Novo modelo da Hyundai está na categoria de SUV compacto e será apresentado ao público no Salão do Automóvel de Nova York.

A Hyundai está sempre de olho em ideias que possam alavancar as suas vendas no mercado mundial. E, sabendo disso, a nova promessa muito aguardada em relação à montadora para o primeiro semestre é o seu mais novo SUV compacto. Chamado de Styx, o inédito está muito próximo de ter mais detalhes revelados para o grande público.

Com desenvolvimento pensado para o desempenho do papel de entrada no que diz respeito ao portfólio de modelos da marca, o utilitário terá a sua apresentação oficial, ao que tudo indica, no mês de abril deste ano, durante o Salão de Automóveis de Nova York. A boa notícia é que o carro chega para ser vendido nos Estados Unidos e, também, em países emergentes, como é o caso da Índia. E para quem pensa que precisará aguardar até o próximo mês para ver alguns detalhes, a notícia é boa, já que alguns pequenos vídeos e imagens já antecipam o que virá por aí. A certeza é de que a marca irá ressaltar algumas características no SUV, tais como o desenvolvimento e a dirigibilidade para as condições climáticas mais diferenciadas e extremas. Por isso, podemos esperar um veículo que prioriza a segurança e o conforto.

Styx: ‘rio do submundo’

Apesar de ainda não ter sido formalmente anunciado como Styx, o nome é dado como quase certo pela montadora. Sabe-se que a Hyundai também chegou a cogitar um outro nome de Leonis. Porém, as dificuldades que foram encontradas para o registro de tais patentes foi decisivo para que a marca desistisse da ideia. Com isso, o Styx ganhou ainda mais força e acabou sendo dominante na disputa. O nome trata-se de um termo que tem a sua origem na mitologia grega, relacionado ao maior e também principal “rio do submundo’, no qual Tétis teria mergulhado todo o corpo de seu filho, chamado de Aquiles. A ação tinha como objetivo torná-lo imortal, exceto pelo calcanhar que foi deixado de fora da água. Por esse motivo, o mesmo também é muito conhecido como o ‘rio da invulnerabilidade’. Esse termo foi, com certeza, decisivo e o que motivou todo o marketing da montadora Hyundai pela escolha do nome.

Design inspirado em outros SUVs

Em relação ao design, sabe-se que a grande inspiração da Hyundai está nos principais SUVs que já foram lançados recentemente, como é o caso do Palisade, Kona e Santa Fe. O grande destaque vai para o conjunto óptico que é dividido em duas partes distintas e para a grade em formato hexagonal. Em suas laterais, as colunas serão desenhadas em formato reto e reforçam ainda mais o estilo já almejado de caixote, com um caimento acentuado no sentido da traseira e o teto plano. Já as lanternas terão o recorte retilíneo e estarão abrigando as luzes da seta, freio e posição. As luzes de ré terão a sua instalação, em contrapartida, no para-choque. Para quem busca exclusividade e muita modernidade no visual, o teto poderá ser pintado em outras cores diferenciadas. Assim, tem-se o contraste em relação a esse com o restante da carroceria.

Dimensões competitivas

Em relação ao seu comprimento, o Styx terá cerca de quatro metros, o que acaba se tornando decisivo para o preço final muito mais competitivo, ainda mais se levarmos em conta o recolhimento bem reduzido dos impostos quando avaliado o mercado indiano. Em termos de motorização, são esperadas as versões de 1.0 GDI turbo com potência de 120 cavalos, 1.2 aspirado e o 1.5 turbodiesel com 117 cavalos. O câmbio virá nas opções de manual com seis marchas ou, ainda, o automatizado de dupla embreagem e com sete posições. Vale lembrar que a disponibilidade da configuração dependerá do mercado de cada país. Sobre a tração, essa será apenas dianteira, já que o modelo em sua essência possui uma vocação urbana.

Lançamento no Brasil

Ainda não foi confirmada nenhuma informação sobre o lançamento do SUV para o mercado brasileiro. Todavia, entende-se que seria muito importante para a marca que seja comercializado um carro no segmento que esteja abaixo do Creta e que substitua o HB20X. Isso porque, hoje em dia, falta concorrência de veículos SUV compactos, podendo-se citar somente o Caoa Chery Tiggo 2 e o Honda WR-V. Nos EUA, o modelo já possui uma definição nítida de que substituirá o hatchpack Accent, que dará lugar ao Styx devido às suas baixas vendas. Por isso, é bom ficar ligado em todos os detalhes do novo modelo da Hyundai. Falta muito pouco para o início do Salão de Nova York, que abre as suas portas a partir do dia 17 de abril.

Por Kellen Kunz

Hyundai Styx


Modelo deve concorrer com Creta, Renegade e HR-V.

Após ter sido realizada a apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo 2018, o modelo Volkswagen T-Cross pode se considerar oficialmente lançado no mercado automobilístico brasileiro. O lançamento do SUV de menor proporção lançado pela marca, tem como principais rivais o Hyundai Creta, Ford EcoSport, Honda HR-V e o Jeep Renegade. O valor de sua versão inicial é de R$ 84.990,00 e a topo de linha pode chegar a R$ 109.990,00.

O modelo já está sendo comercializado na pré-venda, onde é exigido um sinal de R$ 5 mil reais, porém, a entrega dos pedidos só será realizada nos meses futuros. O valor do sinal poderá ser pago com cartão de credito ou então através de boleto. Para os compradores que adquirirem o modelo na pré-venda, levará para casa alguns brindes extras. Os brindes serão de acordo com a categoria do modelo e serão os seguintes:

  • T-Cross Confortline – cooler;
  • T-Cross Highline – bicicleta dobrável.

Para os interessados em adquirir o modelo ainda na pré-venda, estão disponíveis 400 unidades de cada uma das versões.

O novo modelo possuirá três configurações, onde a primeira ainda não possui um nome específico, mas as outras duas são chamadas de confortline e highline. As duas primeiras versões estarão equipadas com o 1.0 turbo flex, possuindo até 128 cv e 20,4 kgfm. Já a versão Highline terá mais potência, onde o motor será o 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgfm. Os motores são os mesmos dos modelos de Jetta, Polo e Golf. A fabricante alemã afirma que com o motor 1.4 turbo, o novo SUV é capaz de chegar aos 100 km/h em apenas 8,7 segundos.

Quando comparado ao modelo T-Cross comercializado na Europa, o modelo nacional é 9 cm mais comprido e 1,1 cm mais alto. A plataforma modular responsável pela produção do novo modelo é a MQB, que também produz os modelos mais modernos da empresa. A fabricante afirma que as peças possuem o percentual de 70% de nacionalização.

Características do novo modelo T-Cross

T- Cross – Porta-malas

O porta-malas possui 373 litros, número que pode ser considerado modesto. Porém, supera o volume dos modelos concorrentes EcoSport e Renegade, porém, fica para trás quando comparado com o HR-V e o Creta.

Para amenizar essa diferença, a Volkswagen implantou um sistema capaz de ampliar o compartimento para 420 litros, porém, o encosto da segunda fileira precisa ficar em uma posição mais vertical para que essa mudança seja possível, ou seja, é trocado o conforto pelo tamanho adicional do porta-malas.

T-Cross – Medidas

O modelo do T-Cross comercializado no Brasil possui 4,19 metros de comprimento, 2,65 metros de entre-eixos e 1,56 metros de largura. Dessa forma, é possível afirmar que o modelo possui 9 cm a mais de comprimento e 8,8 cm a mais de entre-eixos quando comparado a versão comercializada na Europa.

T-Cross – Rivais

Assim como a maioria dos seus componentes são melhores e maiores do que seus rivais, o valor das versões do novo modelo também é maior. Onde a versão inferior custa R$ 85 mil e a versão topo de linha podendo chegar a R$ 110 mil reais.

Dos seus rivais o modelo mais barato atualmente é o Jeep Renegade, que possui preços entre R$ 72.990,00 e R$ 105,990,00 na sua versão flex ou então R$ 139,990,00 na versão diesel. Os próximos da lista são o modelo da Ford, o EcoSport e o Hyundai Creta, onde os dois modelos possuem o custo inicial de R$ 78.990,00. O modelo da Ford possui o valor máximo de R$ 108.390,00 e o da Hyundai, que é o mais vendido da categoria, possui o valor máximo de R$ 104,990,00. Por fim, o Honda HR-V possui a versão inicial mais cara, onde custa R$ 92.500,00 até R$ 108,500,00.

O T-Cross conseguiu superar suas expectativas? E qual a sua opinião a respeito do preço, achou justa? Deixe sua opnião sobre o novo modelo Volkswagen T-Cross.

Anderson Jacinto Luiz


O novo modelo está oficialmente revelado ao público. Trata-se do mais eficiente e potente Velar, capaz de combinar as séries mais elegantes das versões existentes com a força que todo consumidor espera de uma versão tipo esporte, top de linha.

Uma das maiores companhias inglesas no ramo de automóveis, a Land Rover, super produtora de luxo, está com novidade no mercado.

Depois de diversos registros de flagrantes, o modelo Range Rover Velar SVR está oficialmente revelado ao público, cujo título é bastante sutil. Trata-se do SVAutobiography Dynamic Edition, consistindo no mais eficiente e potente Velar, capaz de combinar as séries mais elegantes das versões existentes com a força que todo consumidor espera de uma versão tipo esporte, top de linha.

Entre as atribuições de que a nova versão está munida, segue a relação:

Equipada de um motor V8 5.0 Supercharger produzido pela própria Land Rover, que entrega 550 CV de desempenho e mais 69,3 KGFM de torque. Está munido de uma transmissão tipo automática em oito marchas, que proporciona ao SUV atingir cerca de 100 km/h em um tempo recorde de 4,5 segundos, entregando velocidade máxima de até 274 km/h.

Entretanto, a versão SVAutobiography Dynamic Edition está repleta de mais especificações, além de seu motor sobrealimentado. O grupo de engenheiros da companhia fez recalibrar o sistema de tração integral, que agora está munido de uma caixa de transferência muito mais robusta e resistente, de modo a suportar a força extra oriunda de seu motor. De acordo com os gestores da marca, estão registrados mais de 63.900 horas de processo de otimização na condução; no rodar e nos resultados mecânicos de modo a se ter certeza de que todo o aparato estava perfeitamente calibrado neste SUV.

Assim, tendo sido desenvolvido pela companhia Land Rover Special Vehicle Operations, esta joia da coroa está super equipada de um sistema de freios em maior escala, capaz de fazer parar o SUV ao longo das mais altas velocidades. Este sistema de freios conta com discos de 395 mm, em sua parte dianteira e de 396 mm em sua parte traseira, portando mais duas peças que operam como redução de peso, suplementadas de pinças vermelhas e rodas em aro 21", ou 22" como alternativa.

Em sua carroceria foram realizadas algumas mudanças, que abrangem um novo tipo de para-choque dianteiro, vazado em entradas de ar mais eficientes, de modo a manter o motor e o sistema de freios melhor refrigerados. Em sua parte traseira são quatro saídas para o escape, capazes de apresentar um bom Velar. Está munido das citadas pinças vermelhas, as quais poderão estar disponíveis na cor preta, proporcionando um visual bem mais discreto.

Em seu interior, o modelo Land Rover, Range Rover Velar SVAutobiography Dyamic Edition – extenso título – ele está munido de um volante esportivo, que dispõem de aletas para a troca das marchas, produzidas em alumínio. Mas, isso não é tudo, pois este modelo está munido de um acabamento bem diferenciado, seja nos controles do sistema multimídia, seja em seu seletor de câmbio. O pacote extra, em fibra de carbono, pode ser incluso, com um custo a mais.

Este é um automóvel de alta categoria, destinado aos consumidores mais ávidos pela combinação de suavidade e elegância com agressividade e resistência. O modelo inglês tem a vantagem de combinar o clássico com o moderno, o que é próprio do Reino Unido, dada a grande tradição do país.

Entretanto, os especialistas não podem prever, até o momento, a partir de que mês ou ano este modelo será comercializado. Na Inglaterra ele começa a ser vendido por um valor de 86.120 libras, porém, no mesmo Reino Unido este veículo será comercializado somente por um ano.

Por Paulo Henrique dos Santos

Range Rover Velar SVR

Range Rover Velar SVR


O novo Hyundai Santa Fe possui diversos itens de série, contando com muito conforto e tecnologia.

A montadora sul-coreana Hyundai acabou por baixar o segmento do modelo Santa Fe, alterando-o para brigar com o Toyota RAV4 e também o CR-V da Honda. Ainda assim, o novo Santa Fe acaba por ser maior que sua geração passada, tendo, no comprimento mais 7,9 cm, no entre eixos aumentou 6,6 cm e na largura apenas 1 cm.

Para ter ainda mais alterações, enquanto o modelo será comercializado com somente cinco lugares e duas fileiras, será disponibilizado também uma variante chamada de "Santa Fe XL" a qual conta com sete lugares.

O Hyundai Santa Fe em sua linha 2019 irá contar com um conjunto ótico que possui formato dividido assim como visto no Fiat Toro. As suas luzes diurnas que possuem tecnologia LED se alojam na parte superior próximo ao seu capô. Por outro lado, seus faróis principais foram instalados ligeiramente mais abaixo, localizando-se na extremidade do seu para-choque. A grade dianteira é grande e possui formato de grelha e é um destaque na parte frontal do veículo, além de possuir logo abaixo do para-choque a entrada de ar. Olhando o modelo lateralmente, o destaque se dá por suas rodas de 19 polegadas e de liga leve.

Quando o assunto é a motorização do novo Hyundai Santa Fe linha 2019 pode-se dizer que o motor é bem potente, contando com um propulsor de 3.5 litros com 6 cilindros dispostos em formato de “V”, o qual possui uma capacidade de gerar 280 cavalos de potência em rotações de 6.300 por minuto, além de 34,3 kgfm de torque ao atingir 5 mil giros. Esse motor funciona de forma conjunta com sua nova transmissão automática que conta com oito marchas. Além disso, o SUV asiático irá contar com um sistema de tração integral, chamado de All Wheel Drive – AWD.

O Santa Fe linha 2019 possui em sua lista de itens de série o seguinte: botão para acionamento do motor, acesso ao esportivo através de proximidade (smart key), os retrovisores possuem memória de posição, seu painel de instrumentos é um SuperVison com 7 polegadas TFT em LCD, retrovisor interno é eletrocromático e conta com bússola, Paddle Shift para alterar as marchas e o volante é esportivo com quatro raios e com botões de comandos.

O modelo ainda conta com ar condicionado eletrônico com um visor digital, câmera de ré, seleção do modo de condução (chamado de Drive Mode Select), coluna de direção possui ajuste de profundidade e altura e conta também com teto solar panorâmico equipado com sistema antiesmagamento.

Ao se tratar de multimidia, o lançamento da Hyundai para 2019 possui uma central de entretenimento com 8 polegadas e com tela sensível ao toque, além de 3D Navigation Map podendo ser conectada com Apple Car, Android Auto e Android, possui também um sistema de áudio Infinity, o qual conta com quatro alto-falantes, mais 2 tweeters em sua parte dianteira, dois alto-falantes estéreo, um central, um amplificador e um subwoofer.

Para os ocupantes rodarem com maior segurança os destaques nesse quesito ficam por conta do sensor que previne uma colisão frontal, assistente de manutenção de faixa de rolamento, sensor de colisão traseiro, detecção de ponto cego, controle de velocidade quando se encontra em declive, controle de frenagem nas curvas e auxílio de saída em aclive.

Além de possuir ainda em sua lista o controle Eletrônico de Estabilidade, auxílio para frenagem de urgência (chamado de BAS), controle de Tração, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem e, por fim, assistente inteligente de luz alta, o qual realiza a iluminação da pista e também se adapta de forma automática para que os condutores em veículos trafegando no sentido contrário não tenham a visibilidade comprometida.

Por Filipe Silva

Hyundai Santa Fe 2019

Hyundai Santa Fe 2019


Kia Sportage 2018 recebeu melhorias e novidades em sua nova linha.

O Kia Sportage 2018 é o primeiro carro do tipo utilitário lançado por esta concessionária lançado de forma inovadora no ano de 1993 com mudanças importantes em suas características, as quais vêm sendo aprimoradas a cada ano que passa.

Em decorrência deste processo de mudanças constantes ocorridas neste modelo delimitado, serão apresentadas em seguida neste artigo as suas características técnicas relevantes e inovações mais importantes.

Características técnicas do Kia Sportage 2018

Ao considerar o aspecto mecânico do Kia Sportage 2018, este veículo possui motor do tipo 2.0 litros flex com um total de 16 válvulas as quais funcionam com um comando duplo variável.

Além disso, consegue chegar a uma potência de 167 cavalos e torque de 20,2 Kgfm utilizando etanol bem como 157 cavalos de potência e torque de 18,8 Kgfm quando adota a gasolina como combustível.

Além disso, todas as versões deste modelo apresentam tração dianteira com uma transmissão formada pelo câmbio automático com um total de 6 marchas podendo optar por três modos diferentes de condução que são o Eco Drive, Sport e Normal.

O visual externo deste modelo ficou muito atraente com melhorias como faróis elevados e com maior estilização além dos faróis de neblina com luzes em LED tendo quatro projetores em cada um deles.

É possível encontrar ainda neste veículo uma grade com novo modelo agora semelhante a um dente de tigre bem como as suas lanternas traseiras em LED que proporcionam um visual mais esportivo e elegante em sua aparência.

Inovações internas do Kia Sportage 2018

No seu interior, o Kia Sportage 2018 possui melhorias em seu acabamento com seu painel de instrumentos que apresenta materiais em cores brilhantes em preto cujos materiais se estendem para as portas.

Já para quem gosta de um aspecto estético ainda mais adequado em sua versão EX, este veículo possui bancos com revestimento em couro e bancos dianteiros do tipo elétrico.

É possível mencionar ainda equipamentos inovadores em seu interior como sistema multimídia equipado com Bluetooth, GPS e DVD, ar-condicionado no modelo tipo dual zone e iluminação interna por LED com soleiras exclusivas.

Outros detalhes interessantes de seu interior são o volante no formato multifuncional equipado com paddle shifts bem como retrovisores eletrocrômicos, pedais de aço inox e freio de estacionamento ativado por pedal.

Com relação à facilidade para seu desempenho, o Kia Sportage 2018 contém componentes interessantes para os motoristas como os seguintes:

· Alerta de tráfego lateral

· Controle de estabilidade

· Assistente de partida para locais como rampas e descidas

· Sensor de estacionamento tanto traseiro quanto dianteiro

· Freios a disco e também ABS com EDB em todas as rodas

É importante ainda mencionar quando se pensa no conforto ofertado por este automóvel que seu espaço interno é maior para motorista que possui um banco com ajuste lombar do tipo elétrico além de difusor de ar e ajuste de encosto nos bancos traseiros.

Quem pretende viajar com este modelo também conta com vantagens adicionais a exemplo do seu porta-malas que tem capacidade para armazenar até 868 litros de bagagem com cobertura e estepe de aro 19 polegadas.

Valores financeiros do Kia Sportage 2018

Com relação aos preços básicos para aquisição do novo Kia Sportage 2018, a sua versão LX pode ser adquirida por R$112.990,00 enquanto a alternativa EX tem montantes iniciais de R$139.990,00.

Ao pensar nas suas vantagens sob o ponto de vista econômico, este modelo tem um gasto de combustível estimado de 6 e 8,7 Km/litro na cidade bem como de 7,5 e 11 Km/litro na estrada para, respectivamente, etanol e gasolina.

Conclusão

Desta forma, os diferentes pontos relacionados como Kia Sportage 2018 mostrados neste artigo permitem a consideração de suas melhorias e adequação para todos os consumidores que desejam conforto e desempenho em um único veículo.

Por Ana Camila Neves Morais

Kia Sportage 2018

Kia Sportage 2018

Kia Sportage 2018


Modelo é um SUV de porte pequeno com preços atrativos no Brasil.

Cheio de qualidades e bem elogiado pela imprensa especializada nacional o JAC T40 é um SUV de porte pequeno importado recentemente pela montadora chinesa JAC Motors com preços extremamente atrativos.

A JAC Motors tem tradição em trazer carros com muitos equipamentos e não é diferente no JAC T40, uma de suas exclusividades além do padrão de conforto requintado, beleza e sofisticação nos detalhes, são as possibilidades do consumidor escolher versões até com câmera frontal (algo inédito no mercado brasileiro).

Diferenciais importantes

Fora todo seu conjunto e excelente custo-benefício, destacam-se também alguns importantes diferenciais no JAC T40:

– Espaçoso porta-malas de 450 litros, um dos maiores de sua categoria.

– Rodas aro 16, de liga-leve, equipadas com caliper de cor vermelha.

– Bancos moldados e feitos em tecido especial.

– Volante com comandos integrados de piloto automático e som.

– Motor de 16 válvulas 1.5 VVT flexível (aceitando tanto gasolina como etanol)

– Exclusiva Câmera Frontal, que pode também registrar fotos e filmes com áudio atrelado ao aplicativo JAC View.

– Central Multimídia de 8 polegadas integrada ao painel com enumeras funções.

Cores, Preços e Ficha Técnica do JAC T40

O JAC T40 é vendido nas cores Laranja, Branco, Cinza, Vermelho, Marrom e Preto, com preços a partir de R$ 57.990,00 na versão Pack 2, caso o consumidor deseje mais equipamentos de conforto, a JAC oferece a versão Pack 3 por preços a partir de R$ 60.990,00.

Nos preços não estão inclusos o frete e a pintura metálica, a garantia continua a mesma, excelentes 6 anos de cobertura.

Ficha Técnica com as principais características:

Motorização e Performance

Motor 1.5 de 16 válvulas, com 125 cv de potência a Gasolina e 127 cv de potência a Etanol.

Câmbio Manual de 5 marchas.

Velocidade Máxima aferida de 191 km/h, fazendo de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos segundo a montadora chinesa.

Suspensões

Suspensões dianteiras independentes McPherson e traseiras com eixo de torção semi-independente, com barras estabilizadoras.

Rodas e Freios

Rodas de liga leve de 16 polegadas com pneus 205/55, com freios dianteiros a disco e traseiros com disco sólido.

Principais Equipamentos de Segurança e Conforto

Lateral das portas com barra de proteção e cintos de segurança para os ocupantes.

Freios anti-travamento nas rodas.

Air bag frontais para motorista e passageiro.

Sensores de Estacionamento com luzes de LED diurnas.

Controle de Estabilidade com travamento central das portas a partir dos 15 km/h.

Travas elétricas nas portas e alarme.

Piloto Automático (disponível somente no PACK 3).

Tanque de combustível com abertura interna.

Faróis dianteiros e traseiros de neblina.

Limpador, Lavador e desembaçador do vidro traseiro.

Chave com comando para destravamento remoto tanto das portas como do porta-malas.

Chave tipo canivete (disponível somente no PACK 3).

Bancos dianteiros do motorista com ajuste.

Encostos para todos os ocupantes do veículo (totalizando 5 encostos).

Fixação para cadeiras tipo Isofix.

Câmera Frontal e de Ré (disponível somente no PACK 3).

Alças dianteiras e traseiras de segurança.

Anti-ofuscamento do retrovisor interno (disponível somente no PACK 3).

Espelhos no parassol.

Brake Light Traseiro incorporado.

Sensores Crepuscular com luzes de leitura internas.

Ar condicionado para veículo.

Computador de Bordo com múltiplas funções.

Volante com acabamento especial em couro (disponível somente no PACK 3).

Central Multimídia com tela de 8 polegadas (disponível somente no PACK 3).

Alto falantes em dois pares e tweeters em um par.

USB e Bluetooh como entradas (disponível somente no PACK 3).

Iluminação do Painel e Instrumentos com ajuste, porta copos, e tomada 12V.

Teto com rack incorporado.

Dimensões:

Altura de 1568 milímetros, largura de 1750 milímetros e Comprimento de 4135 milímetros, capacidade do tanque de combustível de 42 litros e do porta-malas de 450 litros.

Por C. B.

JAC T40


Modelo possui grande potência e o destaque do torque do motor, outro detalhe que chama a atenção no Equinox é o seu baixo nível do ruído, o que traz mais conforto na hora de dirigi-lo.

A Chevrolet trouxe recentemente mais uma aposta da montadora para o mercado brasileiro e também mais um integrante da categoria SUV: Equinox. Apesar do nome exótico, trata-se de uma das grandes apostas da montadora para o mercado dos SUV’s que está bastante aquecido.

A novidade da Chevrolet promete brigar de igual para igual com os principais modelos da categoria SUV. Com motor 2.0 Turbo, potência de 262 cv e transmissão de nove marchas, a principal missão do utilitário esportivo será a substituição do Captiva. Um dos objetivos desse lançamento por parte da Chevrolet é conseguir a liderança de vendas no Brasil quando o assunto é o segmento de SUV’s.

Com preço sugerido de R$ 149.900,00 e disponível apenas na versão Premier, o Equinox é fabricado no México. Além de sua grande potência e o destaque do torque do motor, outro detalhe que chama a atenção no Equinox é o seu baixo nível do ruído, o que traz mais conforto na hora de dirigi-lo.

Um detalhe muito importante e que faz o Equinox se tornar uma opção viável está relacionado ao custo de manutenção. Segundo destaca a GM, o custo de manutenção do lançamento da Chevrolet é de R$ 3.132,00 nos primeiros 60 mil km rodados. Dessa forma, o Equinox bate todos os seus principais concorrentes neste quesito. O Hyundai New Tucson, por exemplo, custa R$ 4.274,00, enquanto que no Jeep Compass 2.0 Flex esse valor passa a ser de R$ 4.296,00. Nos outros modelos da categoria, Audi Q3 1.4 Turbo (R$ 6.340,00) e Volvo XC60 (R$ 10.544,00) o resultado não é diferente, o custo de manutenção do Equinox continua sendo bem inferior aos modelos citados.

A agressividade na parte mecânica do Equinox faz desse automóvel o crossover mais potente da categoria. Trata-se de um posto muito importante considerando os rivais que estão ao seu lado: Peugeot 3008, as versões a diesel do líder Jeep Compass, além de Hyundai ix35, Kis Sportage e os demais representantes das marcas asiáticas.

Outro ponto interessante do Equinox é quando o assunto são equipamentos e itens de série, haja vista a exigência por equipamentos estar maior a cada ano que se passa. Vale destacar que esse lançamento da Chevrolet já conta com a cabine mais elegante da montadora. Além disso, ainda podemos destacar: forração em couro; faróis inteligentes de leds, que são capazes de alternar entre os fachos alto e baixo com o objetivo de não ofuscar a vista dos condutores na via contrária; ar-condicionado de duas zonas; teto solar panorâmico; sistema de som premium Bose; ajuste elétrico com duas memórias no banco do motorista; dentre outros itens.

O Equinox também não deixa a desejar quando o assunto são itens para reforçar a segurança. Dentre os principais itens que vão trazer mais tranquilidade para quem dirige o automóvel, podemos destacar: controles de estabilidade e de tração, seis airbags, assistente de permanência em faixa, tampa traseira com abertura elétrica e assistente de estacionamento (capaz de manobrar sozinho).

E para aqueles que gostam mesmo é de carro espaçoso, saibam que o Equinox também atende as suas exigências. A distância entre os eixos do automóvel e de 2.725 mm, que segundo a Chevrolet é uma das maiores do segmento. Essa distância trás como principal consequência um maior espaço interno e a capacidade para cinco ocupantes no total. Além disso, levando em consideração a configuração dos bancos, que possui ajuste de inclinação, a capacidade do volume máximo de carga pode variar de 468 litros a 1.627 litros.

E tecnologia é algo que não falta no Equinox, ainda mais quando o assunto é conectividade, algo tão procurado hoje em dia. O automóvel dispõe de sistema de carregamento wireless para smartphones e sistema de telemática avançada ONStar, multimídia Mylink compatível com os aplicativos Android Auto e Apple CarPlay.

Para mais detalhes sobre o Equinox acesse o site oficial da Chevrolet na página do automóvel (www.chevrolet.com.br/suvs/equinox.html).

Por Bruno Henrique

Chevrolet Equinox

Chevrolet Equinox


Novo modelo está sendo batizado de C-SUV e deve ser pensado para os países emergentes.

No mundo moderno, com sua correria e agilidade, os carros estão entre os bens mais adquiridos e cobiçados pelas pessoas. Portanto, nada melhor do que fazer referência a uma das mais famosas companhias automobilísticas do mundo, a empresa Renault, que recentemente informou o lançamento de mais um SUV no Brasil. Ou seja, os apaixonados por carros novos poderão consultar o site e verificar o modelo pelas fotos.

A companhia Renault não se limita em produzir apenas padrões, mas está sempre inovando. Não bastasse a famosa dupla de SUVs: o Duster e Captur, um novo projeto foi engendrado, formando uma verdadeira trilogia, que está prestes a estrear: o novo Koleos.

A empresa divulgou suas metas e projetos até o ano 2022 e nesses planos a mesma fabricante adicionou a elaboração e produção de um crossover a mais, próprio para circular nas nações mais emergentes, que abrangem países tais como o Brasil, a China, a Coreia do Sul e a Rússia. Ainda não é possível acessar maiores detalhes a respeito deste novo modelo, com a exceção de que o mesmo foi batizado com o título de C-SUV, na série dos tipos de carros designados como compactos nos demais países em torno do mundo, porém, no Brasil, são conceituados como carros de porte médio.

Em algumas páginas da web têm divulgado algumas imagens do projeto da empresa Renault, tal como a página Indian Autos Blog, as quais têm nutrido expectativas sobre a criação de um estilo SUV mesclado ou mesmo apoiado sobre as bases do Kwid. É interessante observar que existem três variações de veículos que esta companhia garantiu tornarem-se tipos subcompacto. Entretanto, a intenção era que fosse produzido um modelo demasiadamente exíguo para enquadrar-se na série C internacional. A previsão mais acertada está na ideia de produção dentro da mesma linha estratégica do modelo Captur, o qual está totalmente adaptado para rodar em todos os países emergentes. Assim, os consumidores precisam estar atentos ao nível de veículo que está para ser lançado em solo nacional.

Conforme afirmou o líder de produção da Renault – ao longo de uma apresentação sobre os modos de produção no Drive The Future – a estratégia adotada está relacionada com a expansão da série Kwid, progredindo de um único modelo e chegando ao total de quatro modelos, sendo eles a renovação do Logan e do Sandero, a inovação do modelo Duster e a produção de um novo SUV dentro da série C nos próximos anos.

Assim, o tipo de carro mais próximo dentro da lista de opções de atualização é o Kadjar. Este modelo SUV é estruturalmente mais elevado que o Captur europeu, como também no valor e em sua dimensão física. Ele possui 4,45 metros no comprimento, em detrimento dos 4,12 metros do modelo Captur – já que, na Europa, a plataforma utilizada para produção é a do Clio IV. Portanto, já que ele possui todo esse volume, o mesmo veículo tem estrutura similar a do tipo Jeep Compass, que o torna, de fato, um tipo de carro que faz parte de uma série da qual não participam o Koleos, por exemplo, que possui maior dimensão física, de 4,67 metros, mas certamente terá maior custo, sendo que é importado, unicamente disponível em versão top de linha.

Este novo modelo abrange mais métodos de produção e, portanto, é mais complexo na linha de montagem, já que não bastaria apenas tirar proveito da plataforma B0 utilizada para montar o Duster, tal como foi realizado na produção do outro utilitário. Se existe alguma solução, ela está na utilização de uma base modular chamada CMF, cujo método de produção já está sendo realizado no Brasil por meio da versão chamada CMF-A, ou seja, na estrutura do Kwid. Mas o Kadjar produzido na Europa tem sido organizado e produzido por esse mesmo meio, só que pelo CMF-CD. Mesmo assim, no continente europeu o modelo Kadjar está munido apenas de um tipo de motor movido à gasolina, o chamado 1.2 turbo de 131 CV. A expectativa, conforme rumores, é a de que a Renault esteja elaborando motores tipo TCe no território brasileiro, em formato de 1.3 flex, o qual pode atingir a potência de 170 CV. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


O Jeep Compass foi lançado no Brasil em novembro de 2016 e já conta com diversos fãs.

Depois de muita especulação e ansiedade, um dos maiores sucessos de vendas da Jeep Motors em outros países, o seu Compass 2017, já começa a mostrar os primeiros resultados em termos de preferência para o público brasileiro.

Recém-chegado ao Brasil em meados de novembro de 2016 quando foi lançado em pleno Salão do Automóvel na cidade de São Paulo, o novo SUV da Jeep já conquistou mais de 2 mil clientes nos três primeiros meses depois de sua estreia.

Para completo deleite dos que já eram fãs incondicionais da marca e para aqueles que começam a desfrutar do prazer de dirigir no Brasil um dos melhores carros já fabricados nos Estados Unidos, o Compass, pode ser encontrado em quatro versões. Além destas, o consumidor pode escolher entre duas opções de câmbio, motor e tração.

Se para o consumidor existe a possibilidade de optar pela versão que mais agrada às suas expectativas, estas escolhas deverão passar necessariamente pelo bolso. Dependendo dos itens escolhidos, o preço de um modelo pode variar entre R$ 110.000,00 até R$ 152.000,00.

Quais as versões de motores disponíveis para os modelos existentes no mercado?

Os modelos vendidos no Brasil podem ser encontrados com as seguintes versões de motores:

1 – Tigeshark do tipo Flex 2.0, com 166 cv de potência e 20.5 Kgf de torque;

2 – Multijet 2.0 Turbo Diesel com 170 vc de potência e 35.7 Kgf no torque.

Consumo

Para a versão do tipo Flex, os testes mostraram um consumo de 8,1 Km/litro na cidade contra 10,5km na estrada.

Na versão Diesel, o consumo na cidade ficou em 5.5 Km/l e 7,2 Km/l na estrada.

Transmissão

Para quem não gosta de ficar trocando de marcha, existe a possibilidade de levar a versão automática de nove marchas, na versão Diesel (2.0). Caso prefira a manual, ele pode ser encontrado n versão manual ( seis marchas), nos modelos do tipo Flex.

Uma das versões mais em conta (R$ 109.990), a Compass Sport 2.0 AT, possui aros de liga leve em tamanho 17 e uma série de itens que podem deixar o consumidor maravilhado como sensor de estacionamento, câmera de ré, central de multimídia com tela de tipo touchscreen, sensível ao toque, GPS integrado, faróis de LED, freio de estacionamento do tipo elétrico, monitoramento de calibração dos pneus, sistema anti-capotamento, controle eletrônico de estabilidade e de tração e uma série de itens que podem ser conferido em detalhe também no site Quatro Portas.

As outras versões tais como a Longitude, a Limited 2.0 e a Trailhawk possuem preços mais elevados conforme os itens que são oferecidos para cada tipo. Além disto, o preço poderá ser bem mais elevado caso o cliente prefira acrescentar os chamados opcionais de segurança que são específicos para cada tipo de versão a ser vendida, além dos chamados pacotes high tech. Estes detalhes podem ser conferidos em detalhes no site citado acima.

Por Emmanoel Gomes

Jeep Compass 2018


Modelo terá 3 versões fabricadas no Brasil.

Agora é oficial. A Nissan anunciou que a fabricação do seu novo modelo de SUV, o Kicks, passa a ser feita em território brasileiro. Mais uma novidade para os fãs da marca que desejavam há muito tempo adquirir um dos modelos de SUVs mais comentados no momento.

Fabricado inicialmente no México, o automóvel recebeu algumas modificações a fim de se tornar um das marcas mais vendáveis neste concorrido segmento do mercado de automóveis brasileiros.

Com as mudanças para o mercado brasileiro, o Kicks passa a ser comercializado no Brasil em três versões que deverão trazer poucas mudanças, mas somente a incorporação de alguns itens que poderão agradar uma boa parte dos consumidores brasileiros.

Outra novidade é o preço. O novo queridinho da Nissan chega às concessionárias brasileiras com muitos recursos, sem fazer feio aos que já existem no mercado e por um preço quase igual ao de seus concorrentes (cerca de R$ 70.000,00). Para quem quer se dispor, parece ser uma boa opção para quem deseja ter na sua garagem o seu primeiro SUV.

A partir de agora, o novo SUV da Nissan chega às lojas em três ´roupagens’ diferentes. São elas:

1 – Versão S

Preço: R$ 70.500,00 (Manual) e R$ 79.200 (Automático)

Esta é a versão mais simples.

Motor: 1.6 16V, com 111 CVs de potência

Câmbio: Manual de cinco marchas ou automático do tipo CVT.

Vale salientar que o motor e o tipo de câmbio citados acima são comuns para as três versões a serem vendidas no Brasil.

Ele sai de fábrica com os seguintes itens: ar condicionado digital, direção, trava e vidros elétricos, aro de 16 polegadas (aço), coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, rádio com Bluetooth e USB.

Como itens opcionais, temos os controles de estabilidade e tração e sistema de partida em rampas, chamado de Pack Safety.

2 – Versão SV

Preço: R$ 85.600,00

Nesta versão, encontram-se todos os itens da versão S, acrescentando a câmera de ré, aros em aço de liga leve, com 17 polegadas, partida com uso de botão, destravamento das portas sem chaves, para-choques na cor do carro, regulagem elétrica dos retrovisores, GPS e sensor de ré e estacionamento.

Como opcionais, é oferecido bancos em couro, e airbags do tipo laterais e em cortina.

3 – Versão SL

Preço: R$ 94.900,00

Esta é a versão mais cara da linha e que traz todos os itens oferecidos pelas versões anteriores, sendo que algumas opções de conforto e sofisticação são incluídos tais como maçanetas cromadas, central multimídia App cm tela sensível ao toque, painel digital, sistemas de câmeras em 360 graus, detector de movimento e acendimento automático de faróis.

Com relação ao quesito segurança, esta versão vem com um sensor de colisão frontal que pode frear o veículo ou reduzir sua velocidade na tentativa de se minimizar os efeitos dos impactos em uma quilometragem elevada, o chamado Pack Tech.

Por Emmanoel Gomes

Nissan Kicks brasileiro


Saiba quanto custa o seguro dos SUVs mais vendidos do mercado.

Não podemos negar que, quem é dono de um veículo novo ou seminovo, obrigatoriamente precisa fazer um seguro para o mesmo. Geralmente, seguros tem um custo fixo anual e dependendo do modelo, ano de fabricação e marca do veículo, o preço pago pode ser bem salgado no final das contas. É claro que antes de mais nada é necessário fazer uma pesquisa de preço no mercado e colocar na ponta do lápis qual tipo de seguro que mais atende as necessidades do proprietário para não se pagar caro demais por um serviço.

Outra dica bacana é sempre exigir a apólice da seguradora e ler tudo antes de assiná-la, pois nesse documento consta todos os serviços contratados pelo dono do carro e todas as coberturas referentes ao seguro.

Se você pretende adquirir um SUV mas ainda não se decidiu qual modelo será, esse artigo vai te mostrar qual o preço médio de seguro total dos cinco SUVs mais vendidos do Brasil. É melhor preparar o bolso, pois não é nada barato esse serviço, pelo menos em terras brasileiras.

Foi feito uma pesquisa que tomou como base o seguinte perfil do usuário (para todos os carros pesquisados): homem, 35 anos, casado, sem filhos, residente na cidade de São Paulo, que tem garagem em casa e no trabalho e que está contratando o serviço de seguro pela primeira vez.

O Honda HR-V é um dos mais vendidos e o preço médio do seguro para esse modelo japonês ficou por volta de R$ 7.233,00. O preço mais alto e o mais baixo ficaram em R$ 7.550,00 e R$ 7.029,00, respectivamente.

A segunda simulação foi feita com o americano JEEP Renegade, que obteve o valor médio do seguro na casa dos R$ 7.560,00, com valor mais alto de R$ 9.017,00 e menor valor de R$ 5.850,00.

O terceiro carro analisado pertence também a JEEP, que é modelo Compass, com o preço médio do seguro de R$ 12.900,00, com o valor mais alto de R$ 17.500,00 e o menor valor de R$ 10.150,00.

O quarto SUV pesquisado foi o sul coreano Hyundai Creta e o preço médio ficou em torno de R$ 5.850,00, com valor mais alto de R$ 6.700,00 e menor valor de R$ 4.900,00.

O último carro analisado é o japonês Nissan Kicks, com valor médio do seguro de R$ 6.650,00, com maior valor de R$ 8.060,00 e menor valor de R$ 6.600,00.

Vale a pena pesquisar muito, principalmente se o pagamento for à vista.

Rodrigo Souza de Jesus


Nova SUV chega às concessionárias custando a partir de R$ 78 mil.

Para os amantes dos veículos do tipo SUV, a marca francesa Renault, conforme anunciado no último Salão do Automóvel, lança no país a sua nova marca deste tipo de veículo, a linha Captur.

Fabricado desde o ano de 2013 em toda a Europa e na Rússia, a marca chega para incorporar um novo conceito neste tipo de segmento e gradativamente deverá substituir a sua marca mais próxima, o Renault Duster, sucesso de vendas no país desde o seu lançamento.

A nova marca deve estrear no mercado brasileiro chamando a atenção dos possíveis novos consumidores tanto pelo preço quanto pelo seu tamanho. As unidades a serem comercializadas no país não deverão sair por menos de R$ 78.000,00. Bem acima da Duster, cujo valor pode ser encontrado nas concessionárias brasileiras a partir de R$ 69.000,00. Para quem deseja um carro menor, a Captur é ideal. Já a sua similar, ganha em espaço apesar do preço menor.

A nova linha da Renault sai da fábrica com um motor do tipo flex, na versão 1.6, câmbio manual de cinco marchas e com 120 cavalos de força. Quem desejar uma versão mais sofisticada, pode desembolsar um pouco mais de R$ 88.000,00 e levar para casa a versão Intense, com um motor de 2.0, câmbio automático de quatro velocidades e potência de 148 cavalos de força.

A nova linha da montadora veio para ser incorporada ao mercado brasileiro e aos poucos deverá ir substituindo os veículos da linha Duster.

Como itens oferecidos pela nova linha, a estreante Captur vem como ar condicionado de fábrica, vidros elétricos, controle de estabilidade eletrônico e de tração, direção hidráulica–elétrica, cujo acionamento é feito por meio de um dispositivo eletrônico instalado na montadora, monitor de velocidade de cruzeiro, airbags frontais e laterais, sensor de estacionamento e de ré, luzes de LED com acionamento diurno para quem trafega nas rodovias brasileiras, faróis de neblina no mesmo sistema, Bluetooth e um novo sistema para quem transporta crianças no banco traseiro que facilita o encaixe das cadeirinhas. Além disto, as versões que estarão no mercado brasileiro neste ano apresentam um kit multimídia instalado com tela sensível ao toque de sete polegadas e navegador através do sistema GPS.

Emmanoel Gomes


Novo modelo é um conceito que alia o padrão do carro ecologicamente viável com a tecnologia que vai fazer a diferença na hora de dirigir.

A montadora sul-coreana Kia inova mais uma vez e para não ficar para trás no crescente e disputadíssimo mercado dos veículos do tipo SUV, lançará neste dia 10 de novembro, no Salão do Automóvel em São Paulo, o seu mais novo modelo: o Kia Niro. Trata-se de um novo conceito que alia o padrão do carro ecologicamente viável com a tecnologia que vai fazer a diferença na hora de dirigir.

O novo modelo incorporou os conceitos atuais da telemática e aposta na definição de infotainment, onde o motorista pode acessar a internet via wi-fi e utilizar aplicativos compatíveis com o sistema Android, que já vem instalado em seu minicomputador de bordo. Além disto, para que gosta de música, o sistema já traz instalado o aplicativo Apple Car Play, para os usuários de iPhone 6 e que permite ainda o armazenamento de até 8GB. Tudo isto está acessível através de um monitor que responde ao toque do motorista no tamanho de sete polegadas e localizado no painel do veículo.

Apesar de um motor a gasolina de quatro cilindros e do tipo Kappa, com potência de 103 cavalos, o tipo 1.6 GDI foi desenhado para operar no modo híbrido. A montadora desenvolveu um sistema que aproveita o gás que é emitido pela queima de combustível e o transforma em potência adicional. Tudo isto para elevar o nível de rendimento e eficiência do novo modelo. Além disto, o novo SUV traz um motor adicional elétrico que trabalha em sincronia com o normal, o que faz elevar a força para além dos 140 cavalos.

Toda esta inovação em termos de potência do motor é executada por meio de um sistema de transmissão de característica dupla, com o uso de dupla embreagem, com câmbio em 6 marchas.

O design do novo Niro é mais agressivo em relação aos demais modelos de seus concorrentes, a começar pelo desenho dos faróis, mais alongados e linhas mais adaptadas a um segmento mais esportivo. Apesar das inovações, o SUV conservou a grade com a tradicional assinatura da fabricante. No geral, o novo veículo conservou os traços e as linhas que marcam os carros fabricados pelo continente sul coreano. Para quem quer conferir de perto, basta comparecer ao tradicional evento paulista que deverá ir até o dia 20 deste mês. Uma boa oportunidade para quem quiser ter contato com o novo carro antes que ele esteja disponível nas lojas.

Por Emmanoel Gomes

Kia Niro


O sistema apresentado entra em atividade no momento em que as portas de trás do veículo são abertas em um espaço de tempo de dez minutos antes da partida ou mesmo depois que o motor for ligado. Modelo 2017 do SUV Acadia já contará com recurso.

Já acompanhamos vários casos dramáticos e alguns até fatais sobre pais que esqueceram crianças nos carros. Recentemente a General Motors resolveu apresentar uma medida preventiva contra a situação e lançou nos Estados Unidos um recurso que alerta aos pais e condutores em geral sobre o risco de deixar alguma criança no banco de trás, presa dentro do carro.

O sistema apresentado entra em atividade no momento em que as portas de trás do veículo são abertas em um espaço de tempo de dez minutos antes da partida ou mesmo depois que o motor for ligado.

Para entender melhor, o sistema entra em ação, por exemplo, quando o motor for desligado e as portas destravadas. Com isso, ele vai emitir um sinal sonoro 5 vezes e ainda deixa um alerta no painel de instrumentos para que o motorista do veículo verifique os bancos de trás.

De acordo com as informações divulgadas até o momento a previsão é de que o recurso seja lançado já na linha 2017 do SUV Acadia, pertencente à marca GMC, que por sua vez pertence a GM. O modelo em questão não é comercializado em terras nacionais.

Segurança x Crianças:

Nos Estados Unidos, de acordo com alguns levantamentos feitos sobre esse tema, cerca de metade dos casos de morte que aconteceram por hipertermia e que ocorreram com crianças menores de 14 anos surgem principalmente pelo fator “esquecimento”.

O que acontece nesse processo de hipertermia é basicamente o seguinte: Com o veículo trancado haverá um aumento da temperatura corporal. Quando isso acontece a vítima pode sofrer convulsões, perda de consciência, asfixia e em casos extremos, pode levar a morte.

Nos EUA o tema é tão preocupante que a agência de segurança (NHTSA) resolveu fazer uma campanha esta semana para alertar aos pais e responsáveis sobre os riscos iminentes de se esquecer uma criança no veículo.

A NHTSA ainda chama a atenção para a questão apresentado quadros que a primeira vista não são tão preocupantes, mas que se revelam fatais. Um dos cenários é um carro em um dia de temperatura de 26°C. De acordo com a agência em um período de apenas 10 minutos as temperaturas dentro do veículo podem se tornas mortais. Além disso, há o fator “idade”. Nas crianças a temperatura corporal costuma aumentar cerca de 3 a 5 vezes mais rápido do nos adultos.

Por Denisson Soares

SUV Acadia 2017

Foto: Divulgação


Novo modelo poderá seguir a mesma linha do conceito C-HR, que foi apresentado no Salão de Paris do ano passado.

O mercado de compactos tem sido promissor e lucrativo para as montadoras e a Toyota também quer aproveitar a alta desse mercado. Para isso, a montadora japonesa tem em mente um novo modelo que teria previsão para chegar ao mercado até o final do ano de 2016.

O novo modelo viria para ficar abaixo do atual modelo RAV4 e tem que estar preparado para encarar uma grande concorrência que é composta atualmente por modelos como o Honda HR-V, Nissan Qasqai e  Jeep Renegadee.

Um modelo que pode ser considerado como rascunho desse novo crossover apareceu no ano passado, no Salão de Paris, com um conceito que levou o nome de C-HR. O modelo que foi apresentado, apresentava um design com linhas robustas e modernas, com medidas de 4,35 metros de comprimento, 1,85 metros de largura e 2,64 metros de altura.  O modelo que estava presente no Salão no ano passado, está atualmente apresentado no site oficial da Toyota, apresentado como concept.

Esse protótipo apresentado estreou uma nova tendência de plataforma modular para a marca, que será usada mundialmente. Essa plataforma dará origem a um novo SUV compacto e a outros que seguirão o mesmo modelo, independentemente de seu tipo de tração (traseira, dianteira ou integral). O novo modelo criado virá equipado com um motor 1.2 litros, alimentado por gasolina, mas há projetos de lançamento de um modelo movido também à diesel. O câmbio terá as opções de manual e automático.

Há a expectativa de que o novo modelo apareça definitivamente no próximo Salão de Genebra, que acontecerá em março do próximo ano. Esse projeto vem para ser vendido em todo o mundo e não somente na Europa. Serão incluídos no foco da montadora mercados emergentes, como a Índia e o Brasil, que podem ser responsáveis por uma boa parcela de compras, já que mercados emergentes foram responsáveis por uma enorme ebulição do número de vendas das montadoras com modelos compactos.

Por Patrícia Generoso

Toyota C-HR

Toyota C-HR

Fotos: Divulgação


Montadora irá lançar seu primeiro SUV no Salão de Detroit de 2016. Modelo irá concorrer com o Porsche Cayenne.

A Maserati é conhecida como uma tradicional marca italiana de carros de altíssimo luxo. Mas apesar de ser altamente cobiçada em todos os níveis da sociedade, a montadora não tem muita tradição em carros que não seguem o estilo coupé.

Obviamente que seus veículos possuem a mais alta tecnologia, qualidade e irreverência, mas estava faltando na lista da Maserati um SUV que viesse para brigar de frente com os veículos de luxo da mesma categoria. E a montadora italiana correu atrás do prejuízo, projetando o utilitário Levante.

Esse é um dos seus mais aguardados modelos nos últimos anos. O veículo, segundo o site Autovisie, será revelado oficialmente para o mundo inteiro durante o Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos, em sua edição 2016. O evento tem previsão de abertura ao público para o dia 16 de janeiro do próximo ano, e sem dúvida o Levante será um dos modelos mais buscados tanto pela imprensa internacional especializada quanto pelo público amante de automóveis.

O Maserati Levante virá para brigar de frente com o Porsche Cayenne, portanto, já podemos esperar um SUV irreverente, com linhas bem expressivas, alta tecnologia, e preço dos menos acessíveis para a grande maioria da população, não só brasileira, como do resto do mundo.

De acordo com as especulações, o Levante deverá ter características que já apareceram no Kubang concept, que foi apresentado ao mundo inteiro no Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha, em 2011. Na época, o modelo foi um dos destaques do evento.

Sobre a motorização, se seguir essa linha do Kubang concept, o Levante deve apresentar duas opções de motorização, com modelos V6 e V8 a gasolina e também com versões movidas a diesel.

O possível valor, ainda de acordo com o site Autovisie, irá variar entre 90 mil e 200 mil, dependendo da versão e dos opcionais que o cliente escolher.

Por Felipe Villares

Maserati Levante

Maserati Levante

Fotos: Divulgação


Modelo SUV PHEV Concept poderá ser um dos modelos da marca que serão lançados na Europa.

Há um bom tempo fala-se sobre a marca chinesa Qoros e da sua chegada ao mercado europeu, no entanto, este momento tão aguardado estava sendo ainda uma incógnita tanto para o mercado de automóveis quanto para a própria companhia. Este panorama começou a mudar recentemente, quando a marca noticiou que deverá ingressar nesse mercado no período entre os anos de 2016 e 2017.

Tudo indica que a demora em aparecer pelas terras europeias deve-se a dificuldades no que diz respeito à logística e ao mecanismo de distribuição.   

Mesmo com a perspectiva indicando que os veículos dessa marca chegarão ao mercado da Europa somente daqui um ano ou dois, o fato é que cedo ou tarde o fabricante do país do sol nascente deverá aterrizar no Velho Continente com a família que inclui um sedan, um hatch e um crossover SUV, além destas versões, é provável que apareçam outros modelos com o intuito de que a gama de versões seja completa, como o SUV PHEV Concept, o último protagonista da firma. Trata-se de um veículo com certas aspirações 4×4 devido ao desenho da sua carroceria, totalmente diferente às que pertencem aos outros veículos da marca e que já estão rodando nas ruas. Este modelo também oferece uma altura maior do solo. O modelo mede 4,18 m de comprimento, 2,03 m de largura e 1,44 m de altura, este carro possui dimensões bem parecidas com as pertencentes ao Nissan Juke, Peugeot 2008 ou Renault Captur, entre outros modelos.

Para tentar espantar os seus concorrentes, o carro da Qoros investe numa tecnologia híbrida, contudo, por mais que leve a crer que esta estará presente na produção do automóvel, ainda não é considerada como um dos itens diferenciais do veículo. Sobre esse assunto não se sabe muita coisa sobre os aspectos técnicos nem mecânicos, contudo é certo que o modelo contará com um propulsor a gasolina turbo para mover as rodas dianteiras e outros dois elétricos para as rodas traseiras, com esta configuração consegue-se a tração integral. As baterias são colocadas debaixo do piso para fazer melhor distribuição do peso do automóvel e diminuir o centro de gravidade.  

Outros dados sobre o veículo é que ele contará com um teto panorâmico de cristal, nele é possível encontrar um gigantesco código QR em vermelho, ao capturá-lo com a ajuda de um smartphone ou tablet é possível redirecionar esse código como link para a página oficial da empresa. Ainda não se tem informações sobre a parte interna do modelo.  

Por Melina Menezes

Qoros SUV PHEV Concept

Qoros SUV PHEV Concept

Qoros SUV PHEV Concept

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: