão dos pneus, tecnologia automática e digital de ar-condicionado de dupla zona. São veículos que se tornam, a cada ano, mais preparados para lidar com a natureza bruta dos terrenos, oferecendo ao mesmo tempo um conforto interno cada vez maior.

A cereja do bolo, ou top da linha, é a 3.2 diesel 4×4 Limited, que além de conter todos os recursos anteriormente citados, ainda oferece o dispositivo do adaptativo controlador de velocidade, farol alto automático, sistema que permite permanência em faixa, o banco do motorista é equipado para ajuste elétrico em oito posições diferentes e também recurso de personalização de luz ambiente para sete cores. Este modelo é mais caro, no valor de R$ 188.890.

Apesar dos altos valores, estes são veículos de alta tecnologia, potência e durabilidade. Com garantia. Aos interessados é indicado o site da Ford, onde os consumidores podem verificar fotos e outras referências de veículos de alta qualidade.

Paulo Henrique dos Santos


O New Fiesta Sedan conta com 4 versões: SEL 1.6, SEL 1.6 AT, Titanium 1.6 AT e Titanium Plus 1.6 AT.

O New Fiesta Sedan 2017, que poderia ser incluído na categoria de “sedan compacto”, não é um carro óbvio de se rotular. Oriundo do seu irmão Hatch, mas com espaço adicional para bagagens (não há informação sobre a capacidade em litros no site oficial da Ford sobre o compartimento) o New Fiesta três volumes tem pacote interessante de itens tecnológicos, mas acaba de encarar um período turbulento por conta do câmbio Powershift, que equipou os veículos da montadora norte-americana até este ano.

Com carros excelentes no portfólio, a Ford acaba de enfrentar um período problemático por conta do Powershift. A transmissão de dupla embreagem apresentou falhas em diferentes veículos a ponto de surgir uma petição pública de proprietários dos veículos equipados com este câmbio, pedindo ressarcimentos da marca por causa dos prejuízos em manutenções, tempo de carros parados em oficinas autorizadas, em resumo: dor de cabeça para todo mundo.

Recentemente, a Ford anunciou a retirada do mercado desta caixa de transmissão e passou a adotar um novo modelo de câmbio automático de 6 marchas, entretanto o site oficial da Ford (www.ford.com.br/carros/new-fiesta-sedan) também não disponibiliza aos seus clientes mais informações sobre este suposto novo câmbio.

E é por isso que New Fiesta Sedan precisa se livrar do passado, se afastar das nuvens escuras do “caso Powershift” e seguir em frente.

São quatro versões e preços sugeridos SEL 1.6 (R$ 66.490), SEL 1.6 AT (R$ 72.290), Titanium 1.6 AT (R$ 78.690), e Titanium Plus 1.6 AT (R$ 80.890) disponíveis em cinco cores: Branco Ártico, Prata Dublin, Preto Astúrias, Vermelho Vermont, e Cinza Moscou.

Apenas a versão de entrada está disponível com câmbio manual. O motor 1.6 é uma evolução do Sigma, considerado um ótimo powertrain pelo setor de reparação automotiva, e pela sigla TiVCT mostra isso. As letras referem-se ao duplo comando de válvulas. Eles são variáveis no controle do tempo de abertura das válvulas o que amplia a elasticidade e comportamento do motor em diferentes rotações, e a consequência desta tecnologia é a tão em voga hoje união entre desempenho e economia.

Nos itens de conforto e segurança o New Fiesta Sedan vem acompanhado (nas versões Titanium) de sete airbags – 2 frontais, 2 laterais, 2 cortina e 1 de joelho. Mas o que realmente chama a atenção é que todas as versões são equipadas com o sistema AdvanceTrac que faz o controle eletrônico de estabilidade e tração, e ainda com assistente de partida em rampas. Igualmente, todas as versões do New Fiesta Sedan possuem sensor de estacionamento com alerta sonoro e alarme com fechamento total que sobe todos os vidros do veículo.

A condução ganha também com a direção elétrica inteligente que se ajusta às variações de velocidade (progressiva, mais firme em altas velocidades e mais macia em baixa) e tem sistema anti-vibrações, que cancela eventuais trepidações que venham dos pneus ou de irregularidades no piso durante a rodagem.

Câmera de ré, computador de bordo com tela de 6,5 polegadas centralizada no painel, sensor de chuva e crepuscular (que acende automaticamente os faróis), retrovisor fotocrômico e controle de velocidade (piloto automático) também são itens que podem ser disponibilizados conforme a versão escolhida.

Com todos estes itens fica claro que o sedan compacto da Ford não faz feio frente a concorrência, até porque a linha Fiesta hoje figura entre os líderes do WRC – World Rally Championship da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Sim, isso mesmo, não é um sedan, mas um primo distante dele é o atual líder do campeonato em uma versão muito especial, o Hatch Fiesta RS. É a prova de que quando quer, a Ford acerta.

Ford New Fiesta Sedan

Motor: 1.6 Sigma TiVCT

Potência: 128cv

Consumo (gasolina): 11,6 km/l (urbano) e 14,2 km/l (rodoviário)

Por Uirã Fernandes

New Fiesta Sedan 2017

New Fiesta Sedan 2017

Fotos: Divulgação


A nova geração do Focus chegará ao mercado no início de 2018 e trará diversas novidades.

Para quem espera grandes novidades da montadora Ford para o ano de 2018, as expectativas são de que seus milhares fãs no mundo inteiro não vão se decepcionar. Isso porque a marca já anunciou que deverá lançar em breve a nova geração de um dos seus maiores sucessos de vendas no mercado: o Ford Focus.

Apostando em um conceito novo de estilo, a Ford levou bastante a sério a ideia de um nova geração para um dos seus automóveis mais bem aceitos no mercado mundial. Para isso, ela colocou todos os seus engenheiros e projetistas na prancha de desenho e elaborou um novo padrão para o seu consagrado carro. O resultado poderá ser conferido a partir do início de 2018 quando os primeiros modelos da nova geração já estarão circulando nas ruas das grandes metrópoles do mundo, inclusive no Brasil.

O que os especialistas em carros pelo mundo afora podem prever é que o novo modelo deverá manter a sua identidade visual preservada, entretanto, novas tendências de design e novas linhas de expressão deverão deixar o novo Focus com um visual bem mais agressivo.

Deste modo, os fiéis consumidores da marca podem ficar sossegados, o novo conceito a estrear em 2018 não deverá desconfigurar a ‘personalidade’ já tão bem fixada para o tradicional do mercado.

Em termos estéticos, o carro deverá ganhar uma frente totalmente cromada, seguindo uma tendência já adotada no novo Fiesta, além disto, tanto os faróis dianteiros e traseiros deverão ser de LED, uma tendência mundial já adotada pela montadora.

O novo Focus ganhará mais visibilidade e imponência e, por isso, um estilo mais agressivo com a adoção de linhas laterais desenhadas para dar um novo design a esta nova geração. Além disto, ele vai ganhar um porta-malas bem maior o que vai lhe proporcionar também um comprimento um pouco mais alongado em relação ao que já existe no mercado.

Com relação ao interior do novo Focus, o novo modelo surpreende os mais experientes ao adotar um estilo mais simples e, portanto, mais minimalista. A Ford investiu num novo conceito mais limpo em relação ao seu painel e resolveu reunir todas as principais funções num painel eletrônico e à disposição do motorista.

Incorporando os principais recursos de segurança adotados pelas suas principais concorrentes, a Ford resolveu trazer para a nova geração do Focus 2018 itens de segurança como um sistema que é capaz de reduzir ou até mesmo frear o carro no risco de uma colisão iminente e um dispositivo que alerta ao motorista a presença de pedestre na sua frente.

Em termos de motor, a Ford resolveu adotar o conceito de EcoBoost e irá equipar o novo modelo com um motor 1.0 de três cilindros em três versões: 99, 123 e 138 CVs e potência. A montadora deverá colocar no mercado também uma versão 2.0, mais esportiva, com 275 CV e mais poente, com 350 CV, para concorrer com a versão mais esportiva da Volkswagen, o Golf R.

Outra novidade fica por conta de uma versão Diesel do tipo 1.5 e 2.0L e outra com motor turbo 1.5.

Para os fãs do Focus, o ano de 2018 promete trazer muitas novidades para quem quer levar a nova versão para a garagem de casa. Então, daqui ate lá, é só preparar o bolso, já que a própria Ford ainda não divulgou os possíveis preços de seus novos modelos que vão estrear no mercado o ano que vem.

Por Emmanoel Gomes

Ford Focus 2019


Modelo pode ser comprado à vista por R$ 39 mil.

A Ford comunicou o desconto na semana passada para quem paga à vista o Ka 2018. Além dessa excelente oferta, também oferece as melhores condições de financiamento.

Atualmente o Ford Ka é o terceiro carro mais bem vendido no mercado brasileiro, sendo ultrapassado somente pelo poderoso GM Ônix e o Hyundai HB20. Esse pequeno gigante também exibiu sua última novidade no salão de São Paulo, sendo batizado como Ka Trail, com visual pra lá de aventureiro, mas com o preço bem salgado de R$ 47.690 mil.

O que mais atrai os usuários é justamente o preço atrativo de R$ 39.990 para o Ka 1.0 SE, que deveria ser vendido por R$ 43.760 sem desconto. Caso o usuário não pretenda pagar à vista pode optar pela oferta de financiamento, incluída na promoção, com entrada de R$ 23.994 e parcelar o restante para 24 vezes de R$ 711.

O novo modelo SE já sai equipado com ar-condicionado, direção elétrica, vidros da frente também elétricos e travas com controle remoto. Além disso, o utilitário ainda oferece direção com possibilidade de reajuste de altura e porta-malas com abertura elétrica, um conforto a mais do novo utilitário.

Mas quem pensa que acabou por aí, nada disso, o Ka 1018 1.0 oferece som My Connection com comando de voz e Bluetooth, além do MyFord Dock, para poder fixar o aparelho celular ao painel.

Segundo Fernando Pfeiffer, gerente de produção da Ford: “O Ka é um carro moderno, completo e econômico”, diz ele, explicando que o modelo trouxe um padrão atual para o segmento de compactos de entrada.

Além de todos esses atributos, Fernando ressalta que essa oferta atrativa reforça mais ainda a proposta de melhor compra da categoria.

Para o usuário essa deve ser uma das melhores opções de compras do momento, por isso eles fazem questão de elogiar: “Carrinho bom de pilotar esse”, diz um internauta, enquanto outro reforça: “Bom carro, bem equipado, desde a versão de entrada. Melhor negócio do momento”.

O Ka 1.0 SE (FLEX) 2018 pode ser abastecido por álcool ou gasolina, sua potência é de 85 cv (álcool) ou 80 cv (gasolina), com tanque para 52 litros de combustível e capacidade para 5 ocupantes.

Por Ruth Galvão


Saiba todos os detalhes do novo Ford Ka 2018 que será lançado em breve.

Não é novidade para ninguém que a disputa das montadoras no mercado de carros populares é cada vez maior. As mais tradicionais como GM, Ford, WV e Fiat é que abocanham a maior fatia do bolo, cerca de 65% do total. A bola da vez foi a Ford com seu novo lançamento do seu compacto Ka. A montadora anunciou que vai lançar, até o fim do mês, a versão um pouco mais aventureira do modelo, chamada de Trail. Na verdade, a versão foi apresentada no famoso salão de carros de São Paulo, no final do ano passado, mas as informações mais detalhadas sobre preços e motorização, ainda não tinham sido reveladas.

Segundo a Ford, o preço do novo Ka Trail terá preços de R$ 48.790,00 na versão 1.0 e de R$ 52.790,00 na versão 1.5, ambas com carroceria hatchback e com câmbio manual de cinco marchas.

Os diferenciais dessa versão são as rodas de liga leve de 15 polegadas, faróis de neblina, maçanetas e capa dos retrovisores na cor cinza, rack de teto exclusivo, além de detalhes nas laterais e traseiras nas cores cinza e laranja.

Por dentro o Ka Trail ainda tem bancos parcialmente revestidos em couro, pedais esportivos e suspensão elevada, o que reforça o apelo do estilo off road.

O modelo já chega como versão 2018 juntamente com o aumento de preço de todos os modelos da família Ka, o que pode ser ou não uma boa idéia, se a intenção for alavancar as vendas.

Os preços do modelo da montadora americana vão variar de R$ 43.760,00 com motorização 1.0 até R$ 48.090,00 como motor 1.5. A Ford ainda afirma que a nova versão Trail 1.5 não será a top de linha da família Ka, pois terá uma versão mais cara que será a SEL 1.5, que sairá por R$ 54.690,00. A Ford espera que essa nova versão seja um estouro nas vendas e os entusiastas da marca esperam ansiosamente pelo lançamento do compacto.

Vamos ver se o consumidor está animado para desembolsar quase 55 mil reais por um carro, nessa época de crise financeira que assola o país há quase dois anos. Quem viver, verá!

Rodrigo Souza de Jesus


Confira aqui os novos preços do Ford Ka e Ka+ 2018.

A Ford já começou a venda da linha dos seus carros de 2018 como, por exemplo, o de seu carro de entrada, o Ka, e a sua versão variante, o sedã Ka +. Ambos apresentam preços elevados, como a versão Ford Ka + SEL Plus 1.5 ,que tem o preço da versão de 2018 de R$ 60.690,00, antes o valor correspondia a R$ 59.790,00.

Este ano também está prevista a chegada para o mercado da versão aventureira do Ka, ou seja, a Trail, além de uma outra que tem câmbio automático. Os motores não têm novidades e continuam com o 1.0 e 03 cilindros com até 85 cv e o 1.5 de 04 cilindros, que pode chegar a 11 cv. O câmbio manual é o de 05 marchas.

O novo modelo do Ford Ka 2018 apresenta novidades em relação às outras versões como a versão automática do carro, que é uma das novidades mais esperadas para a linha de 2018. Além disso, a versão compacta aventureira, o Ka Trail, tem o preço de R$ 52.790,00 para a versão 1.5 de 110 cv. Ele se destaca por ter rodas de liga leve de 15 polegadas na cor cinza, além de diferenciais como a rack do teto, retrovisores e maçanetas pintados na cor denominada London Grey.

Entre outras novidades para esta versão destacam-se as molduras dos faróis exclusivos, além de adesivos nas laterais e na traseira com grafismo em cinza e laranja. O interior do carro também conta com diferenciais como, por exemplo, os bancos, que são revestidos de forma parcial em couro, além de costuras coloridas em laranja e verde e pedais esportivos. O carro conta com os mesmos itens da versão de acesso, a SE, que já tem direção com assistência elétrica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos dianteiros, rádio com conectividade por meio de Bluetooth e também via USB, Ford My Doc e também assistente de partida em rampa.

A Ford também já iniciou a exportação do Ka para o mercado argentino e a versão é o hatch que tem o motor Sigma 1.5. O carro também é vendido em outros locais como a Índia e outros mercados da Ásia.

Por Babi


No Brasil, espera-se que o SUV redesenhado tenha seu lançamento realizado ainda no segundo semestre do próximo ano, como modelo 2018.

A Ford tomou uma decisão estratégia de apresentar a versão do EcoSport reestilizado no Salão Automóveis de Los Angeles em vez de fazer no Salão de São Paulo. De acordo com um executivo da montadora foi difícil, mas conseguiram convencer os americanos a realizar a venda do Ecosport na terra do Tio Sam, o que já era um sonho da marca. Pelo que se sabe, a montadora Ford estadunidense estava necessitando de novidades e tinha que dar uma resposta na cidade de Los Angeles, que foi realizar o anúncio da chegada da empresa num mercado que até o momento era inédito para a mesma em sua terra natal, que é os SUVs compactos.

Entretanto, ainda segundo o executivo, o Brasil receberá o novo veículo antes que os EUA, sendo válido lembrar que crossover só será comercializado por lá no ano de 2018. Aqui no Brasil, espera-se que o SUV redesenhado tenha seu lançamento realizado ainda no segundo semestre do próximo ano, como modelo 2018.

Contrário ao modelo apresentado por lá, o EcoSport “brasileiro” irá contar com o estepe na tampa de trás e o motor não será o 1.0 EcoBoost. Isso se deve ao fato do estepe não servir no assoalho embaixo do porta-malas, e no Brasil a Ford não venderá o veículo com o kit de reparo de furos. Por aqui a, a escolha do propulsor ficou por conta do 1.5 litros, de 3 cilindros aspirado, vindo da família Dragon, oferecido no lugar do 1.6 Sigma nos veículos de entrada. Já nos modelos mais topo de linha será o 2.0 Duratec, até estreando talvez uma injeção direta, o mesmo utilizado no Focus.

A parte da frente será mantida com o mesmo desenho dos EUA, tendo uma grade hexagonal, entretanto, sem os piscas laranjados, que é uma exigência norte-americana. Internamento, o modelo trará vários componentes do Ford Focus, tendo um grande progresso em qualidade e estilo. Até que enfim foi adicionada uma central multimídia touchscreen. Além disso, o quadro de instrumentos será um pouco maior, com tela de LCD.

Além do modelo redesenhado, a Ford do Brasil lançará no próximo ano o Ka Trail, em fevereiro, e o Mustang, com as encomendas para o final do ano.

Por Filipe Silva

Ford Ecosport 2018

Ford Ecosport 2018

Fotos: Divulgação


Modelo conta com novo desenho e valores a partir de R$ 121.500.

A montadora norte-americana Ford lançou na terça-feira, dia 20 de dezembro deste ano, a linha 2017 do modelo Fusion, com algumas alterações em sua estética. Ao todo, são quatro versões, onde a opção de entrada é a única que conta com um motor flex de 2.5 litros, que gera uma potência de 175 cavalos. Esta versão é comercializada por R$ 121,5 mil. Nas outras, a motorização é o 2.0 Ecoboost, que recebeu mais 8 cavalos e entre a partir de agora 248 cavalos. Os seus valores estão entre R$ 125 mil e R$ 154 mil.

O primeiro redesenho desta nova geração do Ford Fusion foi exposto no Salão da cidade de Detroit, no começo do ano, no mês de janeiro. O novo veículo conta com faróis um pouco mais esguios que o anterior, além de uma grade levemente mais estreitada, porém ainda faz uso do mesmo no formato hexagonal. Há também novas tomadas de ar e os faróis auxiliares receberam novas molduras.

Na parte de trás, as lanternas receberam uma barra cromada que conecta as duas extremidades. Na parte superior da tampa do porta malas foi instalado um novo spoiler, dando uma outra aparência para a traseira do carro.

A cabine do novo Ford Fusion recebeu a troca da alavanca de câmbio tradicional por um seletor, da mesma forma que a Jaguar Land Rover já utiliza em seus veículos.

O grande sedan é o segundo modelo da marca que irá oferecer uma central multimídia Sync 3. Possui uma tela com tamanho de 8 polegadas, e proporciona a possibilidade do usuário fazer uma espelhamento de seu smartphone com as tecnologias Apple CarPlay e Android Auto.

Na lista dos itens de série, são oito airbags distribuídos ao redor do veículo, monitoramento de ponto cego, bancos de couro que contam com aquecimento e ajustes elétricos, além de sistemas que realizam a detecção de cansaço e também permanência na faixa de rolagem. Por fim, irá contar com sistema de frenagem automática ao detectar a transição de pedestres na parte frontal do carro.

Por Filipe Silva

Ford Fusion 2017

Ford Fusion 2017

Fotos: Divulgação


O modelo traz faróis novos na dianteira e modernização dos para-choques.

O termo “facelift” foi incorporado ao vocabulário dos automóveis para denominar as pequenas mudanças na aparência já conhecida dos veículos de uma determinada linha, e está chegando a vez do novo Ford Fusion 2017. Há dez anos no Brasil, um dos grandes Sedans, prometido pela Ford ainda neste ano de 2016 nos Estados Unidos e em rede nacional, o Fusion investe sua novidade na aparência da carroceria.

O facelift elaborou mudanças por dentro e por fora do veículo, trazendo faróis novos na dianteira e modernização dos para-choques. Com cromado e novas lanternas, a traseira também não ficou para trás nas mudanças. Se por fora há valorização da aparência, por dentro a Ford apostou em entretenimento trazendo o sistema SYNC 3, presente pela primeira vez no Brasil. O sistema SYNC 3 foi atualizado para se parecer, em termos de interface, com o Smartphone, facilitando o entendimento do motorista que já está familiarizado com o celular, além do alto desempenho para o comando de voz, tendo em vista a segurança de quem dirige. O Ford Fusion dará o estopim para o lançamento do sistema e em seguida estará disponível para toda a linha local. Para substituir a alavanca, o SYNC 3 ainda conta com um botão giratório que seleciona as marchas do câmbio!

Apesar do alarde da novidade, datas e preços fixos não foram divulgadas ainda, só estima-se que o Fusion chegue ao mercado agora, no segundo semestre de 2016. Estima-se que os preços variem entre R$ 114.400 para o 2.5 16V iVCT Flex, R$ 129.400 para o 2.0 16V GTDi Titanium, R$ 145.400 para o 2.0 16V AWD GTDi Titanium e R$ 149.900 para o 2.0 16V Hybrid Titanium, o que cabe na faixa de preço do consumidor local atual. A opinião geral de quem já teve o 2008, 2010 ou tem o Titanium 2016 é de que na faixa de preço não há outro carro que se iguale no mercado. Consumidores em potencial aguardam a pré-venda e se sentem felizes de terem a oportunidade de adquirir um veículo importado por um preço acessível, não só pela vaidade, mas também pela demanda globalizada.

Por Jean Carlos Weber Andrades

Ford Fusion 2017

Ford Fusion 2017


Primeiro modelo a receber o suporte ao sistema será o Escape 2017.

A Ford anunciou que a partir do Outono de 2017, todos seus carros com o Sync 3 de infotainment, virão com o Android Auto, sistema operacional Android feito especialmente para os carros.

Com isso, a Ford segue a tendência da maior parte das grandes marcas, que devem começar a utilizar o Android Auto também em 2017, e o primeiro modelo a receber o suporte ao sistema é o Escape 2017. A empresa, porém, foi uma das primeiras a se inscrever no serviço para poder disponibilizá-lo para seus consumidores.

Porém, a empresa não divulgou novas informações sobre o que deverá vir com o sistema, além da integração com o seu sistema  infotainment Sync.  Para aqueles que comprarem seu novo carro no final de 2016 e derem preferência a algum carro da empresa, já estará disponível uma atualização para que o sistema possa ser utilizado em seu carro.

Acirrando a concorrência, o sistema também deverá dar suporte ao CarPlay da Apple, serviço do concorrente, assim como nos smartphones, ao serviço do Google com o Android.

O Android Auto também irá garantir integração com os smartphones e tablets com Android 5.0 ou superior, com informações úteis de aplicativos como Google Maps, Play Music e, a princípio, outros aplicativos do Google, que vão oferecer integração na tela Sync dos automóveis.

Vale lembrar que o Android Auto começa a crescer somente agora. Anteriormente, apenas modelos da Hyundai tinham o sistema disponível, que agora deverá chegar às marcas Chery, Buick e GMC, Honda e Volkswagen. O destaque negativo fica para a Porsche, que ao menos por enquanto, não parece interessada em utilizar o aplicativo em seus automóveis.

No ano passado, a Ford já havia lançado o app Android Wear, que permitia aos consumidores da marca, encontrar e controlar seus carros elétricos e híbridos.

O crescimento do Android Auto junto do CarPlay da Apple, mostram uma tendência cada vez maior, de integração do SO Mobile, com automóveis e veículos em geral, integrando ainda mais, suas funcionalidades e agregando mais tecnologia e acessibilidade virtual aos donos desses carros.

Por Isis Genari

Android Auto

Foto: Divulgação


Nova geração da família de picapes Super Duty Série F foi lançada pela Ford e terá 3 opções de motorização.

A renomada empresa norte-americana fabricante de veículos automotores Ford  fez o lançamento do seu mais novo modelo, a nova geração da família de picapes Super Duty.

Essas picapes são caracterizadas como os modelos mais pesados e mais robustos da gama Série F, a qual possui, atualmente, três integrantes as conhecidas F-250, F-350 e F-450, as quais recebem atualizações nos seus estilos e nas suas tecnologias que já foram implementadas na best-seller da série, a F-150, e irão chegar com a promessa de ter uma eficiência ainda melhor, bem como maior performance. Um dos principais avanços da marca ficou por conta da do avanço que foi feito na estrutura da carroceria que é confeccionada por 95% de aços de alta resistência e alumínio, mudança esta que foi capaz de proporcionar uma redução de nada mais nada menos que 160 Kg no peso total da picape.

A geração da linha Super Duty está sendo divulgada pela Ford como a “mais forte, inteligente e capaz”, sendo que esta nova gama se destaca principalmente devido ao elevado nível de tecnologia embarcada inserida. Entre as principais novidades estão o sistema de entretenimento chamado SYNC 3 que possui uma tela belíssima de 8 polegadas, existe a presença de diversos pilotos automáticos adaptativos, detector de ponto cego, assistentes para auxiliar o condutor na mudança de faixas e nada mais nada menos que sete câmeras que ficam a disposição do condutor para realização do monitoramento de todos os ângulos existentes no veículo.

Com relação à motorização, a picape possui três opções distintas, sendo que a gasolina são oferecidas duas opções a com propulsor 6.2 V8 e o gigante propulsor 6.8 V10. A única opção movida a diesel é o motor 6.8 V8 da linha Power Stroke. Em todas as versões o câmbio é automático composto por seis velocidades. Contudo, dados relativos à potência, aceleração e consumo não foram divulgados oficialmente até o momento pela Ford.

Por Adriano Oliveira

Série F Super Duty

Série F Super Duty

Fotos: Divulgação


Ford Ka e Ka+ terão design mais turbinado e motor mais potente na linha 2016, além de novos itens de série.

O ano de 2016, que já se aproxima, virá com grandes novidades para quem gosta de um carro popular de design interessante e econômico como o Ford Ka.

Pelo que já foi informado pela montadora norte-americana, Ford, o Ka vai ganhar roupagens mais turbinadas e motor um pouco mais potente. Então, se você está na expectativa de trocar de carro, aguarde para ver o que o novo Ka terá para oferecer.    

Mas você já deve estar se perguntando: o que é o Ka+? A gente responde: Essa Ka+ é a versão superpotente e moderna do Ka na versão mais simples. O Ka+ virá com faróis para neblina; além de retrovisores com comandos elétricos; ancoragem ISOFIX para firmar bem a cadeirinha do bebê; sistema MyConnection para permissão de comando voz  por Bluetooth; entrada USB e suporte para GPS e/ou celular.   Porém, citar todos esses atributos do Ka+ não significa que no Ka 2016 será “pé duro”. Pelo contrário, estarão nele também itens como a cadeirinha ISOFIX e retrovisores elétricos, que antes não existiam nem na lista dos opcionais. Falando nisso, a Ford segue oferecendo também para a família Ka itens como ar condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos. Importante citar que o câmbio na tecnologia PowerShift, com transmissão  de cinco  velocidades.  

Nos novos Ford Ka permanecerão os motores 1.0 e 1.5 flexíveis, com opções de cavalos de potência de 110 (E) ou 105 (G).  

A variação de preço do Ford Ka, versão mais simples, como  o SE 1.0 será de  R$ 39.990 e o de SEL 1.5 será comercializado por  R$ 52.290, preços dentro da média para um carro que vai ganhar novas perspectivas, as quais, sem dúvidas, vão colocar o Ka e o Ka+ entre os preferidos para quem gosta de carro popular.  

Como estarão no mercado logo no primeiro semestre de 2016, dá tempo ainda de analisar se as condições financeiras darão para comprar o Ka ou o Ka+. Mas, seja qual for a sua opção, saiba que a Ford está fazendo de tudo para elaborar um projeto que vai lhe surpreender. 

Por Michelle de Oliveira

Ford Ka 2016

Ford Ka+ 2016

Fotos: Divulgação


Novo modelo chegará ao mercado com preço a partir de R$ 77.900.

O Ford Focus deixou de ser sedan e passa a se chamar Fastback, para quem não sabe o termo tem o objetivo de indicar os carros cuja linha do teto tem uma queda acentuada a partir da traseira, alguns exemplos de carros conhecidos com essa nomenclatura são o Ford Mustang e o Passat brasileiro.

A linha do teto do novo Focus Fastback não é tão acentuada como a dos exemplos citados acima, ela possui uma queda suave a partir da traseira, mas que garante um design moderno e elegante.

O Ford Focus Fastback possui motor de 4 cilindros, 2.0 flex com injeção direta de combustível e chegará ao mercado com o preço a partir de R$ 77.900,00.

De acordo com o fabricante, os primeiros dois mil compradores terão condições especiais de revisão, até os 30 mil km elas serão gratuitas.

Possui algumas versões como a SE Plus (R$ 79.900,00), a Titanium (R$ 87.900,00) e a Titanium Plus (R$ 96.900,00), esta última possui inclusive com sistema de estacionamento automático em vagas paralelas e perpendiculares, teto solar e banco do motorista com ajuste elétrico.

A tecnologia do novo Ford Focus Fastback é, sem dúvida, um dos diferenciais, com promessa de ótimo custo benefício,  o lançamento se encaixa nos tempos de crise, onde o valor do combustível não para de aumentar preocupando cada vez mais quem tem a intenção de comprar um novo carro.

A campanha de lançamento será estrelada pelo ator hollywoodiano Gerard Butler, ator conhecido mundialmente por inúmeros sucessos e que a marca acredita ser capaz de passar uma imagem descontraída que englobe esportividade e elegância com o intuito de atingir o público na faixa etária dos 35 anos que se consideram muito jovens para ter um sedan, carro conhecido de “tiozão”.

O Ford Focus Fastback chega ao mercado prometendo dar dor de cabeça aos concorrentes, só perde no quesito espaço no porta-malas, mas com tantos atrativos,  a intenção é que o comprador não repare nesse quesito.

Por Beatriz Duarte

Ford Focus Fastback

Ford Focus Fastback

Ford Focus Fastback

Fotos: Divulgação


Montadora precisou adaptar o estilo do carro ao gosto dos consumidores europeus, que não gostaram do modelo com o estepe externo e, agora, receberam o novo modelo sem ele.

O Ford EcoSport é um dos modelos crossover mais vendidos do Brasil. O principal atrativo do utilitário é o estepe acoplado a tampa traseira, que está presente no modelo desde seu lançamento. Porém, nem todos os países gostam e apoiam essa ideia. O novo modelo Ford EcoSport 2016 foi lançado na Europa, dessa vez sem estepe externo.

A montadora americana teve que adaptar o modelo ao gosto dos europeus, já que seu primeiro ano de venda no país foi um verdadeiro fracasso. Os consumidores europeus alegaram que o modelo possuía preço elevado para as poucas vantagens que oferecia.  

O design externo sofreu algumas alterações na qualidade do acabamento, um novo estilo de porta traseira, para-choque e posição da placa. O crossover teve o isolamento interno melhorado, impedindo que sons externos retirem a atenção do motorista.

Houve também uma melhora no sistema de molas e amortecimento, rebaixando o veículo em cerca de 10 mm, que é responsável por garantir menor impacto do veículo em estrada de chão, tornando a viagem confortável.  A direção elétrica e controle de estabilidade do veículo também foram alterados para que se adequasse as exigências europeias.  O painel de ferramentas e o volante também sofreram alterações em seu design. A versão Titanium agora possui revestimento em couro como item de série.

Quanto à motorização do veículo, o mesmo não sofreu grandes alterações. Apenas a versão com motor 1.5 alimentada a diesel sofreu aumento de potência, passando de 90 para 95 cv.

Após essas alterações, a Ford tem como objetivo principal aumentar o número de vendas do EcoSport na Europa. O SUV americano vendeu apenas 13 mil unidades na Europa durante o seu primeiro ano de vendas. Durante esse ano, a montadora tem como objetivo atingir a meta de 36 mil unidades vendidas em toda Europa. Posicionar o Ford EcoSport entre os modelos mais vendidos da Europa será um árduo desafio para a montadora estadunidense.

Por Wendel George Peripato

Ford EcoSport sem estepe

Ford EcoSport sem estepe

Fotos: Divulgação


A fabricação deste modelo deu-se pela parceria entre a Shelby e a Ford, baseada na nova versão do Mustang.

A Shelby é famosa no mundo automotivo por criar carros superesportivos e com potências de dar inveja a qualquer pessoa que goste de altas velocidades. E agora a montadora parceira da Ford lança seu novíssimo Super Snake 2015. Apesar das duas montadoras serem parceiras em diversos projetos, esse modelo foi feito de forma separada, mas é baseada na nova versão do Mustang, sendo ainda mais potente do que esse modelo.

Sua potência é de deixar qualquer maníaco por supercarros de queixo caído: com um bloco de 5.0 litros V8, sua capacidade máxima é de incríveis 750 cavalos!

Mesmo sendo um projeto individual, a Shelby aproveitou todo o know-how e itens diversos da Ford para compor o Super Snake 2015. Entre esses itens, estão o sistema de escapamento e melhorias na dirigibilidade e nas mudanças das marchas. O sistema de freios, agora Wildwood de seis pistões, também foi introduzido.

Pensando no desempenho, a Shelby ainda traz para esse modelo um sistema de arrefecimento de motor que foi melhorado. Visualmente, ele chama ainda mais a atenção, com rodas de aro 20 polegadas e peças feitas em fibra de carbono para compor um kit aerodinâmico completamente irreverente.

Entre os opcionais dessa nova versão do Super Snake, estão bancos completamente esportivos com cintos de cinco pontos, gaiola de proteção e o kit Katzkin.

Quem quiser adquirir a versão mais básica do Super Snake 2015 deve desembolsar US$ 49.900, que vem com faixas de corrida e distintivo do modelo. A potência é um pouco menor, alcançando os 650 cv.

Porém, quem está a fim de gastar um pouco mais e levar a versão top de linha, terá que pagar US$ 54.999, e leva o modelo com bloco mais potente, que gera os 750 cavalos. Além disso, vem com freios de quatro pistões na parte traseira, arrefecimento no diferencial e outros itens importantes para o desempenho do carro.

Por Felipe Villares

Super Snake 2015

Super Snake 2015

Fotos: Divulgação


Modelo vendido no Brasil foi um GT Premium automático com motor V8, que faz parte da coleção de 50 anos do Ford Mustang.

Carros importados estão sempre na lista dos mais cobiçados entre os brasileiros, isso não é nenhuma novidade, já que muitos dos mais luxuosos não são importados para o Brasil de forma oficial, dificultando sua compra. Um dos maiores exemplos, com certeza, é o Ford Mustang, seu primeiro exemplar acaba de chegar ao país por R$ 260 mil. Mas qual a melhor forma de importar um carro?

O modelo em questão foi importado pela empresa Direct Imports, que possui uma loja na Avenida Europa, onde as maiores lojas de motos e carros luxuosos estão localizadas. Segundo a empresa, a compra do Ford Mustang custou US$ 46.170, com todos os impostos somados (IPI, ICMS, PIS e Confins) o modelo foi vendido ao cliente final por R$ 260 mil.

O modelo adquirido é um GT Premium automático e faz parte da coleção de 50 anos do Ford Mustang, com motor V8 e com capacidade de gerar 441 cavalos de potência, além de realizar até 53,9 kgfm de torque. Essa edição é identificada pelos logos “GT 50 Years”.

A Direct Imports ainda diz que é possível importar qualquer carro dos Estados Unidos, desde que seja 0Km ou um modelo de coleção. Para realizar a compra o cliente deve pagar um sinal de 10% do valor total (em reais) e a partir daí, a empresa se responsabiliza por toda a documentação e a nacionalização do veículo.

Entre as marcas mais vendidas no Brasil, estão KIA e BMW, que possuem grande acervo de carros que não são trazidos para o país, diferente da Ford, em que apenas algumas exceções como o novo Mustang ainda deve ser apenas importado individualmente.

O modelo trazido pela DIrect Imports foi para apenas um cliente, portanto é único no Brasil por enquanto mas para os que ainda acham muito caro ou não tem condições de adquirir um veículo dessa maneira, ainda circulam os rumores de que a Ford trará o carro de forma oficial para o Brasil em 2016, fazendo com que as condições sejam ainda melhores para se adquirir um Ford Mustang.

Por Tom Vitor de Freitas

Novo Ford Mustang

Novo Ford Mustang

Fotos: Divulgação


Apenas 100 unidades do modelo serão lançadas em comemoração aos 50 anos de aniversário da versão.

O Mustang Shelby GT350 terá uma produção limitada a apenas 100 unidades que serão montados em comemoração aos 50 anos de aniversário da versão. O anúncio foi feito pela Ford no dia 28 de março. Dentre o total de carros (ano/modelo 2015) 63 unidades serão fabricadas na versão simples e 37 na versão GT350R (in memorian de seu idealizador Carroll Shelby); além disso, metade dessa pequena produção comemorativa será equipada com o “Technology Package” cujos os diferencias estão no menor peso, suspensão e molas de corrida, além do seletor de modo de direção; a outra metade com virá o “Track Package” que, dentre outros itens, contará com bancos de couro com comandos elétricos, ar-condicionado duas zonas e central multimídia touchscreen Sync.

A famosa história de 5 décadas do modelo foi escrita com sucesso em suas participações em diversos filmes, além de competir em corridas automobilísticas, em sua primeira versão datada do ano de 1965, sendo inclusive homologado pela FIA – Federação Internacional de Automobilismo. O mesmo competiu em inúmeras corridas ao redor do mundo (Nascar, Sports Car Club of America e as 24 Horas de Le Mans).Vale ressaltar que igualmente a essa edição comemorativa aquela versão de corrida também foi produzida em quantidade bem reduzida.

A versão simples do Mustang, que não contará com as duas faixas laterais como a versão GT350R, contará com um poderoso motor de 520 vcv, V8 de 5.2 litros. O GT350R que também será para uso cotidiano, porém não deixará de apresentar características de um carro de corrida, contará com um eficiente kit aerodinâmico e um potente motor que supera os 500 cv. Além disso, virá acompanhado de diferencial de derrapagem limitada e transmissão de 6 marchas manual (câmbio Tremec). Ambas as versões só estarão à venda no final do ano.

Sem dúvida alguma, como no passado, o Mustang GT350, em suas duas versões, fará muito sucesso ainda que não de poucos agraciados. Para os fanáticos da máquina, que não puderem adquirir um exemplar, restará a nostálgica saudade, mas fazer o quê? Como afirma o dito popular “o que é bom dura pouco”, ou melhor, se fabrica pouco.

Por Édson Dassib

Ford Mustang Shelby GT350

Ford Mustang Shelby GT350

Fotos: Divulgação


Confira as novidades e características da nova versão

Foi lançada pela montadora de veículos Ford, uma nova versão do famoso EcoSport, o lançamento dessa nova versão ocorreu, principalmente, para fazer frente ao lançamento dos principais concorrentes do veículo, que são o Honda HR-V e o Jeep Renegade. Batizada com o nome de EcoSport Plus 2.0 PowerShift, essa nova versão do modelo tem como principal atrativo o fato de trazer itens que anteriormente só poderiam ser encontrados na versão mais topo que era a Titanium, tais como, 6 airbags e bancos com revestimento totalmente em couro.

Para quem ficou animado com esse aumento nos acessórios dessa nova versão, o veículo ainda traz de série direção elétrica, controle de tração e estabilidade, assistente para partida em rampa, computador de bordo, piloto automático, ar-condicionado, controle de estacionamento na parte traseira, rodas de liga leve aro 16 e o incrível sistema multimídia SYNC, o qual permite que o condutor do veículo ligue para o resgate em caso de emergência por meio de um simples comando de voz.

O preço de mercado dessa grande novidade será o mesmo da versão Freestyle 4WD equipada com câmbio manual, ou seja, R$ 82.900.

Com relação à motorização este SUV será comercializado com um motor 2.0 de potência de até 147cv e transmissão de dupla embreagem automatizada com seis velocidades.

Com esse lançamento a Ford irá tentar encarar de igual para igual o Honda HR-V nas versões EX e ELX, as quais têm preços de R$ 80.400 e R$ 88.700, respectivamente, bem como o Renegade Longitude 1.8 Flex que tem o seu preço sugerido de R$ 80.900, sendo que também não podemos esquecer o Renault Duster que na sua versão Dynamique 2.0 4X4 com câmbio manual é vendido por R$ 78.490.

O certo é que essa é mais uma aposta da Ford, aposta esta que depende muito dos amantes e adeptos da marca aqui no Brasil, haja vista que os concorrentes são de peso. 

Por Adriano Oliveira

Ford EcoSport Plus 2.0 PowerShift

Ford EcoSport Plus 2.0 PowerShift

Fotos: Divulgação


Confira as características e novidades do modelo

A montadora americana Ford apresentou ao público durante o evento Salão de Nova York, seu novo modelo o Galaxy 2016. O modelo é espaçoso, refinado e possui alta tecnologia. Além disso, possui dianteira semelhante ao modelo Aston Martin. 

O modelo apresenta design diferenciado, contando com grade e faróis sofisticados. Internamente o Galaxy 2016 é bastante espaçoso, e pode acomodar até sete passageiros adultos sem que haja problemas.  Os assentos do modelo são completos e contam com apoio para os braços e porta objetos. Além disso, os assentos dianteiros contam com tecnologia Ford Multi Contour que garante maior conforto.  A tecnologia Ford Multi-Contour possui função de massagem, que é projetado para reduzir a fadiga muscular durante o trajeto de longas viagens. O encosto de cabeça dos bancos dianteiros pode ser ajustado tanto para cima, para baixo, para frente e para trás. 

O modelo é ideal para quem busca segurança, já que conta com uma série de ferramentas que ajudam o motorista a estacionar de forma adequada e evitar colisões. Um exemplo disso é o sensor acoplado ao modelo, que exibe imagens em um ângulo de 180º. 

O Ford Galaxy 2016 possui airbags laterais e frontais em todo o veículo, controle de estabilidade, aviso para mudança de faixa, sensor pré-colisão, limitador de velocidade, entre outras funções.  O painel de instrumentos tradicional utilizado em modelos antigos, agora possui tela digital de 10 polegadas, que conta com velocímetro analógico e conta giros. Os usuários podem personalizar as configurações de gráfico e vídeo, para que haja uma experiência personalizada.

Outro ponto positivo é o ajuste automático de brilho segundo a iluminação ambiente. 

O Ford Galaxy 2016 deve chegar ao mercado ainda esse ano, e deve possuir versões com diferentes motorizações. As opções a gasolina são: EcoBoost 1.5 e Ecoboost 2.0, que devem gerar 160cv e 240, respectivamente. E diesel, sendo: TDCI 2.0 e biturbo TDCI 2.0.

Por Wendel George Peripato

Ford Galaxy

Ford Galaxy

Fotos: Divulgação


Novo modelo luxuoso e atraente será lançado em 2016

Os Ford Lincoln eram sinônimo de elegância e conforto durante a década de 60. A Ford tem investido em lançar um sedan de luxo, o Lincoln Continental 2016, que foi apresentado oficialmente durante o Salão de Nova York. Segundo a empresa, o novo conceito representa o futuro dos modelos luxuosos. Além disso, a montadora afirmou que o modelo é direcionado para o mercado americano e chinês, onde pretende ter um maior número de vendas.

Modelos da série Lincoln já foram usados por estrelas internacionais e presidentes americanos, o que remete aos consumidores uma certa nostalgia. O modelo promete ser clássico, luxuoso e contar com novas tecnologias.

O modelo possui grade em alumínio polido, tendo no centro o emblema Lincoln cercado por estrelas. As maçanetas do veículo são praticamente imperceptíveis, basta um toque e as portas se fecham com facilidade. Os faróis possuem tecnologia LED e utilizam laser para melhorar a visibilidade em locais neblinosos. Além disso, quando o motorista se aproxima do veículo o modelo pisca as lanternas em forma de saudação. Os assentos podem ser ajustados em trinta direções, e se adaptam ao corpo do passageiro. Outra vantagem do modelo, é que os assentos traseiros podem reclinar-se, utilizando apenas um botão.

O coração do modelo contará com um motor 3.0 V.6 EcoBoost, que deve ser exclusivo do conceito Lincoln Continental 2016. Além disso, o modelo contará com caixa de câmbio automática com seis velocidades e tração nas rodas dianteiras, que deve gerar um ganho na economia de combustível.

O novo conceito deve permitir ao usuário três formas de pilotagem, sendo elas: normal, desportiva e conforto. O motorista só precisa escolher qual sua preferência, por meio do Lincoln Driver Control.

O Lincoln Continental 2016 é um veículo extremamente lindo e moderno, que contará com um poderoso motor, assim como os outros modelos que levam o nome. O preço do modelo ainda não foi anunciado, mas ao que tudo indica o sedan luxuoso deve possui preço maior que de seus concorrentes.

Apesar de ter sido apresentado como um conceito, a montadora Ford afirma que o modelo deverá ser comercializado em 2016.

Por Wendel George Peripato

Ford Lincoln Continental 2016

Ford Lincoln Continental 2016

Fotos: Divulgação


Nova ferramenta de segurança faz a leitura da sinalização fazendo com que a velocidade do carro fique de acordo com a estabelecida pela via

O surgimento de novas tecnologias automobilísticas está proporcionando inovações surpreendentes em segurança.

A cada  dia ou a cada lançamento de um novo carro, seus acessórios vêm surpreendendo o público, gerando uma confiabilidade ainda maior na compra de  um carro moderno que oferece mais segurança.

Uma tecnologia chamada “Cruise Control”, que  reduz a  velocidade ou controla  a velocidade do automóvel de acordo com o trânsito.

É isso que a montadora Ford apresentou na segunda-feira, 23 de março, na Alemanha, um limitador de velocidade inteligente que reconhece placas de  trânsito e  identifica a velocidade máxima da pista.

O sistema é equipado com uma câmera na dianteira do veículo, responsável pela leitura da sinalização, assim fazendo com que o a velocidade do carro seja de acordo com a estabelecida pela via.

Essa  redução ou desaceleração ocorre  com a  diminuição da alimentação  do  combustível, os  freios não são acionados, o que  garante  a  suavização da  redução. Se o trecho  for em  descida, um alarme é disparado.

O sistema limitador inteligente de velocidade terá sua estreia no novo S-MAX europeu, que  também oferece outras tecnologias avançadas.

Outras características adaptativas do novo sistema é a reprogramação que acontece automaticamente, isto é, se o veículo entra em uma via cujo limite é menor do que aquela que ele estavam, procede-se com a  redução. E se ele entrar em uma via cujo limite é maior do que ele estava é também estipulado o aumento (neste  caso a  aceleração é feita pelo próprio motorista).

O sistema de  navegação GPS também é integrado ao novo equipamento, em vias onde são mapeadas as  velocidades máximas o veículo automaticamente ajusta os parâmetros do limitador de  velocidade.

Caso o motorista deseja desativar momentaneamente o sistema, basta pisar firmemente no acelerador. O dispositivo também se comunica com o controle eletrônico de aceleração (cruise control) e ajusta os  valores programados dentro dos limites de velocidades reconhecidos.

Esta tecnologia deverá ser empregada em  breve em  outros modelos da  Ford, inclusive podendo chegar ao Brasil em versões mais caras de alguns veículos.

Por André Escobar

Limitador de velocidade da Ford

Foto: Divulgação


A montadora Ford Motor Company apresentou no evento Salão de Genebra o seu novo conceito, o Ford Ecosport S. A versão do modelo deve ser fabricada e vendida em território europeu ainda em 2015. O modelo que é sucesso de vendas em território brasileiro, parece não agradar a maioria dos consumidores do velho continente. Pensando nisso, a Ford criou a versão modificada do modelo. 

O Ecosport S contará com a opção de não possuir estepe acoplado a tampa. Nesse caso, a empresa foi obrigada a modificar o interior do veículo para que o estepe tivesse lugar. Além disso, o para-choque também foi alterado mantendo a pintura cinza como os modelos nacionais.  O design interno do veículo também recebeu modificações positivas. O painel de instrumento recebeu novo design, tendo as bordas em cromado. O sistema de navegação conta com display de 4 polegadas, considerado um bom tamanho para que o motorista possa visualizar. Na versão premium, o modelo recebe assentos revestidos em couro.

Buscando aprimorar a qualidade de direção do veículo, a empresa aplicou um novo modelo de suspensão, o que acarretou a diminuição de 1 centímetro do solo. A qualidade de transmissão também foi melhorada, garantindo um aumento no torque. O modelo também possui um novo pacote acústico e plásticos emborrachados, o que evita que os ruídos do ambiente externo tirem a atenção do motorista. A direção elétrica do modelo sofreu alterações, nesse quesito o modelo ficou parecido com o hatch New Fiesta.

O modelo possui motor ecológico, que emite menos gases poluentes a atmosfera. O SUV Ecosport S é conhecido no país por ser a versão econômica do modelo, porém na Europa a versão pode ser considerada um esportivo.

A versão recebeu um novo tom de azul, conhecido como Deep Impact Blue. A Ford acredita que as modificações no modelo, farão com que suas vendas cresçam no continente. Entre novembro de 2013 e abril de 2014, a Ford vendeu apenas 11.257 unidades na Europa. A previsão de vendas para 2015 é de 36 mil unidades.

Por Wendel George Peripato

Ford Ecosport S europeu

Ford Ecosport S europeu

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: