Renault Sandero 2020 será reestilizado e promete agradar a muitos consumidores.

A linha Renault Sandero de 2020 vai trazer uma mudança bem interessante para essa linha, que será sua nova traseira. Essa decisão da marca vai agradar a muitos usuários que queriam uma mudança significativa na parte do design desse carro. Além disso, a Renault quer fazer com que sua nova versão seja bem parecida com suas rivais que são: Hyundai HB20 e Fiat Argo, que por sinal tem um grande número de vendas. Veja abaixo todas as novidades sobre a Renault Sandero 2020.

Renault Sandero muda traseira e alguns detalhes para brigar com a concorrência

A marca Renault decidiu fazer algumas mudanças em seu novo lançamento, que é o Renault Sandero 2020. E alguns fatores foram cruciais para que essa decisão fosse tomada. A primeira foi deixar esse carro à altura de seus dois maiores concorrentes, que foram citados acima. O segundo motivo foi agradar a alguns usuários que não estavam felizes com o design da versão anterior. É certo afirmar que a marca não podia ter uma decisão melhor que essa, e que as chances de as vendas desse modelo serem grandes são certas.

Mudanças também na parte dianteira do Renault Sandero 2020

As mudanças do novo carro da Renault não param na parte traseira. Ele também vai sofrer alterações na parte da frente. E elas poderão ser vistas no:

– Capô

– Faróis

– Luzes diurnas de LEDS

Essas mudanças serão bem positivas também e farão toda diferença no design desse carro. Pois quem olhar essa nova versão, vai reparar que ela está bem harmoniosa e com uma cara bem moderna. Isso ajuda a impulsionar as vendas e trazer maior visão para a marca. A Renault está apostando suas fichas nessa mudança e acredita que o sucesso será certo.

Conheça o motor do Renault Sandero 2020

Outro fator que vai agradar bastante os usuários desse carro, é o seu motor. Além da opção 1.0, que é encontrada na versão de entrada, o usuário terá a opção do motor 1.6 na versão top de linha. Esse motor consegue fazer q potência máxima de 118 cv, o que é considerado alto para muitas pessoas. Já o seu torque é de 16 kgfm. A transmissão é CVT, a mesma que vem equipada o Duster e Captur, além do câmbio manual com 5 velocidades.

Informações sobre a parte interna

A parte interna desse carro a princípio vai seguir a mesma forma da versão anterior. Mas a marca pretende deixar ela bem confortável e bem funcional. Isso mostra que a Renault Sandero 2020 vai investir em alguns itens de série e também na modernidade da parte interna. Nesse caso, os usuários podem se manter tranquilos em relação a parte de conforto e conectividade.

Carro com design chamativo

Esse novo modelo sofrerá algumas mudanças na parte externa, por isso ele vai se tornar mais chamativo. Sua beleza será mais destacada e por isso sua valorização será bem maior. Sendo assim, esse novo modelo da Renault se torna uma ótima opção de compra.

Informações sobre valores desse modelo

Não existe informações concretas sobre o valor do novo lançamento da Renault. Porém, acredito que não será nada fora do esperado. Principalmente porque a marca não quer ficar atrás de seus dois maiores concorrentes. Sendo assim, os consumidores não precisam se desesperar com essa informação. E caso queira ter noção de valores, basta avaliar o valor dos concorrentes e colocar um valor um pouco acima, que já consegue chegar na média de preço desse carro.

Conclusões finais sobre o Renault Sandero 2020

Tudo indica que a Renault está jogando as cartas certas. Porém, algumas pessoas não vão concordar com tais mudanças. Mais acredito que a grande maioria vai adorar as mudanças feitas!

Escrito por Cristiane Amaral


O destaque do Renault Fluence 2018 são as luzes diurnas de LED que marcam seu visual impactante, um conjunto frontal de presença para seus consumidores.

O ano de 2018 começou e também o lançamento de novos modelos de veículos para chamar atenção das pessoas para trocar de carro.

Nesta época do ano as concessionárias, revendedores sempre estão com ofertas e promoções de veículos e a exposição dos modelos do ano 0 Km.

Neste artigo vamos trazer um modelo Sedan que tem chamado a atenção de pessoas que gostam desse estilo, um carro espaçoso e voltado à família. O substituto do Mégane Sedan, o Renault Fluence.

Sedan com linhas elegantes

O Renault Fluence está presente no Brasil desde 2010. Sua mecânica está atrelada ao esforço da união da empresa francesa e a Nissan, foi desenvolvida a partir de um projeto global de engenharia entre as montadoras.

A proposta do Renault Fluence e apresentar um Sedan com linhas elegantes e arrojadas que proporcione uma experiência aos seus proprietários que marque onde passe.

Fluence 2018

O destaque do Renault Fluence são as luzes diurnas de LED que marcam seu visual impactante, um conjunto frontal de presença para seus consumidores.

Em 2018 a montadora resolveu investir nos itens de conforto como diferencial do modelo Sedan. Os itens que trazem este diferencial são os sensores de chuva e luz, além deles, o ar condicionado dual zone e seu volante com ajuste de altura e profundidade.

Completam os itens de conforto o sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, o painel digital e a central multimídia com conexão bluetooth.

A central multimídia impressiona com sua tela de 7” com sistema de navegação, câmera de ré e também a possibilidade de conexão com Smartphones para realizar chamadas.

Desempenho e Performance

O Sedan Fluence da Renault está equipado com um motor 2.0 de 16V Flex. Proporciona um desempenho e performance com 140cv de potência com gasolina e 143cv de potência com etanol.

Sua transmissão é dotada com câmbio CVT de 6 marchas com opção de trocas manuais, um detalhe é que pode ser inserido em todas as versões.

Pontos Positivos e Negativos

O Fluence esbanja conforto em todas as suas versões, possui porta-malas espaçoso com 530 litros para guardar as bagagens de toda a família e seus itens de conforto que citamos completam o requisito conforto.

Os pontos negativos são voltados para o teto baixo que podem incomodar seus passageiros no banco traseiro e o seu GPS só pode ser programado via controle remoto, não há opção para atualização de outra maneira.

Versões e Preços

As versões são Fluence 2.0 16 Dynamique (Flex), Dynamique Plus X-Tronic e Privilege X-Tronic. A versão Dynamique atualmente pode ser comprado por R$ 99.350 e R$ 108.300 na versão Privilege.

Dimensões

O Fluence tem dimensões dignas de um Sedan de Luxo com 1.470 mm de altura, 1.810 mm de largura e 4.620 mm de comprimento, pesando 1.369 Kg, seu tanque de combustível comporta 60 litros, a distância entre eixos é de 2.700 mm com porta-malas de 530 litros e espaço interno para 5 passageiros.

Conforto e Segurança

No requisito conforto e segurança o Renault Fluence tem notas altas. O conforto começa com ar-condicionado dual zone, opção de ar quente, piloto automático para economia e melhor aproveitamento do motor, travas elétricas, trio elétrico, volante com ajuste de altura e direção elétrica.

A segurança está presente com os airbags laterais, do motorista e passageiro, bem como alarme, controle de tração e distribuição eletrônica de frenagem e freios ABS. Os freios são 4 discos sendo dois deles ventilados.

Entretenimento

Para completar e proporcionar a melhor experiência ao seu proprietário possuí central multimídia com navegação GPS, som com CDPlayer com MP3, entrada USB e Rádio FM, além de conexão bluetooth para conexão com smartphones para chamadas telefônicas.

Gostou das opções que a Renault trouxe com o Fluence para 2018? Procure uma concessionária e peça um teste drive para comprovar e ter a experiência de conforto que este carro oferece.

Por Marcio Ferraz

Renault Fluence 2018

Renault Fluence 2018


O modelo oferece bastante conforto ao motorista, é robusto e tem a maior capacidade de carga do mercado.

O modelo Kangoo 2018 da Renault possui portas traseiras assimétricas e vem com opção de porta lateral, essa opção facilita a carga e descarga de mercadorias no dia a dia.

É um modelo robusto que tem a maior capacidade de carga do mercado. Ele é forte, resistente e possui capacidade de carga de até 800Kg e tudo isso sem deixar de lado a economia.

O modelo oferece bastante conforto ao motorista, tem faróis com regulagem elétrica e com comando interno para o motorista obter mais segurança na hora de dirigir, além disso, ainda em relação à segurança, ele tem airbag e freios ABS de série e barra dupla de proteção para o motorista.

Entre os itens opcionais estão o ar-condicionado; direção hidráulica; travas elétricas e vidros elétricos dianteiros.

Os equipamentos disponíveis no modelo são: apoios de cabeça com regulagem de altura nos bancos dianteiros; parte interna com acabamento em plástico; air bag duplo; ar-condicionado; ar-quente; barra de proteção dupla para o motorista; regulagem de altura também para o banco do motorista; grade tubular contra invasão de carga; a lateral das portas também tem barras de proteção; centros retráteis no banco dianteiro com 3 pontos; brake light; cinzeiro; freios ABS; parte interior central na dianteira com iluminação; lente dos faróis em policarbonato; lente do pisca em policarbonato; limpador de para-brisa; painel com luz de advertência para porta aberta; direção hidráulica; Luz traseira de marcha ré; porta lateral deslizante porta-luvas; porta-objetos; fixação do estepe; fixação do macaco sob o assoalho; teto da cabine com forração; hodômetro parcial digital e total ; apoio de braço nos painéis das portas dianteiras; porta-garrafas; o para-choque dianteiro é na mesma cor do veículo e preto, para-choque traseiro preto; porta-documentos no para-sol do motorista ; pisca-alerta no console central; compartimento de carga com pontos de fixação; proteção na cor cinza das portas traseiras; faróis com comando interno e com regulagem elétrica; relógio; retrovisor externo com dupla visão; retrovisor externo com regulagem manual; roda com aro de 14″ de diâmetro; a tampa do tanque de combustível vem com chave; a porta lateral corrediça vem com trava de segurança contra abertura interna; vidros elétricos e verdes; alarme; tapete; travas elétricas; sensor de estacionamento e grade divisória integral.

O modelo vem em duas versões: a versão Express com motor 1.6 16V (Flex) no valor de R$ 55.800,00 e a versão Express com motor 1.6 16V (Flex) que vem com porta lateral no valor de R$ 62.670,00.

A Renault está disponibilizando o modelo Kangoo 2018 nas seguintes cores: Prata Étoile, Branco Glacier e Cinza Quartz

Veja abaixo a ficha técnica:

Motor

Motor: 1.6

Aceleração (0 a 100km/h): 12,5 s

Velocidade Máxima (km/h): 161

Cilindrada em cm3: 1.598 cm3

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484): Potência de 98 cv com o uso de etanol e potência de 95 cv com o uso de gasolina.

Potência Máximo Líquido (ABNT NBR 5484): 15,3 kgfm com o uso de etanol e 15,1 kgfm com o uso de gasolina.

Tipo de transmissão: manual de 5 marchas

Tipo de Tração: dianteira

Tipo de freios: 2 freios à disco com 2 discos ventilados

Tipo de direção: Mecânica

Suspensão dianteira: Suspensão tipo McPherson com barra estabilizadora, molas helicoidais e roda tipo independente.

Suspensão esquerda: Suspensão tipo trailing arm e suspensão traseira com barra estabilizadora, molas torção e roda tipo independente.

Rodas: roda com aro de 14″ de diâmetro

Capacidades

Tanque: Capacidade de 52 Litros

Dimensões

Comprimento: 4.010 mm

Largura: 1.672 mm

Altura: 1.860 mm

Distância entre eixos: 2.600 mm

Peso 1075 Kg

Nº de ocupantes: 2

Segurança

Alarme

Airbag do motorista

Airbag do passageiro

Freios ABS

Por Lorena Ruiz

Renault Kangoo 2018


Uma das principais armas do Kwid 2018 para bater seus concorrentes é o preço bastante acessível, haja vista o preço sugerido partir de R$ 29.990 podendo chegar a R$ 39.990 na versão mais equipada.

Uma das grandes novidades do mercado de automóveis brasileiro é a chegada do Renault Kwid 2018. Trata-se da principal aposta da Renault para a categoria de populares, que também terá o objetivo de trazer melhores resultados para a marca francesa aqui no Brasil. Vale destacar que essa novidade chega para substituir o Renault Clio. Uma das principais armas do Kwid 2018 para bater seus concorrentes é o preço bastante acessível, haja vista o preço sugerido partir de R$ 29.990 podendo chegar a R$ 39.990 na versão mais equipada.

Com três versões disponíveis Life, Zen e Intense essa última conta com uma grande quantidade de itens de série. Em comum para todas as versões você irá encontrar o sistema Isofix para fixação de assentos infantis no banco traseiro, airgbags frontais e laterais além de freios ABS com EBD.

Vale destacar que até o final de 2017 as vendas do Kwid 2018 serão realizadas apenas através de pré-vendas na internet. Além disso, através da pré-venda o cliente irá ganhar como brinde as três primeiras revisões de graça além de três anos de garantia.

O motor presente no Kwid 2018 é o 1.0 de três cilindros bastante econômico e muito ágil. A Renault ainda se preocupou em equipar o automóvel com suspensão elevada com o objetivo de melhorar a transposição de buracos, lombadas além de outros obstáculos. Em relação aos seus principais concorrentes no mercado, o Kwid 2018 trás como novidade pneus estritos para economia, ângulos de entrada e saída grandes, além de um design simples e funcional que promete agradar bastante àqueles que estão em busca de um modelo com preço acessível.

Itens de série

A versão de entrada, Kwid Life, chega com os seguintes itens de série: banco traseiro inteiriço, airbags laterais, indicador de marchas e condução, duplo airbag, freios ABS com EBD, rodas de aço com três parafusos, direção com assistência mecânica, espelho de cortesia no passageiro, abertura interna do porta-malas, desembaçador do vidro traseiro, para-choques na mesma cor da carroceria, além de outros itens.

Já o Kwid Zen, versão intermediária do lançamento, ainda adiciona os itens: alerta sonoro para faróis acesos, direção com assistência elétrica, vidros dianteiros elétricos, ar-condicionado manual, conexão Bluetooth, as quatro portas possuem travamento elétrico, sistema de rádio AM/FM equipado com MP3, dois alto-falantes, entradas USB e auxiliar, porta-malas com revestimento interno, as faixas laterais são exclusivas, dentre outros itens.

A versão Kwid Intense, a mais equipada da linha, possui os itens das versões já citadas além de: espelhos retrovisores com acabamento na cor preto brilhante, faróis de neblina cromados, maçanetas na cor da carroceria, computador de bordo, retrovisores equipados com ajustes elétricos, painel de instrumentos com conta-giros, central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque (com várias ferramentas), câmera de ré, rodas de liga leve 14 polegadas, entre outros itens.

Preços

Confira abaixo a tabela de preços sugeridos do Renault Kwid 2018:

· Kwid Life 1.0: R$ 29.990

· Kwid Zen 1.0: R$ 35.390

· Kwid Intense 1.0: R$ 39.990

Motor

Sob o capo do Renault Kwid 2018 está o motor 1.0 SCe com três cilindros. Esse motor dispõe de 66 cv quando abastecido com gasolina e 70 cv quando o tanque está com etanol, sempre a 5.500 rpm. Em relação à transmissão, a mesma pe sempre manual de cinco marchas. Um detalhe interessante é que o propulsor 1.0 SCe é o mesmo encontrados nas linhas Sandero e Logan, sendo que a versão do Kwid ganhou mudanças de forma a deixá-lo mais leve e diminuir seu custo.

Com o objetivo de diminuir os custos de fabricação com o motor, a Renault retirou o sistema de duplo comando de válvulas variável. Outro item eliminado foi o coletor de escape integrado ao cabeçote.

Por Bruno Henrique

Renault Kwid 2018

Renault Kwid 2018


A Renault, para o modelo Logan do ano de 2018, resolveu caprichar para assim deixar o automóvel com caraterísticas para colocá-lo de vez na competição pela liderança das vendas.

Os lançamentos da montadora Renault são sempre muito aguardados pelos consumidores brasileiros e para quem está na expectativa do lançamento do novo Logan 2018 com motores novos. Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre o possante da Renault que vai impressionar você.

A Renault, para o modelo Logan do ano de 2018, resolveu caprichar para assim deixar o automóvel com caraterísticas para colocá-lo de vez na competição pela liderança das vendas. Então vamos lá. Conheça o Novo Logan 2018 e tire suas próprias conclusões.

Para começar vamos falar do espaço interno do Logan que está mais amplo para dar mais conforto aos seus ocupantes. Além disso, o design interno também passou por algumas modificações, se apresentando mais requintado e elegante.

Assim, com um interior mais espaçoso, confortável e bonito a fabricante espera que isso chame a atenção e mais consumidores desse mercado onde são nos detalhes que se ganha a concorrência dos clientes.

Mas além de conforto e espaço os consumidores esperam por inovações tecnológicas e, pensando nisso, a Renault também investiu bastante nessa área e as novidades prometem agradar muito.

A grande novidade da linha de 2018 fica por conta de uma série especial, a Expression Advantage que vem equipada com rodas de liga leve, central multimídia, câmera para ré, sensor para estacionamento, além de trio elétrico.

Já falando de sua motorização temos um motor 1.2 de 12 V e três cilindros que possui uma potência de 82 cavalos. O comprador poderá contar com duas opções de câmbio, sendo elas câmbio manual ou câmbio automático. Os bancos de condutor e passageiros são equipados com Air bag. Os freios são de ABS. O carro possui um sistema de alerta para o uso de cinto de segurança, o vidro traseiro possui desembaçador e os vidros dianteiros são elétricos. As portas possuem travas elétricas e ar-condicionado. O veículo é equipado com a Tecnologia ESM e conta com o Sistema CAR. O tanque possui a capacidade máxima de 50 litros de combustível e o porta-malas comporta até 510 litros.

Gostou do Novo Logan Renault 2018? As novidades não param por aí, pois a marca resolveu investir nas versões do modelo, sendo uma delas com um motor ainda mais potente, o 1.6.

Veja abaixo as versões e seus respectivos valores para o ano de 2018:

– Logan Authentique 1.0: Saindo por R$ 46.300,00;

– Logan Expression 1.0: Saindo por R$ 48.200,00;

– Logan Expression 1.6 – Série Especial: Saindo por R$ 52.750,00;

– Logan Expression Avantage 1.6: Saindo por R$ 53.300,00;

– Logan Dynamique 1.6 SCe Série Especial: Saindo por R$ 56.400,00.

Além de veículos bonitos, confortáveis e potentes os consumidores têm buscado mais do que nunca por carros que sejam mais econômicos. Pensando nisso as montadoras têm investido cada vez mais nesse ponto. Assim, a cada ano surgem veículos mais eficientes quanto econômicos.

Assim, se você gostou do Logan 2018, só falta saber do seu consumo médio de combustível, vamos lá.

Na cidade, o Logan possui uma rodagem de 9,5 km por litro, quando abastecido com álcool. Já com gasolina ele faz 14,2 km por litro.

Já para quem pega muito a estrada o Logan faz 9,6 km por litro quando bastecido com álcool e 14,1 km por litro com gasolina.

E quem se preocupa com os valores de manutenção e revisão, a Renault oferece um plano pelo valor de R$ 3.865 que dá direito a troca de correias ou ainda 4 anos de fluido de freio e fluido de arrefecimento. Também haverá a oferta de pacotes fechados para a realização e revisões, onde o cliente vai pagar um determinado valor para cada pacote de revisões.

Por Sirlene Montes

Renault Logan 2018

Renault Logan 2018


Modelo oferece um bom espaço interno para o motorista e passageiro tanto na largura como em sua altura permitindo uma acomodação adequada para pernas de seus ocupantes.

A situação econômica complexa pela qual passa o país na atualidade leva à busca de alternativas populares para aquisições pelos brasileiros em diversos setores como, por exemplo, o automotivo.

Neste caso, uma das melhores indicações é o veículo popular Renault Sandero 2018 que chega às concessionárias de todo o Brasil proveniente de um projeto nacional originário na plataforma BO desta empresa delimitada cujos detalhes serão abordados em seguida neste artigo.

Dados técnicos sobre Renault Sandero 2018

Uma das melhorias relevantes apresentadas no novo Renault Sandero 2018 consiste nos componentes abaixo do seu capô que contam com motor SCe de 1.0 litros com três cilindros e de 1.6 litros com quatro cilindros.

De forma inovadora, foi adicionado neste modelo o motor F4R 2.0 litros de 16 válvulas com possibilidade de programação esportiva em dois modos em um câmbio de seis marchas que consegue chegar, neste caso, a uma potência de no máximo 150 cavalos.

Ao considerar sua caixa de transmissão, de maneira específica, este modelo possui modelo CVT X-Tronic o qual oferece aos seus motoristas muito mais conforto e economia durante a sua condução determinada deste modelo da Nissan.

Com relação aos seus componentes mecânicos, existe a expectativa de que as próximas melhorias vinculadas com o Renault Sandero 2018 sejam itens como direção elétrica, sistema de start – stop como elemento de série além da partida a frio sem uso de tanquinho para sua adoção específica.

Informações visuais relacionadas com o Renault Sandero 2018

O visual externo do Renault Sandero 2018 vai possuir a mesma carroceria já conhecida, mas com o aspecto estético típico deste modelo que roda nas cidades europeias.

Suas dimensões físicas são volumosas com 4,06 metros de comprimento, 1,53 metros de altura, 1,73 metros de largura e, ainda, 2,59 metros quanto à sua distância entre eixos possuindo porta-malas com capacidade para receber até 320 litros de bagagem em seu interior.

Apresenta um capô que contém amortecedor o qual permite manter sua tampa devidamente levantada sem auxílio de haste do tipo metálica além do bagageiro com tampa lisa e protetor traseiro.

No exterior deste modelo de automóvel é possível verificar, ainda, para-choque com molduras diferenciadas, retrovisores em um estilo destacado, faróis duplos além de friso cromado com grade no formato de U.

Principais pontos destacados no interior do Renault Sandero 2018

No seu interior, o Renault Sandero 2018 prima pela simplicidade e conforto possuindo bancos confortáveis, ar condicionado do tipo simples ou automático, difusores de ar tanto em suas laterais como na região central do veículo.

Oferece, também, um bom espaço interno para o motorista e passageiro tanto na largura como em sua altura permitindo uma acomodação adequada para pernas de seus ocupantes.

Do ponto de vista tecnológico conta com algumas opções interessantes como volante multifuncional que permite a realização de ajustes de mídia em sua coluna de direção especificada além de rádio do tipo 2DIN.

Conta, ainda, com um sistema de multimídia – chamado MediaNav – que apresenta uma tela de 7 polegadas o qual possui um GPS com dados do trânsito além de informações relacionadas com a viagem executada e o desempenho do veículo em consideração.

Preços para aquisição do Renault Sandero 2018

Ao considerar os preços que são solicitados para quem pretende adquirir um Renault Sandero 2018 as suas limitações relacionadas com as versões ofertadas são as seguintes:

· Renault Sandero Authentique: R$ 42.900,00

· RenaultSandero Expression: R$ 46.450,00

· Renault Sandero Stepway: R$ 60.700

· Renault Sandero RS 2.0: R$ 63.400

· Renault Sandero Stepway Easy-R: R$ 64.150

· Renault Sandero Vibe: R$ 49.000

· Renault Sandero GT Line: R$ 56.600

· Renault Sandero RS 2.0 Racing Spirit: R$ 66.800

Conclusão

Assim, os consumidores que desejam ter em sua garagem um veículo completo e econômico tem no Renault Sandero 2018 a melhor indicação no mercado automotivo nacional bastando aguardar sua chegada às concessionárias brasileiras.

Por Ana Camila Neves Morais

Renault Sandero 2018


A montadora anunciou que toda linha de produção destes veículos deverá passar por mudanças para que a segurança seja reforçada.

Os consumidores fiéis da marca Renault sempre tiveram a certeza de que estarão sempre levando para casa um dos automóveis mais seguros dentro da categoria de veículos de passeio leve.

Entretanto, conforme anunciado pela montadora nesta segunda-feira, dia 04 de dezembro, a partir de 2019, os automóveis Logan e o Sandero, ambos sucessos de vendas nas categorias Sedan e Hatch, respectivamente, deverão contar com um adicional de segurança a mais tanto para motorista quanto para os passageiros.

A montadora anunciou que toda linha de produção destes veículos deverá passar por mudanças para que a segurança seja reforçada.

Estas alterações deverão começar logo na escolha dos materiais utilizados para a fabricação das estruturas de cada veículo e também na nova montagem das carrocerias que deverão receber um reforço especial para se enquadrarem nos novos padrões de segurança incorporados pela empresa.

A decisão da mudança em todo o processo de montagem da Renault começou a mudar a partir dos testes feitos pela NCAP latina no qual tato o Sandero quanto o Logan ficaram com três estrelas após as baterias de testes.

Veja o que significa os testes feitos pela NCAP

Para quem ainda não conhece, o NCAP, que significa originalmente New Car Assessment Programme, é um programa feito para testar a segurança dos automóveis e que foi desenvolvido em 1997 no Reino Unido.

Devido à grande importância deste programa aplicado para todos os carros que são fabricados na Europa, pois todos os veículos são submetidos a rigorosos testes, principalmente os de impacto, os chamados crash testing, ele se tornou referência para as montadoras.

Pela sua confiabilidade, os especialistas fizeram uma adaptação dos padrões europeus de avaliação para os carros fabricados e utilizados nos países da América Latina. Daí surgiu o Latin NCAP.

Os parâmetros adotados para testes de segurança nos carros latinos tornaram-se também padrão de referência para a Renault Brasileira.

Os últimos resultados mostraram que os modelos tanto os Logan quanto o Sandero receberam três estrelas de classificação, a mesma de outro modelo a ser lançado pela montadora francesa, o Kwid.

Os padrões avaliados incluem não só o comportamento da lataria do veículo durante várias situações de colisões, mas também a outros requisitos básicos como dirigibilidade e estabilidade em condições as mais adversas possíveis.

Vale lembrar que os testes estão ficando a cada ano mais rigorosos e os veículos sempre são expostos a parâmetros cada vez mais pesados dentro de uma escala de exigência previamente estudada e cuidadosamente elaborada.

Com relação às modificações estruturais que deverão ser implantadas pela Renault em seus modelos, uma será a substituição do aço frio pelo aço quente a ser incorporado nas colunas dos carros fabricados.

Com uma propriedade mais resistente aos impactos, o novo material já faz parte de outros modelos fabricados pelas concorrentes como o Onix e Prisma.

Esta tendência têm tornado uma rotina comum adotada nas plataformas de fabricação de várias montadoras. Por exemplo, além da Chevrolet, a Ford anunciou também o uso de tal material nos seus modelos como o Ka e seu novo lançamento,o Ka Sedan já a partir de 2018.

Tanto nestes últimos quanto na demais linhas, o aço a ser utilizado deverá ser de alta resistência e proveniente de uma liga de vários materiais.

Segundo os especialistas ligados a Renault, esta progressiva evolução dos materiais utilizados está ocorrendo em virtude de uma verdadeira mudança nos padrões de tecnologia utilizados ao longo do tempo pelos principais fabricantes de veículos do mundo todo.

As empresas buscam cada vez mais a fabricação de veículos que, além de inteligentes e confortáveis, do ponto de vista tecnológico, possam oferecer também uma alta segurança e uma elevada dirigibilidade para seus consumidores.

Por Emmanoel Gomes

Renault Logan


Novo modelo está sendo batizado de C-SUV e deve ser pensado para os países emergentes.

No mundo moderno, com sua correria e agilidade, os carros estão entre os bens mais adquiridos e cobiçados pelas pessoas. Portanto, nada melhor do que fazer referência a uma das mais famosas companhias automobilísticas do mundo, a empresa Renault, que recentemente informou o lançamento de mais um SUV no Brasil. Ou seja, os apaixonados por carros novos poderão consultar o site e verificar o modelo pelas fotos.

A companhia Renault não se limita em produzir apenas padrões, mas está sempre inovando. Não bastasse a famosa dupla de SUVs: o Duster e Captur, um novo projeto foi engendrado, formando uma verdadeira trilogia, que está prestes a estrear: o novo Koleos.

A empresa divulgou suas metas e projetos até o ano 2022 e nesses planos a mesma fabricante adicionou a elaboração e produção de um crossover a mais, próprio para circular nas nações mais emergentes, que abrangem países tais como o Brasil, a China, a Coreia do Sul e a Rússia. Ainda não é possível acessar maiores detalhes a respeito deste novo modelo, com a exceção de que o mesmo foi batizado com o título de C-SUV, na série dos tipos de carros designados como compactos nos demais países em torno do mundo, porém, no Brasil, são conceituados como carros de porte médio.

Em algumas páginas da web têm divulgado algumas imagens do projeto da empresa Renault, tal como a página Indian Autos Blog, as quais têm nutrido expectativas sobre a criação de um estilo SUV mesclado ou mesmo apoiado sobre as bases do Kwid. É interessante observar que existem três variações de veículos que esta companhia garantiu tornarem-se tipos subcompacto. Entretanto, a intenção era que fosse produzido um modelo demasiadamente exíguo para enquadrar-se na série C internacional. A previsão mais acertada está na ideia de produção dentro da mesma linha estratégica do modelo Captur, o qual está totalmente adaptado para rodar em todos os países emergentes. Assim, os consumidores precisam estar atentos ao nível de veículo que está para ser lançado em solo nacional.

Conforme afirmou o líder de produção da Renault – ao longo de uma apresentação sobre os modos de produção no Drive The Future – a estratégia adotada está relacionada com a expansão da série Kwid, progredindo de um único modelo e chegando ao total de quatro modelos, sendo eles a renovação do Logan e do Sandero, a inovação do modelo Duster e a produção de um novo SUV dentro da série C nos próximos anos.

Assim, o tipo de carro mais próximo dentro da lista de opções de atualização é o Kadjar. Este modelo SUV é estruturalmente mais elevado que o Captur europeu, como também no valor e em sua dimensão física. Ele possui 4,45 metros no comprimento, em detrimento dos 4,12 metros do modelo Captur – já que, na Europa, a plataforma utilizada para produção é a do Clio IV. Portanto, já que ele possui todo esse volume, o mesmo veículo tem estrutura similar a do tipo Jeep Compass, que o torna, de fato, um tipo de carro que faz parte de uma série da qual não participam o Koleos, por exemplo, que possui maior dimensão física, de 4,67 metros, mas certamente terá maior custo, sendo que é importado, unicamente disponível em versão top de linha.

Este novo modelo abrange mais métodos de produção e, portanto, é mais complexo na linha de montagem, já que não bastaria apenas tirar proveito da plataforma B0 utilizada para montar o Duster, tal como foi realizado na produção do outro utilitário. Se existe alguma solução, ela está na utilização de uma base modular chamada CMF, cujo método de produção já está sendo realizado no Brasil por meio da versão chamada CMF-A, ou seja, na estrutura do Kwid. Mas o Kadjar produzido na Europa tem sido organizado e produzido por esse mesmo meio, só que pelo CMF-CD. Mesmo assim, no continente europeu o modelo Kadjar está munido apenas de um tipo de motor movido à gasolina, o chamado 1.2 turbo de 131 CV. A expectativa, conforme rumores, é a de que a Renault esteja elaborando motores tipo TCe no território brasileiro, em formato de 1.3 flex, o qual pode atingir a potência de 170 CV. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


Modelo deverá utilizar nova plataforma modular CMF.

No Brasil os lançamentos de novos modelos de veículos, ou de relançamentos mais incrementados, estão sempre entre os mais aguardados pelos consumidores. Recentemente foi anunciada uma remodelagem do Renault Sandero no país, conhecida como facelift, que estava previsto para estreia a partir do 1º semestre do ano de 2018. Durante esse período, a unidade intitulada Dacia, que é um dos departamentos romenos da companhia, estava trabalhando intensamente na elaboração e no lançamento da nova geração da série de Hatchback, prevista para o ano de 2019, de acordo com o anúncio publicado pela alemã Auto Bild. O centro das mudanças está na troca de plataforma, novo procedimento adotado pela empresa, em que a velha base do Clio foi aposentada, sendo substituída pela nova plataforma da CMF-B, fruto da Aliança Renault-Nissan.

Portanto, a notícia fica confirmada, dando consistência à história de que a companhia automotiva da Dacia, situada em Mioveni, na Romênia, anunciou oficialmente que iniciará a produção de novos veículos por meio da nova plataforma modular CMF, cujo processo de fabricação está programado a partir do ano de 2020; esta situação abre mais possibilidades de futuros lançamentos promovidos pela empresa, para o modelo Sandero, sendo que há probabilidade de lançamento direto no Salão de Paris, no mês de outubro, chegando em seguida às lojas em 2020. A comunhão entre Renault e Nissan está gerando excelentes produtos dentro da área automobilística, enquadrando-se em todas as necessidades dos consumidores, proporcionando mais conforto, segurança e estilo.

Até o presente momento, conforme as informações fornecidas, o Sandero ainda estava sendo produzido, de modo contínuo, por meio da antiga estrutura de base B0, também usada para a fabricação da segunda geração do modelo Clio – já que se trata da mesma base estrutural em que foi produzida esta série do Clio, já referida, no Brasil até o ano de 2016. Este mesmo tipo de plataforma também é utilizado para a produção da série do modelo Duster e do modelo Captur, pois em ambos os casos são modelos mais emergentes, ou seja, surgidos em determinado momento, porque o veículo europeu foi estruturado conforme a arquitetura elaborada para o novo Clio. Assim, não apenas o modelo da Sandero será afetado positivamente, mas todas essas metamorfoses certamente atingirão outros modelos como o Aventureiro Stepway e também o sedã Logan. Essas estratégias de produção não são apenas um investimento em cima do design, da aparência, mas são transformações operadas em conformidade com a vida moderna dos consumidores. Os carros de hoje necessitam de uma série de atributos que os tornem mais eficientes, mais rápidos, seguros, atraentes, confortáveis, econômicos e dentro dos padrões da lei.

De acordo com o que foi divulgado pela mídia alemã, a notícia descreve que o novo Sandero será munido e muito bem equipado com um tipo de motor com potência de 1.0 de 76CV ou o de potência na escala de 0.9 turbo de 96 CV, sendo que estas duas variações são, em verdade, padrões de mecânica muito utilizados na atualidade. Portanto, a opção que pode ser abastecida com diesel, na escala de 1.5 de 96 CV, provavelmente será ampliada, tornando-se muito mais espaçosa, atingindo mais ou menos as dimensões de 4,1 metros em comprimento, pois o modelo atual ainda mede os seus 4,06 metros. Deste modo, tal como ocorreu no seio da nova série gerada do modelo Duster, o chamado Hatchback também não será brindado com um design mais revolucionário, ou seja, não se apostará nesse procedimento, mas de fato a produção se conformará em investir na evolução a aparência atual. Mesmo assim, as expectativas dos consumidores são positivas, tanto nesse, como em outros sentidos.

Paulo Henrique dos Santos


O estilo do Renault Sandero R.S. é exclusivo em todos seus detalhes. Confira suas especificações e preços.

Equipado com motor flex 2.0 16v de incríveis 150 cavalos com um torque de 20,9 kgfm a 4000 rpm o Renault Sandero R.S. demora apenas 8 segundos para chegar nos 100km/h, com velocidade máxima de 202km/h, a relação peso potência ajuda muito com seus 7,74 kg por cada cavalo, o Sandero R.S. permite também a escolha do nível de esportividade de condução em até três níveis de comando no painel (Normal, Sport e Sport +). Para domar e acomodar melhor esta fera os freios são ventilados nas quatro rodas, permitindo uma frenagem na velocidade de 100km/h em pouco mais de 37 metros.

Fora toda esta esportividade o Renault Sandero R.S. ainda conta com uma central multimídia Media Nav Evolution sensível ao toque com tela de sete polegadas permitindo conectividade total com o motorista, o sistema conta ainda com câmera de ré e o sistema eco coaching que monitora o modo de dirigir mais econômico do motorista.

Esportividade em todos os sentidos

O estilo do Renault Sandero R.S. é exclusivo em todos seus detalhes, a carroceria foi rebaixada em 26mm e conta com aerofólio aerodinâmico, inscrição R.S. e difusores de ar na parte traseira, a suspensão, amortecedores e molas foram recalibradas para melhorar a performance nas curvas, no interior além da grafia especifica do modelo acompanha bancos Sport exclusivos para melhor sustentação na condução esportiva. As rodas são de liga leve de 17’’ com pneus Continental de 205/45R17 dando conta de toda esta potência a ser explorada.

Série limitada Rancing Spirit

A Renault lançou uma séria limitada de apenas 1.500 unidades, denominada Sandero R.S. Rancing Spirit, com preços a partir de R$ 66.400,00, como diferencial além do número interno inscrito e limitado até 1.500, o carro conta com apliques em vermelho em sua pintura e no seu interior nas costuras do banco e no teto.

Abaixo confira as principais características, preços e versões comercializadas do Renault Sandero R.S.:

Renault Sandero R.S. 2.0

Preço inicial sugerido de R$ 63.400,00

Motorização: 2.0.16v de 04 cilindros de 150cv (gasolina e álcool)

Câmbio: Manual de seis velocidades

Suspensão: dianteira Mcpherson com amortecedores hidráulicos, traseira semi-independentes com amortecedores hidráulicos e molas helicoidais

Freios: a discos ventilados nas quatro rodas

Os equipamentos que acompanham são inúmeros, listamos os principais:

Controle eletrônico de tração, freios ABS, desembaçador e limpador traseiro, barras de proteção lateral, bloqueio de ignição, brake-light na carroceria, assistente de arrancada para subidas, três modos de condução, alarme, airbag para o motorista e para o passageiro, apoios de cabeça nos bancos reguláveis em altura, rodas de liga leve de 17’’, suspensão rebaixada, cano de escapamento em formato duplo, volante revestido em couro, difusores de ar pintados, maçanetas externas na cor da carroceria, para-choques dianteiros e traseiros exclusivos, repetidores laterais nos espelhos retrovisores, piloto automático, sensor de estacionamento, alarme, iluminação interna, do porta-malas e do porta-luvas, tomada de energia, relógio, conta-giros, computador de bordo, indicador de troca de marcha e de temperatura externa, vidros, travas e retrovisores com regulagem elétrica, ar-condicionado, bancos esportivos, direção hidráulica, vidros verdes, central multimídia com GPS, rádio, USB e Bluetooth, quatro auto-falantes além de pré-disposição completa para som, abertura interna tanto do porta-malas como do reservatório de combustível, para-sóis do motorista e do passageiro com espelhos cortesia.

As cores disponíveis são: Vermelho, Branco, Prata e Preto, a série especial Rancing Spirit tem como cor oficial o Preto.

A Renault Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo da marca francesa e pode ser todo configurado pelo configurador da Renault através do link a seguir: https://conf.renault.com.br/disco/novo-sandero?modelKey=X52&criteriaUri=ENS_MDL2PSP1SERIELIM1%2FOV727&versionUri=VEC087_BRES&obsolescence=1&confUri=http%3A%2F%2Fbr.co.rplug.renault.com%2Fc%2FBAIz%2FAwcLK%3Bpc%3DAwsg%23this&choiceMode=off#/configurator

Por Carlos B.

Renault Sandero RS


Modelo ganhou espaço na lista de compactos e automáticos mais baratos do mercado brasileiro.

Partindo pelo preço de R$73.490,00 o novo Duster da Renault ganhou um espaço na lista de compactos e automáticos mais baratos do mercado brasileiro. Confira mais especificações sobre essa bela novidade da companhia Renault.

Renault Duster 1.6 – conforto, segurança, preço baixo e câmbio CVTA

Renault, fabricante de automóveis francesa tem um belo e vasto tempo no mercado mundial, inaugurada em 25 de fevereiro de 1899, a montadora de carros construiu uma sólida história com belos produtos, inovando e deixando seus clientes sempre satisfeitos.

De 1899 e o ano de 2017 muitas mudanças ocorreram, mas o que permaneceu na marca foi a ânsia de fazer sempre melhor.

O novo modelo Renault Duster 1.6 não fica para trás nessa história. Além de trazer um motor de 1.6 16V SCe (120/118 cv e 16,2 mkgf), mantendo a aparência da cabine mesmo mudando a transmissão, o modelo traz também o câmbio CVT, acrescendo um pouco o valor, especificamente R$5.500,00, totalizando assim R$73.490,00 (a versão manual custa R$67.990,00).

Trazendo consigo, além da bela aparência esportiva e do novo sistema de segurança, o modelo Expression traz direção hidráulica, ar condicionado, vidros elétricos (em todas as quatro portas), CD Player equipado com Bluetooth e entrada USB, bancos com regulagem de altura e também, para que não falte nada, rodas de alumínio.

Há também a versão do Renault Duster chamada Dynamique, um pouco mais cara, custando R$78.990,00. Essa versão tem equipamentos diferenciados, como por exemplo o sensor traseiro de estacionamento, volante de couro, faróis de neblina, computador de bordo retrovisores com ajuste elétrico e central de Media NAV. O valor da novidade da montadora francesa bate com o modelo da Ford (EcoSport 1.6) e o modelo da Peugeot (2008 Allure AT).

Pela nova transmissão do Renault Duster, o modelo passa a obter duas versões de motor para compra, a 1.6 e a versão 2.0, possuindo três opções de câmbio, sendo a manual, a CVT, e a automática, e para finalizar, recebeu duas versões de tração 4×2 e 4×4.

E então? Aprovado o novo modelo do Renault Duster? Vale a compra? Deixe sua opinião nos comentários.

Por Carolina B.

Renault Duster 1.6

Renault Duster 1.6


Modelos da Renault tiveram seus preços reajustados em até R$ 1.500.

A marca francesa Renault aqui no Brasil promoveu no atual mês de maio um acréscimo sobre os preços que são cobrados por três de seus modelos, são eles: Sandero, Duster Oroch e Logan. Por meio de uma consulta rápida realizada na página eletrônica da montadora, já se pode verificar os novos reajustes e então compará-los aos valores presentes na tabela antiga. A alta maior ficou por conta do portfólio da picape Duster, a qual teve um acréscimo que pode atingir a cifra de R$ 1.500. Já ao se tratar dos veículos compactos, os reajustes podem oscilar entre R$ 500 e R$ 950, de acordo com a configuração escolhida pelo consumidor.

Confira a tabela dos valores dos três veículos da Renault atualizada no mês de maio:

Modelo Duster Oroch

  • Versão Expression 1.6 – preço atual: R$ 72.190 (preço anterior: R$ 70.690)
  • Versão Dynamique 1.6 – preço atual:R$ 75.990 (preço anterior: R$ 74.490)
  • Versão Dynamique 2.0 – preço atual:R$ 80.090 (preço anterior: R$ 78.570)
  • Versão Dynamique AT 2.0 – preço atual:R$ 82.090 (preço anterior: R$ 80.590)

Modelo Logan

  • Versão Authentique 1.0 – preço atual: R$ 44.700 (preço anterior: R$ 44.000)
  • Versão Expression 1.0 – preço atual: R$ 48.050 (preço anterior: R$ 47.350)
  • Versão Expression 1.6 – preço atual: R$ 54.300 (preço anterior: R$ 53.500)
  • Versão Dynamique 1.6 – preço atual: R$ 58.200 (preço anterior: R$ 57.300)
  • Versão Dynamique Easy’R 1.6 – preço atual: R$ 63.400 (preço anterior: R$ 62.450)

Modelo Sandero

  • Versão Authentique 1.0 – preço atual: R$ 42.900 (preço anterior R$ 42.400)
  • Versão Expression 1.0 – preço atual: R$ 46.450 (preço anterior: R$ 45.750)
  • Versão Vibe 1.0 – preço atual: R$ 48.600 (preço anterior: R$ 47.900)
  • Versão Expression 1.6 – preço atual: R$ 51.400 (preço anterior: R$ 50.600)
  • Versão Dynamique 1.6 – preço atual: R$ 54.300 (não houve aumento)
  • Versão Dynamique Easy’R 1.6 – preço atual: R$ 60.400 (preço anterior: R$ 59.450)
  • Versão GT Line 1.6 – preço atual: R$ 56.200 (preço anterior: R$ 55.500)
  • Versão RS 2.0 – preço atual: R$ 63.400 (não houve aumento)
  • Versão Stepway 1.6 – preço atual: R$ 60.700 (não houve aumento)
  • Versão Stepway Easy’R 1.6 – preço atual: R$ 64.150 (não houve aumento)

FILIPE R SILVA


Modelo compõe a lista dos automóveis mais vendidos do Brasil.

Se você é uma pessoa apaixonada por automóveis, com certeza você já conhece o Renault Sandero que compõe a lista dos automóveis mais vendidos do Brasil.

O Renault Sandero foi lançado no Brasil no ano de 2017, porém o seu design considerado um pouco quadrado para aquele ano, não conquistou muito os brasileiros, contudo com o passar dos anos ele foi sendo reestilizado até cair no gosto popular.

O automóvel da montadora Renault embora com a sua chegada não agradou a muitos, com o tempo foi conquistando muitos brasileiros pelas suas diversas qualidades, entre elas destaca-se um interior amplo e bastante confortável, um baixo consumo de combustível e até mesmo seu preço e finalmente sue design também ganhou um design bem agradável, que compõe o seu conjunto de qualidades.

Dessa forma, para continuar nessa lista de carros mais vendidos a marca na sua linha do ano de 2018 pretende inovar, principalmente na sua parte mecânica, sem deixar de trazer mais tecnologia e um design ainda mais atraente.

Nesse sentido a linha 2018 vem mais uma reestilização, a princípio visual já que na sua parte da frente os para-choques e grade ganham uma modelagem que os colocam em mais evidência. Na parte traseira as mudanças ficam por conta dos faróis e das lanternas.

O interior também ganha mais espaço, conforto e beleza, sem falar de uma alta tecnologia de bordo. Sem dúvidas a linha 2018 complementa a linha 2017 que já é um sucesso.

E como não existem ainda muitas informações sobre mais detalhes do Sandero 2018, veja abaixo algumas característica da linha 2017.

Veja abaixo os preços atuais do Renault Sandero:

  • Versão Authentique 1.0: vendido a R$ 38.250;
  • Versão Authentique Plus 1.0: vendido a R$ 38.950;
  • Versão Expression 1.0: vendido a R$ 40.600;
  • Versão Expression 1.6: vendido a R$ 43.850;
  • Versão Expression Easy´R 1.6: vendido a R$ 47.650;
  • Versão Dynamique 1.6: vendido a R$ 47.000;
  • Versão Dynamique Easy´R 1.6: vendido a R$ 51.200;
  • Versão Stepway 1.6: vendido a R$ 53.000;
  • Versão Stepway 1.6: vendido a R$ 55.800;
  • Versão GT Line 1.6: vendido a R$ 48.990;
  • Versão RS 2.0: vendido a R$ 58.880.

Bonito, confortável e econômico, o Renault Sandero sem dúvidas é um automóvel que impressiona e continuará impressionando os brasileiros.

Por Sirlene Montes

Renault Sandero 2018


Nova SUV chega às concessionárias custando a partir de R$ 78 mil.

Para os amantes dos veículos do tipo SUV, a marca francesa Renault, conforme anunciado no último Salão do Automóvel, lança no país a sua nova marca deste tipo de veículo, a linha Captur.

Fabricado desde o ano de 2013 em toda a Europa e na Rússia, a marca chega para incorporar um novo conceito neste tipo de segmento e gradativamente deverá substituir a sua marca mais próxima, o Renault Duster, sucesso de vendas no país desde o seu lançamento.

A nova marca deve estrear no mercado brasileiro chamando a atenção dos possíveis novos consumidores tanto pelo preço quanto pelo seu tamanho. As unidades a serem comercializadas no país não deverão sair por menos de R$ 78.000,00. Bem acima da Duster, cujo valor pode ser encontrado nas concessionárias brasileiras a partir de R$ 69.000,00. Para quem deseja um carro menor, a Captur é ideal. Já a sua similar, ganha em espaço apesar do preço menor.

A nova linha da Renault sai da fábrica com um motor do tipo flex, na versão 1.6, câmbio manual de cinco marchas e com 120 cavalos de força. Quem desejar uma versão mais sofisticada, pode desembolsar um pouco mais de R$ 88.000,00 e levar para casa a versão Intense, com um motor de 2.0, câmbio automático de quatro velocidades e potência de 148 cavalos de força.

A nova linha da montadora veio para ser incorporada ao mercado brasileiro e aos poucos deverá ir substituindo os veículos da linha Duster.

Como itens oferecidos pela nova linha, a estreante Captur vem como ar condicionado de fábrica, vidros elétricos, controle de estabilidade eletrônico e de tração, direção hidráulica–elétrica, cujo acionamento é feito por meio de um dispositivo eletrônico instalado na montadora, monitor de velocidade de cruzeiro, airbags frontais e laterais, sensor de estacionamento e de ré, luzes de LED com acionamento diurno para quem trafega nas rodovias brasileiras, faróis de neblina no mesmo sistema, Bluetooth e um novo sistema para quem transporta crianças no banco traseiro que facilita o encaixe das cadeirinhas. Além disto, as versões que estarão no mercado brasileiro neste ano apresentam um kit multimídia instalado com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador através do sistema GPS.

Emmanoel Gomes


Confira aqui a ficha técnica e as principais novidades presentes no Renault Logan 1.6 Dynamique.

Depois de ter estreado com os propulsores 1.0 de três cilindros, os novos motores 1.6 da família SCe da montadora já estão a circular.

Com relação à versão do ano passado, tanto o Sandero quanto o Logan voltaram a ofertar propulsores com 16 válvulas e 1600 cc. Sendo nesse caso, mais tecnológicos que os anteriores. Traz consigo um comando variável das válvulas de admissão, além tem sido introduzido no mesmo o sistema Start/Stop, o qual desliga e liga novamente o motor de forma automática em paradas mais longas, como uma espera no semáforo.

Desta forma, a potência gerada é de 118 cavalos ao utilizar etanol e com gasolina o desempenho cai para 115 cavalos. Entretanto, o torque se mantém e segue em 15,9 kgfm. Com o propulsor 1.6 pode-se acoplar um câmbio manual de cinco marchas ou então uma transmissão automatizada Easy’R com a mesma quantidade de marchas. O consumo na ficha técnica da versão Dynamique 1.6 manual é de 8,8 km/l ao rodar pela cidade e de 13 km/l ao rodar por rodovias, abastecido com etanol. Já para abastecimento com gasolina, os valores são alterados para 9,5 km/l e 13,8 km/l, respectivamente.

Nas dimensões, o modelo possui comprimento de 4,33 metros, largura de 1,73 metros, altura de 1,53 m e por fim, entre-eixos de 2,63 m. O porta-malas tem a capacidade de 510 litros para bagagens e nessa configuração o carro pesa pouco mais de uma tonelada (1.062 kg).

O Logan em sua versão Dynamique com motor 1.6 conta de série com diversos equipamentos, como direção com assistência eletro-hidráulica, rodas de liga leve aro 15", ar-condicionado, travas e espelhos elétricos, acionamento elétrico para vidros, faróis de neblina, piloto automático, regulagem de altura no volante bem como no banco do motorista, além de comandos remotos na coluna de direção e rádio com conexão via USB e Bluetooth.

Os que optarem pela transmissão automática recebem também de série assistente de partida em rampa e controles de tração e estabilidade. Como itens opcionais, o Techno Pack Plus possui central multimídia com tela sensível ao toque, ar-condicionado automático e sensor de estacionamento traseiro por mais R$ 1.700.

FILIPE R SILVA


Lançamento do Renault Kwid deve acontecer no meio do ano.

A título de curiosidade, o Renault Clio era importado da Argentina. Porém, ele deixou de ser produzido desde o mês de outubro do ano passado. A partir daí, a coisa mais normal a se esperar era a morte lenta do modelo, uma vez que ainda tínhamos unidades nos estoques aqui no Brasil. Agora há apenas cinco unidades do hatch à venda no Brasil. Em outras palavras, isso quer dizer que o carro (finalmente) vai sair de linha. Mas a vaga não ficará vazia por muito tempo. Isso porque o sucessor, o Kwid, está previsto para chegar oficialmente às lojas já no meio de 2017. De cara uma de suas principais funções será brigar com modelos já conhecidos dos consumidores como VW Up! e o Fiat Mobi.

De acordo com alguns levantamentos feitos por um site especializado no setor automotivo, em São Paulo apenas uma única loja ainda anunciava o velho modelo. Sobre os preços foram constatados que o Clio estava saindo por R$ 33.990 se comprado à vista. Mas é claro que aqui também iríamos encontrar descontos chegando a 50% na entrada e complementando com um saldo dividido em 36 parcelas. Cada uma delas de R$ 722,00.

Ainda assim, é interessante nos lembrarmos de que por aqui a Renault ainda continua investindo na tentativa de convencer os consumidores de que o Kwid de fato será o sucessor do Clio no melhor estilo crossover. Isso graças à altura de 18 cm entre a base e o chão. Outro ponto curioso são os seus 3,68 metros de comprimento, o que cai bem para um hatch de entrada.

O novo Kwid será fabricado na planta de São José dos Pinhais, estado do Paraná. O modelo continuará seguindo com o mesmo padrão que já é comercializado no mercado indiano. Mas por aqui ele ganhará alguns reforços em sua estrutura e nos airbags laterais que serão de série. O objetivo é claramente fazer com que ele se dê bem nos testes de segurança.

Embaixo do capô vamos encontrar um bloco de 1.3 cilindros. O propulsor é flex e é bem parecido com o que apareceu há pouco no Logan e no Sandero. Porém, vale chamar a atenção para o fato de que ele será mais simples e terá uma potência menor. O motivo disso é a mudança no comando de válvulas.

Por Denisson Soares


Os modelos da Peugeot são: 3008, 408, 308 e 208. E os da Renault são: Fluence, Duster, Logan, Sandero Stepway e Sandero.

Nas últimas semanas, as montadoras francesas Peugeot e Renault divulgaram campanhas de promoções muito parecidas: elas estão oferecendo taxa zero para quem deseja financiar um automóvel.

No caso da Peugeot a campanha vale para os modelos 3008, 408, 308 e 208. Já para a Renault a taxa zero é válida para o Fluence, Duster, Logan, Sandero Stepway e Sandero.

Nas duas campanhas a porcentagem de entrada e a quantidade máxima de parcelas variam, depende do veículo que o consumidor escolher. Para adquirir um Renault Fluence Dynamique que vem com câmbio CVT, é possível dar entrada de 60% do valor total do carro e financiar R$ 69.990 em no máximo 36 parcelas sem juros. Para comprar um Sandero Stepway é necessário investir um pouco mais de dinheiro: entrada correspondente a 65% do valor total do modelo e parcelamento de R$ 50.990 em no máximo 18 meses sem juros.

Na Peugeot os valores são um pouco mais gentis, pois o valor a ser dado de entrada varia entre 40% e 60% do valor total do veículo. É possível adquirir um 408 Griffe Turbo THP pagando 40% de entrada e financiando o total em 36 vezes sem juros, sendo R$ 86.990 o valor total. O 208 Griffe sai um pouco mais barato, o valor é de R$ 64.480 e pode ser financiado em 36 vezes sem juros, porém a entrada é de 60%.

Com a tentativa de estimular o consumo, a Chevrolet também está com financiamento com taxa zero para alguns modelos, como o Spin, o Cruze, o Prisma e o Ônix. O Ônix na versão LS é encontrado por R$ 35.990, com entrada de 60% o valor pode ser parcelado em 36 vezes.

A campanha “Pessoas reais. Opiniões Verdadeiras” é bastante interessante, pois em casa oferta de cada modelo há um número de telefone. O objetivo é que a pessoa que quer comprar um carro Chevrolet entre em contato através do WhatsApp com alguém que já possuía o modelo e que possa dar uma opinião.

Por Jéssica Posenato

Peugeot 3008 2015

Renault Fluence 2015

Fotos: Divulgação


Novo modelo será fabricado no Brasil e estará à venda até o final deste ano.

Finalmente, a Renault, fabricante e montadora de veículos francesa, revelou oficialmente a versão comercial da sua nova picape. Esta picape foi batizada com o nome de Duster Oroch. O modelo foi apresentado no 7º Salão de Buenos Aires, neste evento a empresa estava com um estande de 1.800 m² para fazer as suas exposições e acabou levando algumas novidades em âmbito mundial.

A picape Duster Oroch é a primeira picape da Renault a ter cabine dupla e por este motivo ela ganhou destaque entra as picapes médias. Ela foi projetada para utilização mista entre o trabalho e o lazer. Esta picape possui quatro portas e comporta até cinco pessoas. A Renault já divulgou oficialmente que esta novidade será fabricada em sua unidade aqui no Brasil, que fica na cidade de São José dos Pinhais, no estado do Paraná. A estimativa da empresa é de que este veículo ainda chegue ao mercado brasileiro para ser comercializado nas concessionárias da marca em todo o país até o final deste ano.

Não há como negar que esta picape da marca é um novo modelo trazido para o mercado e que acima de tudo esse lançamento corrobora a estratégia da Renault de globalização. Com o lançamento deste veículo, a empresa entra de vez no segmento das picapes de médio porte, segmento este que ainda não há concorrentes aqui no Brasil, tendo em vista que esta picape ficará no meio termo entre a picapes de pequeno porte, tais como, Volkswagen Saveiro e Fiat Strada, e a picapes de grande porte, tais como, Chevrolet S10, Toyota Hilux e Ford Ranger.

A Duster Oroch foi projetada com uma suspensão do tipo multilink no seu eixo da retaguarda e por enquanto será fabricada apenas com tração 4X2. Se formos fazer uma comparação dessa picape com o já conhecido Renault Duster, ela teve o seu entre-eixo com um pequeno aumento.

Por Adriano Oliveira

Renault Duster Oroch

Renault Duster Oroch

Renault Duster Oroch

Fotos: Divulgação


Novo modelo esportivo foi lançado para comemorar os 60 anos da montadora.

Carros conceitos são sempre muito bem vistos e atualmente está na moda as montadoras lançarem algum. Eles são muito aguardados porque geralmente apresentam detalhes que podem estar presentes em carros no futuro. E agora a Renault lançou mais um conceito, o Alpine Celebration.

O veículo foi apresentado um pouco antes da largada da tradicional 24 horas de Le Mans, uma clássica corrida de esportivos, disputada na França.

A fabricante Alpine faz parte do Grupo Renault, e agora, com esse conceito, tende a finalmente lançar um modelo esportivo para comemorar os 60 anos da montadora. Pelos rumores, o Alpine Celebration seria uma prévia de um próximo veículo que a Alpine deve lançar, para a próxima temporada nas pistas.

O modelo, como todo esportivo, é bem agressivo, e possui um toque um pouco retrô, com itens que lembram carros dos anos 1970, contando com freios com pinças laranja nas rodas. Além disso, o Celebration ainda vem com saída dupla de escape e asa fixa.

Ainda na parte visual, o carro conceito é todo pintado em azul, com detalhes também em laranja. Apesar de tanta expectativa, a montadora francesa não divulgou as configurações mecânicas, nem itens pertencentes ao bloco de motor. Porém, segundo a imprensa internacional especializada, é bem provável que ele possua um motor 1.6 ou 2.0, pertencente ao Megane RS, contando com câmbio manual.

O Alpine Celebration também foi batizado de AS1 – Alpine Sport 1 – e tem peso de aproximadamente 1.100 kg. Especula-se que ele terá sua produção iniciada em março do ano que vem, onde deverá ser apresentado durante o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça.

Esse modelo deve ser familiar para os brasileiros um pouco mais velhos, pois nos anos 1960 o país teve a produção do Alpine 108, na fábrica da Willys, e era bem parecido com esse novo conceito. No Brasil, ele recebeu três versões: coupé, conversível e berlinetta.

Por Felipe Villares

Alpine Celebration

Alpine Celebration

Alpine Celebration

Fotos: Divulgação


Modelo, que será lançado no dia 20 de maio, está sendo desenvolvido com a parceria da Dacia e da Datsun.

O Renault Kayou, novo compacto da Renault, com previsão de lançamento na Índia para o próximo dia 20, foi flagrado mais uma vez sob alta camuflagem, dessa vez na Europa. Aparentemente usando o símbolo da Dacia, montadora romena de automóveis pertencente ao grupo Renault conhecida por carros de baixo custo, o novo compacto da francesa aparece pela primeira vez fora da Índia.

Mesmo que o carro ainda rode disfarçado por onde for, já se sabe que será o carro mais barato da Renault na Índia, superado até mesmo os preços do Sandero. O carro está sendo desenvolvido em parceria com a Dacia e a Datsun, essa última, que atua no mercado asiático, já dá previsões que o carro provavelmente será comercializado em outros mercados emergentes. O objetivo é atingir principalmente os clientes que estão adquirindo o primeiro automóvel, segundo a Renault.

O que já se sabe sobre o Kayou:

Ainda que poucas, as informações sobre o novo Renault Kayou já dão a direção e fazem os mais ansiosos tentarem prever como será o novo compacto da marca. Ele contará com um pequeno bloco 0.8 de três cilindros à gasolina, apelidado de BR-8, os motores combinarão baixa cilindrada com máxima eficiência energética, pois o objetivo principal é que seja um carro econômico. O preço do Kayou deve ser abaixo de 5 mil euros.  

E o Brasil?

Não há nada confirmado sobre o lançamento do Renault Kayou no Brasil, especulações existem e dizem que o carro chegará com algumas modificações, por exemplo, com um motor 1.0 de três cilindros. Por aqui, o carro mais barato da francesa é o Clio, que na sua versão mais recente custa em torno de 26 mil reais, o preço pode ter pequenas variações, dependendo da sua região.

Enquanto nada é confirmado, aguardamos o dia 20 de maio, quando finalmente vamos conhecer com maiores detalhes o carro que será lançado na Índia.

Por Tom Vitor de Freitas

Renault Kayou

Renault Kayou

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi lançado no Brasil com valores acima de R$ 62.990

O Renault Duster 2016 é recebido no mercado nacional com valores acima de R$ 62.990. Com pequenas modificações cosméticas, o modelo com origem da Romênia irá possuir um 2015 bem complicado a seguir, uma vez que os mais atuais Honda HR-V e Jeep Renegade desejam seguir de forma direta para a primeira posição e isto quer dizer ultrapassar este Renault e o Ford EcoSport.

Os faróis tiveram novo design com luzes diurnas em LED, assim como uma grade renovada com acabamento em preto brilhante. Os para-choques receberam protetor central mais atrativo e em cinza. As lanternas, por sua vez, receberam um leve retoque no design e iluminação por LED, entretanto, continua com o formato.

Na parte interior, o Renault Duster 2016 recebeu um novo console central, assim como difusores de ar marrons. O volante possui design similar ao dos Novos Sandero e Logan, onde o quadro de instrumentos possui novo grafismo e iluminação branca. Como fator novo, o modelo ganhou a funcionalidade Eco-Mode, que aponta a melhor situação para substituição de marchas, com o objetivo da economia de combustível.

O denominado Media Nav Evoltion neste momento possibilita acesso às redes sociais, assim como aplicativos desejados e detalhes a respeito da economia de combustível. O navegador GPS usa a tecnologia idêntica utilizada no Honda HR-V, que oferece dados de tráfego em tempo real por meio de ondas de rádio FM.

O motor 1.6 16V Flex possibilita 110/115 cavalos à base de gasolina e etanol, de forma respectiva. O torque em baixa rotação aumentou para 14,1 kgfm no primeiro exemplo e 14,6 kgfm no segundo caso, sendo eles a 2.500 rpm. O 2,0 16V Flex, por sua vez, tornou a fornecer 143 cavalos com gasolina e 148 cavalos com etanol. Os torques são de 17,1/18,1 kgfm a 2.250 rpm, ganhos de forma respectiva de 1/0,5 kgfm à base de gasolina e de etanol.

Por Felipe Couto de Oliveira

Renault Duster 2016

Renault Duster 2016

Fotos: Divulgação


Montadora fará investimentos na fábrica de Santa Isabel, na Argentina, para produzir os modelos

A Renault resolveu fazer o investimento de US$ 100 milhões (R$ 312 milhões), a fábrica argentina de Santa Isabel, onde são feitos Kangoo, Clio e Fluence, para a fabricação de mais modelos. De forma distinta ao que se poderia verificar, não consiste em modelos novos, sendo o Sandero (também na versão Stepway) e o Logan.

A fabricação de Sandero e Logan não será finalizada em São José dos Pinhais (PR), entretanto, a fábrica do Brasil terá redução do nível de fabricação, uma vez que não irá necessitar mais abastecer o país vizinho.

A empresa apontou sua intenção em comercializar o modelo no país várias vezes, entretanto, abandonou a importação devido à alta do dólar. A fabricação nacional seria a opção exclusiva viável. Embora tenha dividido o mercado com o Duster, o Captur poderia ser posicionado de forma superior ao SUV de origem Dacia, competindo com modelos como Jeep Renegade e Honda HR-V. As motorizações poderão ser idênticas do semelhante mais velho. Um novo compacto de entrada também está nos objetivos da companhia, entretanto, ele terá o lugar do Clio no território argentino.

A versão intermediária Expression do modelo possui ar-condicionado de série para as especificações com motor 1.0 e 1.6. A versão de elite Dynamique, por sua vez, possui bancos de couro como componente opcional. O item possui valor recomendado de R$ 1.140. Os bancos regulares fornecidos na versão possuem novas tonalidades. Segundo a empresa, o modelo possui 30% das comercializações do sedan.

O Renault Sandero possui motor Hi-Power 1.6 8V de 106 cv a 5.250 rpm e 15,5 kgfm a 2.850 giros. A transmissão manual de cinco velocidades tem barulho e possui vibrações na pegada. Entretanto, o veículo é atrativo nas arrancadas e retomadas, ainda com o motor de 8V. Ele também tem rodas de aro 16 e pneus 205/55, que além da suspensão maior, auxiliam a ultrapassar dificuldades como valetas e lombadas nos circuitos urbanos.

Por Felipe Couto de Oliveira

Renault Logan e Sandero

Foto: Divulgação


Foi apresentada recentemente pela divisão britânica da Renault a nova versão do automóvel Megane, o GT220. Mesmo tendo tido como modelo o GT, o carro vem com algumas alterações para que ele pudesse contar com um design mais esportivo. Ele é considerado como a versão mais potente da gama antes de chegar o Renault Megane R.S.

O GT 220 será comercializado em três versões: hatch, cupê e perua e não será vendido no Brasil.

A novidade da Renault vem equipada um motor 2.0 de 16 válvulas, o mesmo que o GT, no entanto, algumas alterações foram feitas para que ele pudesse ter uma potência de 223 cv com 34,67 mkgf de torque 2.400 rpm.

Foto: divulgação

O câmbio manual conta com seis marchas e a ele está acoplado o propulsor. Com estas características mecânicas, o sistema de propulsão permite que o Renault Megane GT220 alcance uma velocidade de 0 à 100 km em 7,6 segundos. A velocidade máxima alcançada pelo carro é de 24km/hora.

Os freios da nova máquina da marca possuem disco de 320 mm na dianteira de 260 mm na parte traseira. A média de utilização de combustível é de 6,1 litros a cada 100 km rodados.

A nova versão oferece três carrocerias diferentes: cupê, hatch cinco portas e perua Grand Tour. Considerando o design externo, foi colocada uma nova e maior entrada de ar no para-choque dianteiro (também modificado), rodas Sedard de liga leve 18 polegadas com pneus de 225/40 Dunlop Sport Maxx TT, frisos na cor prata adornando as extremidades, chassi desenvolvido pela Renaultsport.

Foto: divulgação

Na parte interna verficam-se bancos esportivos com revestimentos exclusivos, pedais de aluminio, volante renovado. No equipamento da série, é possivel verificar regulador e limitador da velocidade, sensor de chuva, sistema multimídia R-Link.

Os preços do Renault Megane GT220 variam entre 23.245 libras para o Hatch à 24.245 libras para a perua Grand Tour.

Por Melina Menezes





CONTINUE NAVEGANDO: