Modelo chega ao país antes do Salão do Automóvel de São Paulo 2018.

O Jeep Renegade 2019 chega com algumas mudanças, mas nem tudo é novidade, por exemplo, o SUV compacto manterá o motor 1.8 E.torQ, mesmo assim, vale a pena conferir a nova versão do modelo. A Jeep acredita que sua maior novidade para o mercado nacional é o Renegade 2019, que teve a versão reestilizada e algumas alterações no design.

Mas a grande novidade mesmo foi a notícia de que a marca pretende trazê-lo para o mercado nacional antes mesmo de apresentá-lo no Salão do Automóvel de São Paulo, que estreia em novembro. Mas nem isso vem causando tanta polêmica quanto o fato de que os novos motores turbos a gasolina foram esquecidos, eles que chegaram a ser revelados em versões europeias, serão substituídos aqui no Brasil pelo 1.8 EtorQ.

Apesar do novo Jeep Renegade 2019 ainda não ter sido lançado por aqui, já tem problemas pela frente, pois a Fiat-Chrysler analisa a possibilidade de lançar no Brasil sua linha de motores MultiAir III, sendo esta uma variante do Firefly, mas contando com muito mais tecnologia, entre elas a injeção direta de combustível, coletor de escape integrado ao cabeçote e ainda tem controle de válvulas variável. Só que tudo isso custa caro e a empresa resolveu refazer os cálculos para ver se é melhor iniciar a produção aqui ou importar o motor, pois esta decisão terá grande peso no valor final do Renegade.

A questão é que não tendo os motores turbo, o novo Renegade 2019 ficará com os velhos motores 1.8 E.torQ e ninguém sabe como o mercado irá reagir a isto. Para especialistas, o modelo antigo ainda tem 'lenha para queimar', sem contar que seria possível fazer algumas ligeiras mudanças para fazer com que o rendimento fosse melhor. Só que a empresa não disse nada até agora sobre 'melhorar' o motor antigo, apenas usá-lo no lugar do novo. Quanto ao motor 2.0 MultiJet II turbodiesel de 170 cv, este já ficou definido, não terá nenhuma mudança.

Apesar de tudo isso, a garantia é que o Renegade 2019 contará com o mesmo desempenho do modelo comercializado na Europa, contando ainda com um para-choque dianteiro completamente renovado, tendo os faróis de neblina mais centralizados, faróis com iluminação em LED na borda e a grade central ficou com as entradas de ar um pouco mais largas. Na parte de traz as novidades continuam, mas de forma bem discreta e uma delas é a lanterna em LED que tem novo design interno, dando a impressão de que é 3D.

Mas o Renegade 2019 traz novidades também por dentro, apesar de não ser muitas. O painel é o mesmo do Compass, porém, com mudanças de controles do ar-condicionado. Foram adotadas centrais multimídias um pouco maiores, sendo que o modelo disponível na opção top de linha tem tela de 8,4 polegadas.

A Jeep está acreditando no mercado nacional e além do Renegade 2019, ainda está investindo pesado para apresentar a nova geração do Wrangler e até do Cherokee, que chega reestilizado, lembrando que eles já foram lançados nos Estados Unidos e com isso a marca se sente mais segura para lançá-los por aqui. Em novembro, serão exibidos no Salão do Automóvel, para que os brasileiros possam conferir de perto.

A Fiat-Chrysler já revelou suas metas para os próximos 5 anos e a intenção é disponibilizar no mercado um SUV novinho, de 7 lugares, sendo vendido em toda América Latina e a produção deverá ser em Goiana, na Paraíba. A Fiat-Chrysler ainda pode lançar um SUV inédito, um modelo compacto que ficaria abaixo do Renegade. Devido à forte concorrência e a falta de grandes novidades, o novo Renegade 2019 pode acabar não alcançando os objetivos esperados pela marca.

Por Russel


Uma nova série especial do Jeep Renegade chega com inspiração no filme Batman vs Superman: A Origem da Justiça. O filme chega em março nos cinemas de todo o mundo, mas a edição limitada da Renegade já está à venda com o preço de R$ 104.390 (já convertido). O modelo terá a sua venda, em princípio, somente nos Estados Unidos.

O carro traz na sua traseira um inserto que já é famoso com uma mistura dos símbolos de Superman e Batman. A aparência mais sombria é que também faz a menção a essa inspiração no longa. Os consumidores encontram a Jeep Renegade em dois tons de preto, sendo eles a Granite Crystal e a Carbon Black. Nos para-choques vemos que eles foram pintados no tom de preto brilhante. As marcas sombrias também estão presentes na grade frontal e nos logotipos.

Internamente as mudanças foram poucas. A base do veículo é a versão Latitude e conta com itens de série como ar-condicionado digital em duas zonas, central de multimídia que traz câmera de ré, partida do motor feita por botão, volante multifuncional e freio de estacionamento elétrico.  

Em termos de motorização, o Jeep Renegade traz o propulsor 2.4 Tigershark com uma potência de 186 cavalos e um torque de 23,4 mkgf. A tração é 4 x 4 com um câmbio automático de nove velocidades.

Jeep Renegade na Argentina

O modelo se encontra no mercado nacional há praticamente um ano e é sucesso em termos de vendas. Neste 2016, o modelo é um dos mais aguardados na Argentina para ser lançado. Ele terá a sua importação vinda do Brasil. A pré-venda aconteceu para os Hermanos desde o dia 13 de fevereiro e os preços ficam mais caros em relação ao nosso mercado.

O Renegade começa com um preço a partir de 398.700 pesos (R$ 108 mil em uma conversão para nossa moeda).  No Brasil, o custo começa em 74.990. Na Argentina, o Jeep Renegade terá a sua venda com apenas a versão Sport com propulsor 1.8 com potência de 128 cavalos e transmissão manual. O governo da Argentina ainda promoveu redução dos impostos internos frente aos automóveis para que a indústria fosse incentivada.

Fotos: divulgação


Novo modelo conta com motor 1.8 Flex e poderá ser vendido pelo preço sugerido de R$ 68.900.

A renomada fabricante de veículos automotores, a Jeep, fez o anúncio oficial, nesta terça-feira, a respeito do lançamento no mercado brasileiro de uma nova versão de entrada para o Renegade.

Esta nova versão deste veículo chega ao mercado com uma configuração um pouco aquém da versão Sport no portfólio da marca, a qual foi batizada com o nome de 1.8 Flex e será comercializada com o preço sugerido de R$ 68.900.

Tal como o próprio nome já expressa, este novo modelo de entrada traz consigo um propulsor flex que trabalha juntamente com um câmbio de cinco marchas manual e tração 4X2. Os opcionais que serão oferecidos nesta versão serão os seguintes: direção elétrica, ar condicionado, freio de estacionamento eletrônico, retrovisores e travas elétricas, auxílio para partida em rampa, controle de estabilidade eletrônico e rodas de ferro.

Contudo, não dá para negar que este Renegade “sem sobrenome” veio ao mercado mantendo o nível de acessórios da Jeep que já é conhecido de muitos consumidores aqui do País, uma vez que a lista de acessórios dele contempla rádio com sistema Bluetooth/USB com a presença de entrada auxiliar e suspensão independente nas quatro rodas.

A distinção entre esta nova versão e a versão Sport é que esta nova não é dotada de faróis de neblina, sensores de estacionamento, rodas confeccionadas em liga leve e comandos de som e alarme inseridos no volante.

Então, se você gosta dos veículos da marca ou está pretendendo adquirir um, veja abaixo os preços sugeridos para todos os veículos da gama:

– 1.8 Flex Manual: R$ 68.900;

– Sport 1.8 Flex Manual: R$ 71.900;

– Sport 1.8 Flex Automático (6 marchas): R$ 76.900;

– Longitude 1.8 Flex Automático (6 marchas): R$ 82.900;

– Sport 2.0 Diesel 4X4 Automático (9 marchas): R$ 99.900;

– Longitude 2.0 Diesel 4X4 Automático (9 marchas): R$ 109.900;

– Trailhawk 2.0 Diesel Automático (9 marchas): R$ 119.900.

Agora só nos resta saber se essa nova versão do Renegade, devido ao seu valor mais baixo, irá conseguir manter o sucesso obtido pelas outras versões que tiveram o êxito de conseguir a façanha de ter sido o segundo lugar de vendas entre os SUVs compactos comercializados no País. 

Por Adriano Oliveira

Jeep Renegade no Brasil

Jeep Renegade no Brasil

Fotos: Divulgação


O modelo Jeep Renegade teve o lançamento confirmado para o dia 10 de abril. A informação foi emitida no site da empresa. O primeiro modelo Jeep nacional tem a opção "monte seu carro", onde o cliente escolhe os pacotes opcionais que devem estar presentes no modelo, além de especificações completas sobre as versões. 

O modelo possui ar condicionado de fábrica, direção elétrica, sistema de frenagem elétrica, controle de estabilidade e rádio integrado. O modelo deve ser concorrente direto do EcoSport e Honda HRV.

O modelo Renegade deve ser vendido em três versões: Sport, Longitude e Trailhawk. A versão Sport conta com motor flex 1.8 capaz de gerar até 132 cavalos de potência, e capacidade de torque de até 19,1 kgfm. Existem duas opções de transmissão de marchas: câmbio manual de cinco velocidades, e câmbio automático de seis velocidades. Além disso, o cliente pode optar por um motor 2.0 turbo diesel, com 170 cavalos de potência, tração integral nas quatro rodas e câmbio automático de seis velocidades.

As cores disponíveis para versão Sport, são: vermelho, verde, branco, preto e prata metálico.

O modelo Renegade Longitude pode ser encontrado com ambos os tipos de motorização citados anteriormente. Apesar disso, o câmbio manual não está presente na opção 1.8 flex. Ao todo, a versão possui nove opções de cores, tendo o teto preto e a parte interior da carroceria colorida.

A versão topo de linha Trailhawk possui motor 2.0 turbodiesel e caixa de transmissão de nove velocidades automática. A versão conta com sensor que detecta chuva e suspensão off road, indicado para quem deseja trafegar por qualquer tipo de terreno. A cor Laranja Aurora é exclusiva dessa versão. Os pacotes opcionais de cada versão procuram otimizar a qualidade do veículo, trazendo teto panorâmico, para fusos antifurtos, itens multimídia, airbags laterais, e muito mais.

O valor do produto em território nacional ainda não foi divulgado, mas acredita-se que o preço esteja entre R$ 68 mil e R$ 105 mil.

Por Wendel George Peripato

Jeep Renegade

Jeep Renegade

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: