A previsão é de que essa nova picape, de porte médio e de luxo, chegue às concessionárias a partir do primeiro semestre de 2019, dado que será nesse período que a mesma começará a ser produzida na esteira da unidade do grupo Renault-Nissan na cidade

Todo lançamento de um novo veículo, na atualidade, consiste em um grande evento entre os consumidores, sobretudo entre os mais abastados. Recentemente, uma das maiores companhias automobilísticas europeias promoveu a pré-estreia de um novo carro.

Trata-se do lançamento de um inédito modelo, o Mercedes-Benz Classe X, edição 2019, o qual não tem data prevista, até o momento, para estreia no Brasil. Por enquanto, a única previsão é a de que essa nova picape, de porte médio e de luxo, chegue às concessionárias a partir do primeiro semestre de 2019, dado que será nesse período que a mesma começará a ser produzida na esteira da unidade do grupo Renault-Nissan na cidade de Córdoba, na Argentina. Entretanto, os clientes ingleses estão em condições de poder encomendar uma versão utilitária via internet, para recebê-lo diretamente em casa, ou com opção de retirada em alguma revendedora.

Até o momento, este modelo Classe X está disponível no próprio site oficial da companhia Mercedes-Benz apenas em sua série especial intitulada Edition 1. Esta versão é uma criação destinada, de modo específico, para os clientes do mercado britânico, dado que o segmento se mantém muito aquecido naquela monarquia. Oriunda da Espanha, esta picape se tornou a primeira da categoria que está sendo 100% comercializada via internet. Será possível adquirir qualquer versão deste modelo à vista ou por meio de financiamento. O valor inicial está em 49.703 libras, sendo o equivalente a R$ 246 mil.

Esta mesma configuração do lançamento que está sendo vendida por encomenda na Terra da Rainha, está disponível em um pacote bem mais completo que inclui mais equipamentos, o qual em breve deverá suplementar na versão Top de Linha Power. Entretanto, a sua mecânica faz parte da versão alternativa dita intermediária, o Progressive X250d, que está equipado de um motor 2.3 biturbodiesel com 190 CV e mais 45 KGFM em torque; munida de câmbio automático em sete marchas. Este conjunto constitui o mesmo anteriormente oferecido pela Nissan Frontier, o qual se tornou a base do modelo Classe X.

Este mesmo pacote inicial destinado aos britânicos está repleto dos seguintes atributos:

Disponível na cor preta metálica; munido de rodas de liga leve de aro raio 19 polegadas e mais um "Kit Inverno", que produz calefação sob os bancos dianteiros e nos retrovisores externos; munido da regulagem de temperatura no seu jato de água para o limpador de para-brisas. Esta picape está equipada de modo poderoso com a tração 4×4 estilo reduzida, sendo sempre vendida com carroceria de cabine dupla. Em território brasileiro a companhia disponibilizará três versões: a Pure; a Progressive e a Power.

No mês de setembro do ano passado, 2017, a página da Autoesporte fez antecipar os valores nos quais a Mercedes-Benz Classe X deverá ser comercializada. São preços sugeridos que devem permanecer numa escala entre 180 mil a 240 mil, porém, dada a volatilidade atual do dólar, a empresa pretende definir essa situação apenas na véspera do lançamento oficial.

A estreia está programada para o início de 2019, portanto, a montadora certamente abrirá uma apresentação de grande proporção desta picape no tradicional Salão do Automóvel de São Paulo, no próximo mês, novembro de 2018.

Para este evento será revelada uma série de detalhes, sendo esta a programação da pré-venda deste modelo no Brasil, em caso de o seu lançamento ser realizado já no início do ano de 2019. Entretanto, se a sua estreia oficial for prorrogada para o meio do ano de 2019, então será provável que a exibição do veículo na capital do Estado de São Paulo se torne uma espécie de laboratório de avaliação de sua receptividade. Vale a pena conferir a novidade e aguardar mais umas semanas.

Por Paulo Henrique dos Santos

Mercedes-Benz Classe X 2019

Mercedes-Benz Classe X 2019

Mercedes-Benz Classe X 2019


Modelo deverá chegar ao Brasil apenas em 2019.

A Mercedes apresentou no Salão de Pequim seu novo Sedan Classe A , esse modelo começa a ser vendido na China e com estimativas de chegada em solo brasileiro somente a partir do segundo semestre de 2019, quando deverá fazer competição direta com o modelo A3 da Audi, portanto, os entusiasta dos carros de luxo precisarão esperar um pouco mais se quiserem pilotar essa máquina, enquanto isso, a Mercedes ainda decide internamente questões como: onde o carro será fabricado (as opções São Paulo ou Aguas Calientes, no México).

Para tornar o seu sedan o carro desejado, a Mercedes não renunciou a tecnologia, por isso o Sedan Classe A conta com o sistema MBUX (Mercedes-Benz User Experience), exclusiva da Mercedes que equipa o carro com um painel multimídia de 12,3 polegadas, sensível ao toque e que responde também a comandos de voz e Inteligência Artificial (IA), que conseguirá aprender os hábitos do condutor. Para iniciar uma interação com o sistema inteligente, basta dizer “Hey Mercedes”. O fator segurança não passou batido para Mercedes na fabricação do Sedan, o automóvel vem com um dispositivo que capaz de reconhecer pedestres.

O design é outro ponto que imprime ares de um carro Premium ao novo Sedan da marca alemã. Num teto com inclinação reduzida, o novo Sedan oferece mais conforto para os passageiros no banco de trás e os detalhes não foram deixados para trás, visto que as maçanetas foram trocadas e agora traz estilo convencional, além das lanternas que receberam novo design.

No interior do carro, a distância entre eixos de 2,729 metros é um destaque, embora a sua capacidade de carga no porta-malas continue a ser a mesma do hatch, ou seja, 420 litros. O carro apresentado e que já começa a ser vendido na China a partir do segundo semestre desse ano vem com motor 1.3 L , com potência de 136 cv ou 163 cv, e outra versão com motor 2.0 e potência de 190 cv, ambas as com transmissão automática, embreagem dupla e 7 marchas.

Com a chegada do Sedan a família dos Classe A, a Mercedes passa a contar com mais um membro para contar uma história de mais de 20 anos. O primeiro carro da linha foi apresentado durante o Salão de Genebra em 1997.

Por volta dos anos 80 as grandes montadoras passaram a pensar em alternativas futuras para atender um público que a viveria com muito mais carros nas ruas e poucos espaço nas garagens para guarda-los, e a Mercedes já pensava em como atender esse desejo sem abrir mão do conforto e segurança, estava aí um grande desafio a ser encarado.

Como alternativa, a montadora pensou que se pudesse seguir na fabricação dos seus carros a mesma logística que as cidades adotavam conseguiria atingir sucesso nessa empreitada, e a medida adotada foi a verticalização dos componentes do automóvel. A partir daí câmbio, bateria, suspensão traseira e outros ítens foram transferidos para o nível inferior, dando origem ao “chassi sanduíche”, base do Visiona A 93, que teve aceitação de 80% do público da época, em 1993. No ano seguinte, o Studie A foi apresentado novamente ao mercado e manteve um alto índice de aceitação, começava aí oficialmente a saga do Classe A da Mercedes, que ao longo do tempo passou por reformulação, mudança de público alvo e abriu cada vez mais espaço no mercado, garantindo o seu lugar ao sol, sombra, ou onde ele quiser.

A expectativa em torno do novo Sedan Classe A da Mercedes reafirma a permanência do modelo da marca em um mercado cada vez mais agressivo, mostra a sua evolução ao longo do tempo e o porquê tem sido um carro desejado por muitos que gostam dos modelos de carros de luxo.

Bruna Luiz de Oliveira


A nova geração do Classe A traz muito estilo e modernidade no design.

O Mercedes-Benz Classe A é um carro que vem sobrevivendo à passagem do tempo, desde sua primeira versão comercializada em 1990, de lá pra cá, a Mercedes revisou o público-alvo inicial do carro e ganhou espaço no mercado dos hatches.

Com um visual mais esportivo, linhas arrojadas, o novo Mercedes-Benz Classe A 2019 apresentado em Genebra traz em sua forma o DNA da marca: estilo e modernidade no design. O novo Classe A conta com 64 tipos de iluminação interna, saídas circulares de ar, painel disposto de forma linear e acabamentos que dão ao modelo o ar Premium já conhecido pelos carros da Mercedes, o modelo hatch chega em duas versões: o Classe A 200 1.6 Turbo FlexFuel e o Classe A 250 2.0 Turbo Sport.

Confira abaixo as características do Novo Mercedes-Benz Classe A

Novo Mercedes-Benz Classe A 200 1.6 Turbo FlexFuel

MOTOR: 1.6

VELOCIDADE MÁXIMA: 224 Km/h

POTÊNCIA: 156 cv

TORQUE: 25,5 kgfm

COMPRIMENTO: 4299 mm

LARGURA: 1780 mm

ALTURA: 1434 mm

PESO: 1370 kg

DIREÇÃO: Elétrica

CAPACIDADE TANQUE: 50 L

CAPACIDADE PORTA MALAS: 341 L

DISTÂNCIA ENTRE EIXOS: 2699 mm

FREIOS: 4 freios à disco

Novo Mercedes-Benz Classe A 250 2.0 Turbo Sport

MOTOR: 2.0

VELOCIDADE MÁXIMA: 240 Km/h

POTÊNCIA: 211 cv

TORQUE: 35,7 kgfm

COMPRIMENTO: 4299 mm

LARGURA: 2022 mm

ALTURA: 1438 mm

PESO: 1435 kg

DIREÇÃO: Elétrica

CAPACIDADE TANQUE: 56 L

CAPACIDADE PORTA MALAS: 341 L

DISTÂNCIA ENTRE EIXOS: 2699 mm

FREIOS: 4 freios a disco

O Classe A 250 protagonizará o evento que ocorrerá no Salão de São Paulo no início de novembro e segundo estimativas o modelo já estará disponível para vendas no mesmo período. Já o Classe A 200 deve chegar ao Brasil somente no primeiro trimestre de 2019.

O interior de ambas as versões hatch possuem bancos em couro trazendo mais requinte para o carro, além de conforto e praticidade para o motorista.

A Mercedes também anunciou a chegada do modelo sedan para o Classe A que será comercializado inicialmente na China, a partir do segundo semestre deste ano e com previsão de chegada ao Brasil somente para o próximo ano quando o carro poderá competir diretamente com o Audi A3 Sedan, uma vez que o Classe A em suas versões anteriores não teve muito sucesso no mercado brasileiro. A Mercedes ainda discute se a fabricação do modelo acontecerá em Iracemápolis em São Paulo ou na fábrica da Nissan situada em Aguascalientes, no México. Confira algumas especificações do modelo que será vendido na China:

MOTOR: 1.3

DISTÂNCIA ENTRE EIXOS: 2789 mm

LARGURA: 1800 mm

COMPRIMENTO: 4609 mm

ALTURA: 1796 mm

CAPACIDADE PORTA MALAS: 420 L

POTÊNCIA: 136/163 cv

O modelo sedan também conta com alta tecnologia em sua central de multimídia com tela de 12,3 polegadas, rodas com aros de 16 ou 19 polegadas e saídas de ar, o sistema MBUX Mercedes-Benz User Experience com painéis digitais que são comandados tanto por toque quanto pela voz, de acordo com a versão do carro. Outro destaque do lançamento da Mercedes é o alerta de ponto cego capaz de reconhecer pedestres e ciclistas e será vendido como pacote adicional.

PREÇO

As versões hatch do Classe já possuem preços sugeridos para venda, sendo a versão Classe A 200 1.6 Turbo FlexFuel de R$ 149.900,00 e o Classe A 250 2.0 Turbo Sport R$ 204.900,00. Já o modelo sedan ainda não tem preços definidos para comercialização nem mesmo na China e há de se esperar quais especificações a montadora trará de fato para o carro que será vendido no Brasil.

Por Bruna Luiz de Oliveira

Mercedes-Benz Classe A 2019

Mercedes-Benz Classe A 2019


Confira aqui mais detalhes sobre o Mercedes Benz Sprinter 313 2018.

A Mercedes Benz possui uma linha de veículos especialmente desenvolvida para segmentos comerciais. Estamos falando da linha Sprinter, em que são disponibilizadas várias versões que possuem carroceria do tipo chassi, van e furgão. A linha Sprinter foi desenvolvida para oferecer muita versatilidade e também praticidade para o transporte de cargas e de passageiros, tanto que ela se tornou um verdadeiro sucesso em todo o país.

Para o lançamento de 2018 todas as versões passaram por um processo de reestilização em que novos itens foram adicionados, sendo estes para aumentar o conforto e a segurança para os ocupantes. Além disso, o visual da Sprinter também foi atualizado e agora está muito mais atraente.

Falando um pouco sobre design, a Sprinter com sua versão chassi se destaca pelo fato de poder receber diferentes tipos de carroceria. As que possuem baú podem carregar até 22m³ de carga. Os furgões também possuem diversas opções em que as capacidades podem variar de 7,5m³ a 15,5 m³.

Os furgões, assim como as vans de transporte de passageiros, possuem diversas opções de distância entre-eixos e também e altura de teto. Para transporte de pessoas há veículos com 10 a 21 assentos.

Em termos de motorização temos um motor do RAV4, que é de 2.0 16V, com quatro cilindros. Ele apresenta 145 cavalos de potência, com capacidade máxima de torque de 19,1 kgfm. O veículo possui transmissão automática tipo CVT, que no modo manual chega a simular sete velocidades. Já a tração é 4×2.

Como pontos positivos da linha Mercedes Benz Sprinter 2018 temos bons equipamentos, boa dirigibilidade e conforto.

Como pontos negativos da linha temos um tanque que possui capacidade máxima de 75 litros, o que é pouco e o problema de pós-venda.

A linha Mercedes Benz Sprinter de 2018 possui muitas versões e cada uma delas possuem interessantes itens de série. Veja abaixo alguns deles:

– Sprinter Chassi:

– Programa Eletrõnico de estabilidade;

– Volante com ajuste de altura e profundidade;

– Airbags motorista e acompanhantes;

– Vidros dianteiros elétricos;

– Assistente de vento lateral;

– Retrovisores elétricos com aquecimento;

– Fechamento remote das portas;

– Retrovisores prolongados;

– Luzes de circulação diurnal;

– Faróis de neblina;

– Sprinter Furgão:

– Programa Eletrõnico de estabilidade;

– Volante com ajuste de altura e profundidade;

– Airbags motorista e acompanhantes;

– Retrovisores elétricos com aquecimento;

– Vidros dianteiros elétricos;

– Fechamento remote das portas;

– Assistente de vento lateral;

– Faróis de neblina;

– Revestimento lateral;

– Piso naval com ancoragem;

– Alça de acesso à zona de carga;

– Estribo traseiro;

– Abertura da porta em 270º;

– Luzes de circulação diurna.

– Sprinter Van:

– Programa Eletrônico de estabilidade;

– Airbags para a primeira fila de bancos;

– Airbags motorista;

– Vidros dianteiros elétricos;

– Ar-condicionado com indicador de temperatura;

– Volante com ajuste de altura e profundidade;

– Retrovisores elétricos com aquecimento;

– Faróis de neblina;

– Fechamento remoto das portas;

– Assistente de vento lateral;

– Desembaçador do vidro traseiro;

– Carpete;

– Luzes de circulação diurnal;

– Limpador de parabrisa na porta traseira.

Conheça abaixo todas as versões e preços do Mercedes Benz Sprinter 2018:

– Mercedes Benz Sprinter 415 Chassi Longo 2018: Saindo por R$112.300,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Furgão Teto Baixo 7,5m 2018: Saindo por R$117.590,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Chassi Longo 2018: Saindo por R$120.615,00;

Mercedes Benz Sprinter 313 Street Chassi Longo 2018: Saindo por R$122.350,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Chassi Extra-Longo 2018: Saindo por R$123.055,00;

Mercedes Benz Sprinter 313 Street Chassi Extra-Longo 2018: Saindo por R$125.880,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Furgão Teto Alto 10,5m 2018: Saindo por R$127.330,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Furgão Teto Baixo 9m 2018: Saindo por R$127.570,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Furgão 14m: Saindo por R$134.170,00;

Mercedes Benz Sprinter 313 Street Furgão 9m: Saindo por R$136.290,00;

Mercedes Benz Sprinter 313 Street Furgão 10,5m 2018: Saindo por R$137.540,00;

Mercedes Benz Sprinter 313 Street Furgão 14m 2018: Saindo por R$147.510,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Furgão 14m 2018: Saindo por R$148.203,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Furgão 15,5m 2018: Saindo por R$150.986,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Van Teto Baixo 15+1 Standard 2018: Saindo por R$152.688,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Van 9+1: Saindo por R$156.454,00;

Mercedes Benz Sprinter 415 Van Teto Alto 15+1 Luxo 2018 : Saindo por R$157.838,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Van 17+1 2018: Saindo por R$181.873,00;

Mercedes Benz Sprinter 515 Van 20+1 2018: Saindo por R$195.894,00.

Sirlene Montes


Versões comercializadas no país na versão 2018 esbanjam conforto, requinte e esportividade.

A Mercedes-Benz promete a quarta geração do seu modelo hatchback, o Mercedes Classe A, para meados deste ano, enquanto isso as atuais versões comercializadas no país na versão 2018 esbanjam conforto, requinte e esportividade.

Atualmente, o Mercedes Benz Classe A é vendido em três versões principais, o A 200 ff, o A 250 Sport e o A 45 AMG, além da motorização, as principais diferenças são o apelo esportivo da segunda e terceira versão em detrimento da sofisticação da primeira. Ambas possuem uma gama extensa de equipamentos e acessórios, tornando difícil a escolha do seu comprador.

A motorização disponível na versão A 200 é a 1.6 de 115 cavalos (podendo chegar aos 156 cavalos de potência), flexível com câmbio automático, a versão A 250 passa a oferecer um motorização mais potente, de 2.0 também flexível de 160 cavalos (podendo chegar aos 218 cavalos de potência) e com o mesmo câmbio automático.

O site da Mercedes Benz ainda disponibiliza a versão Classe A 45 AMG para os seus interessados, a versão de alta potência do Classe A com motorização de até 381 cavalos, acabamento diferenciado, a Mercedes-Benz ressalta que se trata da versão com motor 2.0 litros mais potente do mundo em produção.

Versão do Mercedes-Benz Classe A 200 2018

Mercedes-Benz Classe A 200 ff

Preços sugeridos a partir de R$ 124.000,00 (estimados em 2017)

Mecânica:

Motorização 1.6 de 115 cavalos iniciais, flexível, tração dianteira, câmbio automático com função Tronic, suspensão multi-link e freio a discos ventilados.

Destaques:

Motorização Flex (aceita tanto etanol como gasolina), faróis de LED, sistema compatível com celulares Apple.

Destaques do Exterior do Veículo:

Detalhes cromados, faróis de LED, suspensão com regulagens comfort e rodas de 17 polegadas de liga leve.

Destaques do Interior do Veículo:

Funções de desligamento automático do motor (Start/Stop), partida sem necessidade da chave, ar condicionado com sistema automático, revestimento interno em tecido, função Dynamic com seleção, volante com multifunções em couro.

Mercedes-Benz Classe A 250 Sport

Preços sugeridos a partir de R$ 204.000,00 (estimados em 2017)

Mecânica:

Motorização 2.0 de 160 cavalos iniciais, flexível, tração dianteira, câmbio automático com função Tronic, suspensão multi-link e freio a discos ventilados.

Destaques:

Motorização Flex (aceita tanto etanol como gasolina), faróis de LED, sistema compatível com celulares Apple, rodas de liga leve de 18 polegadas com raios duplos integrados, grade cromada, teto solar integrado e com função panorâmica.

Destaques do Exterior do Veículo:

Detalhes cromados incluindo a grade frontal faróis de LED, suspensão com regulagens comfort e rodas de 18 polegadas de liga leve, soleiras do veículo iluminadas em suas portas dianteiras, Adaptação automática do farol alto, exclusivo pacote de espelhos externos.

Destaques do Interior do Veículo:

Funções de desligamento automático do motor (Start/Stop), partida sem necessidade da chave, ar condicionado com sistema automático, revestimento interno em tecido, função Dynamic com seleção, volante com multifunções em couro com mais de 10 botões, sistema de estacionamento automático, teto solar exclusivo para a versão, bancos com ajustes elétricos e com memória, opção de pacote AMG.

Mercedes-Benz Classe A 45 AMG

Preços sugeridos a partir de R$ 309.000,00 (estimados em 2017)

Mecânica:

Motorização 2.0 de 280 cavalos de potência, podendo chegar aos 381 cavalos, tração integral, câmbio automático com função Tronic, suspensão multi-link e freio a discos ventilados.

Destaques:

faróis de LED, sistema compatível com celulares Apple, rodas de liga leve de 18 polegadas com raios duplos integrados, acabamento exclusivo AMG.

Destaques do Exterior do Veículo:

Detalhes cromados incluindo a grade frontal, faróis de LED, suspensão com regulagens comfort e rodas de 18 polegadas de liga leve, soleiras do veículo iluminadas em suas portas dianteiras, Adaptação automática do farol alto, exclusivo pacote de espelhos externos.

Destaques do Interior do Veículo:

Funções de desligamento automático do motor (Start/Stop), partida sem necessidade da chave, ar condicionado com sistema automático, revestimento interno em tecido, função Dynamic com seleção, volante com multifunções em couro com mais de 10 botões, sistema de estacionamento automático, 7 airbags no interior, bancos com ajustes elétricos e com memória, pacote AMG.

O futuro comprador tem um farto material fotográfico e comparativo, com a opção de enviar sua solicitação de interesse do modelo através do próprio site da Mercedes-Benz: www2.mercedes-benz.com.br/content/brasil/mpc/mpc_brasil_website/pt/home_mpc/passengercars/home/new_cars/models/a-class/w176.html.

Por C.B

Mercedes-Benz Classe A 2018


O design da picape Classe X, da Mercedes, chama atenção, pois a sua forma é mais arredondada e com mais curvas.

Considerada uma das maiores montadoras automobilísticas do mundo, a Mercedes foi inaugurada no ano de 1871 na Alemanha e em mais de um século de existência, a entidade contribuiu para a revolução neste setor nos últimos anos. O país germânico já possui uma tradição em grandes indústrias de diferentes setores e isso foi um dos motivos da montadora ter sido criada na Alemanha.

A Mercedes fabrica automóveis para passeio, caminhões, motores para diferentes meios de transporte como aviões e outros veículos comerciais. Os seus produtos estão na lista dos melhores do mundo, devido à qualidade, à alta tecnologia que é usada na fabricação e claro todas as normas de segurança que são seguidas durante todo o processo de fabricação. Devido aos seus 146 anos de existência é considerada a mais antiga fabricante de automóveis do mundo.

A cada novo lançamento da Mercedes, os apaixonados por carros, os críticos especializados neste setor e, claro, os meios de comunicação, ficam ansiosos para saber o que a montadora alemã vai trazer de diferente para o mercado. Visto que, pela sua importância na história automobilística de todo o mundo, a Mercedes serve de padrão para muitas outras empresas que tentam competir com o grupo germânico. E um dos seus mais recentes lançamentos foi a Mercedes-Benz Classe X. A Picape foi apresentada para o mundo no mês passado no Chile e a previsão é que ela comece a ser vendida para os países europeus em 2018. No Brasil ela só será comercializada um ano depois, ou seja, em 2019. A sua fabricação vai acontecer em um país sul-americano, a Argentina em 2018.

Conheça agora um pouco mais sobre esse fantástico carro:

Primeiramente precisamos falar que esta Picape vai entrar o mercado para competir com os outros veículos desde modelo que já são comercializados. E a Mercedes-Benz Classe X pode sair na frente de suas concorrentes devido a tudo o que ela apresenta. Prova disso, é que a Mercedes revolucionou e essa Picape nasceu de uma parceria com outras duas montadoras, a francesa Renault e a japonesa Nissan, já que as duas entidades possuem tradição na produção deste tipo de carro. Pois, essa é a primeira Picape produzida pela Mercedes.

O seu design chama atenção, pois, a sua forma é mais arredondada e com mais curvas. Sua dianteira também é mais alta em relação a outros modelos de Picape. A sua lateral não possui tantos elementos visuais como em outras Picapes, alguns especialistas criticaram isso e outros elogiaram essa escolha da Mercedes. A sua traseira também foi um ponto de discussão, já que essa parte ficou mais discreta, graças aos faróis que são mais verticais e ficam totalmente na parte de trás e não pegam nem um pedaço da lateral.

O interior da Mercedes – Benz Classe X possui um estilo mais esportivo. Mesmo que os bancos e parte do painel sejam de couro. O painel também conta com uma tela que lembra um tablet em que as informações sobre o carro são apresentadas.

A Mercedes-Benz Classe X possui cerca de 1,90 metros de comprimento e é uma das maiores Picapes do mercado. Com isso, ela é uma ótima opção para quem deseja pilotar em grandes metrópoles ou até em estradas no campo, oferecendo para os dois casos uma viagem confortável e, sobretudo segura. Este automóvel apresenta 190 cavalos, câmbio automático e 07 marchas diferentes.

A previsão é que ela chegue ao Brasil no primeiro trimestre de 2019 e deve custar a partir de R$ 300 mil. Claro que esse preço pode variar dependo do que o comprador quiser acrescentar.

Para saber mais informações sobre o veículo, acesse o endereço eletrônico da Mercedes no Brasil que é o: www.mercedes-benz.com.br.

Por Isabela Castro

Mercedes-Benz Classe X


Confira aqui todos os detalhes do novo Mercedes C 300 Estate Avantgarde.

Tem novidade nas peruas brasileiras. A Mercedez-Benz está trazendo a C 300 Estate Avantgarde para substituir a C 180 Estate. Ela será a única perua da montadora a ser comercializada no Brasil, com preço sugerido de R$ 265.900.

O motor da C 300 Estate é um 2.0 que gera uma potência de 245 cv com torque máximo de 37,7 kgfm entre os 1.300 e 4 mil RPM. Esse motor possui injeção direta com combustão por aspersão, que consegue executar, por ciclo, até cinco injeções de acordo com a necessidade.

De acordo com a montadora, a perua vai de 0 a 100 km/h em simples 6,1 segundos e atinge uma velocidade de 250 km/h, a qual é eletronicamente limitada. O câmbio é automático de nove velocidades, podem ser trocadas manualmente através das borboletas do volante.

O carro conta também com sistema Start/Stop, além de cinco modos para condução: Eco, Comfort, Sport, Sport+ e a opção Individual, onde é possível configurar os parâmetros de acordo com o desejo do condutor.

O carro está 50 kg mais leve que o anterior, agora com 1.595 kg, conta com maiores dimensões. No comprimento foi aumentado 96 mm, na largura 40 mm e no entre-eixos a distância foi aumentada em 80 mm. Sendo assim, as dimensões chegaram em 2,02 m de largura, 4,70 m de comprimento e altura de 1,46 m. Seu porta-malas possui 490 litros de capacidade e pode atingir 1.510 litros ao rebater os bancos traseiros.

Itens de série

A lista de itens possui: teto solar panorâmico, bancos revestidos de couro, banco do motorista com ajustes elétricos, bancos traseiros com rebatimento elétrico, memória e ajuste lombar, tampa traseira com abertura elétrica, freio de estacionamento elétrico e ar-condicionado com duas zonas.

Ainda conta com assistente que estaciona automaticamente o automóvel acionando os freios e movendo a direção em vagas perpendiculares e paralelas, monitoramento da pressão dos pneus, partida por botão, controle de tração e de estabilidade, sistema Brake drying (na chuva, seca os discos de freio), assistente de partida em rampa, função Hold (o veículo fica freado sem precisar manter acionado o pedal de freio), além de dispositivo que alerta o condutor em momento de sonolência e falta de atenção.

FILIPE R SILVA


Preço sugerido no Brasil parte de R$ 309.900.

A Mercedes-Benz chega bastante forte para o mercado em 2016, haja vista o seu mais recente lançamento: trata-se do novo C450 AMG 4MATIC, um dos automóveis da linha de alta performance da montadora. Com muita tecnologia e um motor bastante potente, o novo lançamento da Mercedes deve agradar bastante aqueles que amam velocidade e modernidade. O mais novo lançamento da Mercedes já se encontra disponível nas concessionárias da montadora em todo o país. O preço sugerido do C450 parte de R$ 309.900.

Um dos principais destaques desse lançamento é o conjunto mecânico, pois o C450 conta com um V6 de 3 litros com 367 cv de potência. Trata-se de um motor um pouco abaixo de C63 AMG, no entanto, segundo a própria Mercedes, o C450 dispõe de muitos componentes provenientes do modelo V8 como, por exemplo, suspensão AMG Ride Control e a tração integral nas quatro rodas 4MATIC. O motor é associado à transmissão automática com sete velocidades.

Além disso, saiba que o motor V6 de 3 litros com muitos avanços tecnológicos. Um dos principais destaques é, sem sombra de dúvidas, a alteração da pressão do compressor, dessa forma, possibilitando os 36 cv de potência e 53 kgfm. A Mercedes também informa que o C450 consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos.

E se você é desse que dirige o seu automóvel em ambientes totalmente distintos, não se preocupe, pois o C450 dispõe de opção para ajuste de condução através das seguintes opções: Eco, Comfort, Sport, Sport+ e Individual. Através destas opções, serão regulados: parâmetros da suspensão, direção, transmissão e do motor de modo que tais configurações se adaptem ao referido ambiente.

O novo sedan da Mercedes se destaca bastante quando assunto é o seu visual. O mesmo conta com elementos de estilo fortemente baseados no pacote de equipamentos AMG Line. As laterais possuem aberturas de ar com bordas defletoras que além de serem visualmente bonitas também melhoras o índice de arrasto aerodinâmico do automóvel.

Por Bruno Henrique

Mercedes-Benz C450 AMG 4MATIC

Mercedes-Benz C450 AMG 4MATIC

Mercedes-Benz C450 AMG 4MATIC

Fotos: Divulgação


Montadora anuncia customizadora oficial de seus veículos.

Com o aumento da procura por customização no setor de automóveis, a Mercedez-Benz agora oferecerá essa possibilidade através da Designo Manufaktur.

Os clientes da marca estão sempre buscando por exclusividade e foi pensando nisso que a Mercedez-Benz criou um departamento em Graz, na Áustria. A nova seção conta com profissionais especializados que atuarão para tornar realidade os pedidos fora do padrão de seus clientes. As possibilidades são abrangentes e podem ser feitas tanto na parte exterior quanto interior do veículo.

O tipo de pintura (metalizada, fosca ou sólida) ficará a cargo da decisão do cliente. Estes poderão escolher também opções diferenciadas de acabamentos externos e terão direito a combinar até 03 cores que podem ser aplicadas na carroceria, rodas e teto. Ainda há a possibilidade de aplicar novos elementos, como por exemplo, novas rodas de liga leve ou itens desenvolvidos com fibra de carbono.

Já no interior do veículo a tapeçaria pode ser alterada. Os clientes poderão escolher entre tonalidades que abrangem as cores vermelha, azul ou marrom e combiná-las com itens do painel, detalhes das portas e volante. Será possível realizar mudanças até no cinto de segurança, que pode ser colorido.

A Mercedes-Benz também passou a oferecer o  pacote batizado de Night Package, este inclui elementos externos como vidros traseiros escurecidos, retrovisores, arcos e teto em preto.

Por enquanto, a aplicação do novo conceito é exclusivo do Classe G. A ideia da marca é expandir essa possibilidade para outros modelos, mas ainda não há previsão de quando isso será possível.

O Mercedes-Benz G Class foi lançado no ano de 1979 e logo caiu no gosto do público. Ao longo dos anos, o modelo passou por diversas atualizações e tornou-se um dos ícones de luxo mais desejados da história da marca. Com número alto de vendas e conquista de muitos elogios, não é difícil entender o motivo da marca ter optado por ele para implantação da nova estratégia.

Por Beatriz 


Modelo traz diversos itens de série e custará cerca de R$ 312 mil.

O preço já justifica que o Mercedes GLE 350D não será um sonho de consumo para todos realizarem, afinal R$ 312,9 mil não é uma quantia insignificante a ser paga por uma das marcas de carro mais cobiçada do mundo, como a Mercedes. A montadora alemã, que também conhecida como a “Estrela da Tecnologia”, criou um carro que faz frente a todos os SUV`s lançados até o momento, repletos de recursos tecnológicos e de desenho interno surpreendente. A Mercedes não quis deixar por menos, daí a proposta de lançar aqui no Brasil, país onde é notória a quantidade de pessoas apaixonadas por carros.

O possante pode levar o proprietário a uma velocidade de 100 Km/h em apenas sete segundos aproximadamente. No entanto, se o proprietário quiser ir mais além, a máquina promete levá-lo a qualquer lugar a uma velocidade máxima de 225 Km/h. Isso porque o carro é equipado com motor V6 3.0 litros turbodiesel com 258 cv de potência. Tendo essas características, ficará fácil compreender o porquê da sensação de quase se voar quando se está dentro de um Mercedes GLE 350D.

Ainda não foi informado em qual mês o Mercedes GLE 350D chegará ao Brasil, mas está confirmadíssimo pela montadora que ele vai “aterrissar” no país em 2016, sendo que a apresentação oficial do carro foi feita no Salão de Nova York, realizada no início desse ano.

Apesar de todas as novas tecnologias como computador de bordo; ar condicionado inteligente (que funciona integrado com a temperatura externa), bancos de couro e todos os meios automáticos para dirigi-lo, o Mercedes GLE 350D é uma releitura do Mercedes ML, ganhando também mais reestilização com farois em LED, além de novos desenhos no para-choque e na saída do escapamento.

O espaço interno do Mercedes GLE 350D é surpreendente, tanto que o carro tem sete airbags e possui suspensão com controle remoto de amortecimento para que o usuário possa realizar o aumento da velocidade com a máxima segurança.

O Mercedes GLE 350D ainda dispõe de câmbio automático 9G-Tronic (que possibilita a mudança para até nove velocidades), além de um painel de oito polegadas com um incrível sistema de entretenimento, feito pelo Comand Online.

Fica então justificada a razão do  Mercedes GLE 350D ser comercializado no Brasil a R$ 312,9 mil. Quem pensa em trocar de carro e tem esse capital para investir em tal ostentação, é só ficar atento que em 2016 o lançamento da Mercedes vai estar pronto para ser seu.

Por Michelle de Oliveira


Modelos clássicos como Mercedes-Benz 60 AMG Limited (1994) e 630 Kompressor (1929) estão à venda em espaço criado no site da montadora.

Para os apaixonados por carros clássicos uma grande novidade, a marca Mercedes-Benz criou um espaço em seu endereço eletrônico destinado às vendas dos seus modelos mais clássicos em versões restauradas.

São verdadeiras relíquias automobilísticas como os modelos Mercedes-Benz 60 AMG Limited do ano de 1994 e o 630 Kompressor, um superclássico de 1929, sendo até hoje é um dos mais famosos entre as marcas automobilísticas.

A empresa alemã, que até hoje é referência em carros e coletivos, está tão empolgada com a nova ideia que inclusive treinou e colocou disponível no site e nas suas grandes lojas, vendedores especialistas nos modelos clássicos, para melhor atendimento dos seus clientes colecionadores, que muitas vezes têm maior conhecimento das máquinas do que simples vendedores da área.

Vale lembrar que a empresa alemã já contava com um super museu voltado para seus modelos clássicos e a história da marca, o "Mercedes-Benz Museum" que fica localizado em Sttuttgart, na Alemanha.

Para facilitar a organização no site, os modelos são encontrados em uma categorização ordenada em 3 tipos: os da linha "Premium" que correspondem às máquinas com pouca quilometragem utilizada e características bastante fiéis ao modelo clássico, focado na originalidade; os modelos "Collector" com o diferencial na mecânica reforçada; e os modelos "Drivers" que são carros também originais, mas que podem precisar de algum tipo de reparação .

Aos interessados em saber os valores, no site a marca alemã disponibilizou apenas o valor de alguns dos modelos  da categoria Premim  que variam de R$ 800 mil a R$ 3,5 milhões. Para conhecer os valores de outros modelos é necessário ir a uma loja da Mercedes-Benz para consulta.

Para ter acesso a mais detalhes, acesse ao site oficial da empresa através do endereço eletrônico:  alltime-stars.com.

Por Priscilla Fontes

Modelos clássicos da Mercedes-Benz

Foto: Divulgação


Novo modelo é uma van que será vendida no Brasil com preços a partir de R$ 104.990.

A renomada fabricante de veículos automotores Mercedes-Benz tem atuação marcante aqui no Brasil em dois setores muito bem definidos, o de veículos comerciais os quais vão desde a Van Sprinter ao grandalhão caminhão Actros, e o da linha de passeio em que a fabricante atua no segmento premium.

Agora estes dois segmentos vão se aproximar ainda mais, pois a Mercedes-Benz irá lançar aqui no país a van Vito. Este modelo será comercializado nas concessionárias da empresa de todo o país e terá o preço a partir de R$ 104.990, a principal novidade e que irá agradar muitos consumidores é o fato de que este veículo possui peso inferior a 3.500 Kg, fato este que permite que condutores habilitados na categoria B possam dirigi-lo.

Esta novidade chegará ao mercado brasileiro até o final desde ano, sendo que possuirá três configurações distintas sendo as seguintes: Vito 111 CDI, Vito Tourer 119 Comfort  8+1 e Vito Tourer 119 Luxo 7+1.

Todas as versões deste veículo serão equipadas com câmbio manual de seis velocidades. As dimensões deste veículo são o que surpreende, uma vez que ele, apesar de ser uma van, possui um porte compacto e possui  5,14 m de comprimento, entre-eixos de 3,20 m e altura de 1,91 m.

No continente europeu este mesmo veículo que será lançado por aqui já está no mercado e foi batizado com o nome de Classe V. Por lá, o Euro NCap, instituto que realiza a avaliação independente da segurança dos veículos automotores classificou este modelo como 5 estrelas, pelo fato de oferecer boa proteção não só para o condutor, com também para os passageiros.

A única notícia triste é que na comparação entre este modelo que será comercializado aqui e o modelo que já é comercializado na Europa, o modelo europeu tem como opcional a transmissão automática e um acabamento interior muito mais refinado, contando inclusive com detalhes que imitam madeira, além disso, o veículo já vem com central de multimídia, o que não ocorrerá por aqui e a qualidade dos materiais são superiores.

Agora só nos resta aguardar a versão brasileira chegar, mas ao que tudo indica este veículo deverá ser um sucesso por aqui.

Por Adriano Oliveira

Mercedes-Benz Vito

Mercedes-Benz Vito

Mercedes-Benz Vito

Fotos: Divulgação


A montadora é líder de vendas no segmento premium tanto em âmbito nacional quanto mundial. No Brasil, foram 1.893 unidades vendidas em setembro deste ano.

A Mercedes-Benz anunciou que lidera as vendas no segmento premium tanto em âmbito nacional quanto mundial.

No Brasil, a montadora alemã fechou o mês de setembro com um total de 1.893 unidades vendidas. Seguida pela Audi com 1.433 unidades que ficou em segundo lugar e a BMW, em terceiro lugar, com 1.100 veículos comercializados. Na Mercedes-Benz, o destaque é para o Classe C com um total de 839 unidades vendidas. Do crossover Q3 foram contabilizados 735 carros para a montadora Audi.

A procura pelos modelos compactos foi o que ajudou a empresa alemã a alcançar os excelentes resultados atuais.

Na Europa, foi comercializado um total de 593.716 carros nos nove primeiros meses do ano de 2015. Esses números indicam um crescimento de 11,1% ao mesmo período do ano anterior. Apenas na Alemanha, foram vendidos em torno de 1/3 desse montante.

No âmbito mundial, a Mercedes-Benz comercializou um total de 477.999 unidades apenas entre os meses de julho e setembro deste ano. Essa marca foi considerada como um recorde de vendas de toda a história da empresa, com um aumento de 16,1% nas vendas no respectivo período.

Contabilizando desde o início do ano, em termos globais foram comercializados 1.376.424 automóveis. Um aumento de 15,2% em referência ao ano passado. Segundo Ola Källenius, administrador da Daimler e responsável pela linha de carros da Mercedes-Benz, os novos modelos GLC e GLE registraram um sucesso de vendas em todo o mundo.

Com todo esse sucesso de vendas, deixa a empresa cada vez mais otimista para iniciar as operações na cidade de Iracemápolis, no estado de São Paulo, a partir do ano de 2016. A fábrica do Brasil será o quinto local de produção do modelo Classe C, atualmente já produzido na Alemanha, na África do Sul, nos Estados Unidos e na China.

Por Jean Fretta Pereira

Mercedes-Benz Classe C

Foto: Divulgação


Novo modelo recebeu modificações em seu visual e em seu acabamento interno. Vários itens e acessórios fazem parte da nova versão do Mercedes-Benz AMG GT S.

A novíssima versão do novo Mercedes-Benz AMG GT S foi mostrada pela Brabus. Este veículo será mais uma das atrações que irão marcar presença no Salão de Frankfurt, evento este que terá início no próximo dia 15 de setembro. Nessa nova versão o veículo superesportivo foi contemplado com uma série de modificações tanto no seu visual quanto no seu acabamento interior. Além disso, outras alterações foram feitas no conjunto mecânico deste carro, a fim de que ele conseguisse produzir uma potência ainda maior.

No seu exterior, o Brabus Mercedes-AMG GT S tem acessórios aerodinâmicos confeccionados em fibra de carbono, para-choques exclusivos, rodas ultraleves forjadas Brabus Monoblock no tamanho 20 polegadas nas rodas das frente e de 21 polegadas nas rodas de trás, este veículo possui suspensão esportiva com um sistema de ajustes selecionáveis para amortecimento e altura, sendo que por meio destes ajustes o proprietário consegue rebaixar este veículo em até 15 mm, nas laterais há a presença de marcadores em LED.

Um novo sistema de escape esportivo foi desenvolvido pela fabricante, sendo que este foi confeccionado por meio de uma combinação realizada entre o carbono e o titânio, o mais interessante é que o sistema de escapamento possui quatro saídas. Para que houvesse uma otimização da entrega de potência do propulsor, o escapamento deste veículo teve que passar por uma redução de 40% do seu peso em comparação com o modelo que equipa o Mercedes de Produção e, além disso, há a presença de quatro válvulas de borboletas que são controladas por meio eletrônico que são capazes de fornecer diversos sons ao veículo.

Já no espaço interno a novidade fica por conta do acabamento totalmente feito em couro e ainda com a presença de alguns detalhes confeccionado em madeira e carbono.

Com relação ao motor, este carro possui o mesmo bloco biturbo de oito cilindros que foi utilizado no GT S convencional, porém com direito a um kit Power Xtra B40-600 que faz com que haja um novo mapeamento para o sistema de injeção e ignição o que proporciona um aumento moderado da pressão do turbo, com estas modificações o veículo obteve um acréscimo de 91cv e 10,2 Kgfm, passando a ter os incríveis 608cv de potência máxima a 6.400 rpm, bem como 76,5 Kgfm a 4.800 giros.

Com todo este conjunto apimentado, o Brabus consegue acelerar de 0 a 100 Km/h em apenas 3,5 segundos e tendo como velocidade máxima inacreditáveis 325 Km/h.

Por Adriano Oliveira

Mercedes-Benz AMG GT S

Foto: Divulgação


Novo modelo conta com ótimas características e poderá ser vendido no Brasil por R$ 259.000.

As novidades automobilísticas são o que não faltam no mercado. A Mercedes-Benz anunciou o seu novo modelo da linha classe A – o A45 AMG 2016. O modelo do ano recebeu mudanças no design e uma melhor motorização. Segundo o anúncio da empresa, o modelo A45 AMG 2016 deve chegar ao mercado automobilístico europeu em setembro deste ano.

O modelo recebeu um facelift modesto, porém suficiente para agradar os amantes por velocidade. O modelo conta com para-choque com novo design, tornando-se um pouco mais agressivo. As lanternas e faróis do veículo sofreram reestilização e agora possuem tecnologia LED. Essa tecnologia faz com que haja uma melhor iluminação, economia e durabilidade.

O A45 AMG 2016 conta com um novo sistema de suspensão esportiva totalmente adaptável, que pode ser configurada em quatro modos: confort, sport, sport+ e individual.

Quanto ao interior do veículo, o modelo possui um volante com design clássico esportivo e multifuncional. O esportivo possui display com sistema multimídia de tela de oito polegadas, que é compatível com sistema Auto Android e CarPlay.

O A45 AMG – topo de linha da Mercedes – recebeu grandes melhorias, resultando em um desempenho incrível. A potência máxima gerada pelo motor 2.0 agora é de 381 cv a 6000 rpm. E o responsável por comandar todo esse potencial, é o cambio automático de sete velocidades e dupla embreagem.

O veículo também conta com sistema aerofólio em sua traseira, que garante maior estabilidade a altas velocidades.

O esportivo alcança a velocidade de 0 a 100Km/h em apenas 4.2 segundos, o que é aproximadamente 4 segundos mais veloz do que o modelo atualmente vendido. Quanto ao consumo de combustível, o modelo se mostrou bastante econômico para o segmento tendo autonomia de 14 Km/l, se conduzido a velocidade constante de 100 Km/h.

O modelo deve chegar ao Brasil com um preço um pouco elevado, cerca de R$ 259.000, e poderá ser adquirido sob encomenda.

Por Wendel George Peripato

Mercedes-Benz A45 AMG

Mercedes-Benz A45 AMG

Fotos: Divulgação


Planta de Tuscaloosa começou a produzir o novo modelo que será o substituto do ML

A Mercedes-Benz já iniciou a sua produção na planta americana de Tuscaloosa do novo modelo da marca, o Mercedes-Benz GLE Coupé Starts. A divulgação desta informação foi feita mediante uma nota emitida à imprensa.  

Para o membro do conselho de direção da Mercedes-Benz, Cars Markus Schäfer, o início da produção na planta supõe um acontecimento bastante importante na estratégia de crescimento da companhia. Para o exercício do ano de 2015, a companhia prevê renovar praticamente toda a sua carteira de modelos SUV. Como parte desse posicionamento, a marca espera produzir mais de 300.000 veículos no complexo de Tuscaloosa por ano.  

De acordo com o Presidente e Conselheiro-Delegado do MBUSI, Jason Hoff, a capacidade da companhia em construir ao longo de vinte anos veículos no Alabama e encaminhá-los a diversos mercados a nível mundial é destacada e acumula êxitos durante toda a sua história.  

Entre os pontos fortes do complexo, destacam-se o seu excelente entendimento com o estado do Alabama, sua integração na rede global de produção da Mercedes-Benz e a sua fantástica força de trabalho.  

A fábrica de Tuscaloosa foi fundada no ano de 1995 e em 1997 começou a produção do ML, automóvel que agora será substituído pelo GLE, que possui uma versão básica normal e outra coupé. No ano de 2005 o complexo encarregou-se de fabricar o Classe R, já em 2006 foi a vez do GL e em 2014 a fábrica produziu o novo Classe C para o mercado americano. No ano passado, a montadora fabricou mais de 232.000 veículos e até agora, mais de 2,1 milhões de unidades têm saído desta linha de produção para clientes localizados em diversos países do mundo.  

A Mercedes-Benz lembra que 2015 é o ano do SUV para a marca, motivo pelo qual a maior parte da sua gama de automóveis está sendo renovada.  

Por Melina Menezes

Mercedes-Benz GLE Coupé Starts

Mercedes-Benz GLE Coupé Starts

Fotos: Divulgação


Divisão esportiva da Mercedes-Benz volta a investir na nova tecnologia de condução autônoma

A AMG é a Divisão Esportiva da Mercedes-Benz e fez um comunicado que já era esperado, informando que a marca passa a adotar a tecnologia de condução autônoma para seus veículos.

Várias outras marcas não só fizeram este comunicado, como também já apresentaram resultados avançados com esta tecnologia e mais, anunciaram para os próximos anos, os primeiros modelos chegando ao mercado.

Atrasada, a divisão esportiva da Mercedes-Benz tenta recuperar o tempo perdido, dedicando-se ao máximo a este projeto.

Apesar do comunicado ter sido feito só agora, desde o início do ano que a Mercedes-AMG vem sinalizando que irá atuar também com esta tecnologia, pois logo que começou 2015, a Mercedes mostrou ao mundo o conceito "F 015 Luxury", um carro que é movido a hidrogênio, conta com 626 cv de potência e já tem condução autônoma!

Tobias Moers, presidente da AMG, informou que esta tecnologia não pretende substituir os modelos de carro que têm alto desempenho, muito pelo contrário, é uma tecnologia que chega para coexistir pacificamente.
Ainda de acordo com o presidente da AMG, um motorista que está a caminho do trabalho, poderá consultar suas ligações, acessar seu computador e tudo isso sem problemas ou riscos, ainda que esteja dirigindo um AMG. Tobias brincou dizendo que muitas vezes a condução do veículo não é a prioridade para o motorista que, neste caso, poderá priorizar uma ligação, o acesso à internet ou uma leitura.
Talvez o grande erro da Mercedes-Benz, foi não ter acreditado que esta tecnologia seria um sucesso em um curto espaço de tempo. Em 2013 a empresa já anunciava um projeto neste sentido e anunciava que em 2020 teria um carro capaz de se mover autonomamente nas vias públicas. Na época, a empresa teve um grande problema nas leis, que não permitiam estes veículos circulando pelas cidades ou estradas, mas anunciava o Classe S como o futuro carro autônomo.

Em Toronto, no Canadá, Oliver Löcher, executivo da Mercedes, fazia um discurso empolgante, mas indicando um futuro bem distante para os veículos com esta tecnologia. Hoje, vendo a concorrência lançar seus modelos, a Mercedes-Benz volta a investir pesado no projeto, esperando ter em breve, resultados avançados, assim como o de outras empresas.

Por Russel

Mercedes-AMG

Foto: Divulgação


Confira as especificações do novo modelo

A Mercedes-Benz encaminhou o novo Classe C Coupe para estar na neve presente no extremo norte do território sueco. Fornecedores verificaram o veículo durante os experimentos, que precedem o seu recebimento para as linhas de montagem da empresa, o que poderá acontecer no final deste ano. De acordo com informação das fontes, a unidade testada possuía tração nas quatro rodas, de forma que pode ser aguardado o sistema 4MATIC para algumas versões do veículo. As alternativas de motorização, por sua vez, poderão ser idênticas com as do Classe C Sedan.

A Mercedes-Benz divulgou o recebimento do novo Classe B no mercado do Brasil. O modelo da empresa teve uma reorganização que possui a inclusão de modificações no design e no acabamento interno, e está presente em somente uma versão, a B 200, com valor recomendado de R$ 128.900.

O novo Mercedes-Benz Classe B ganhou novos para-choques, luzes diurnas de LED presente nos faróis e grade frontal mais larga com dois filetes horizontais. A empresa torna o Cx (coeficiente aerodinâmico) inferior a 0,28, de forma que o veículo seja um exemplo em aerodinâmica em sua categoria, tendo resistência inferior ao vento, consumo mais qualificado e emissão de gases reduzida.

Na parte interior, existe somente um novo visor para o sistema multimídia, neste momento com 7 polegadas, e também novos mostradores do painel de instrumentos. O veículo possui acabamento em couro sintético Ártico nas cores bege, preto com cinza ou preto. O porta-malas tem capacidade de 488 litros, que pode ser aumentado para 1.547 l através do rebatimento do encosto do banco de trás.

Entre os componentes, a minivan fornece sistema de som Audio 20 com Bluetooth, sistema Attention Assist, navegador GPS com mapas Garmin, sistema Eco start/stop, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, freios adaptativos, tração eletrônica em cada roda, controle de tração, freios ABS com EBD, dentre outros.

Por Felipe Couto de Oliveira

Mercedes-Benz Classe C Coupe

Mercedes-Benz Classe C Coupe

Fotos: Divulgação


Novo modelo poderá ser produzido no Brasil

A categoria de picapes médias receberá uma denominação importante nos próximos anos. A Mercedes-Benz faz os preparativos para a disponibilização de uma nova picape média, que poderá ser produzida no território brasileiro. Somado a ser possível ser a empresa pioneira de luxo a possuir uma picape no portfólio, a disponibilização deste modelo poderá ser mais uma força para procurar a primeira posição no ramo de empresas de luxo, ultrapassando Audi e a recente líder BMW.

Pode parecer incoerente acreditar em uma forma de modelo direcionado para o trabalho do que para o lazer, entretanto, a Mercedes-Benz aposta que tem a possibilidade de repetir o caso bem-sucedido nos SUVs. No momento que a empresa ingressou no ramo com o Classe ML faz quase duas décadas, nenhuma companhia de luxo tinha tido o objetivo de fabricar utilitários esportivos. Muitos fatores modificaram, sendo atrativo para as empresas de veículos de luxo este vantajoso filão. Segundo a Mercedes, um levantamento atual aponta que somente de 20% a 30% das pessoas utilizam picapes médias para transporte de cargas, onde 50% utilizam de forma mista e outras 30% somente as usam na cidade. Isto significa que a maioria dos clientes verificam as picapes médias como veículos de lazer.

Somado a isso, a picape seria uma possibilidade mais do que significativa para expandir sua participação em mercados adicionais, da forma como realizou a Daimler com suas vans comerciais, a nova Sprinter passou a ser um produto global, da mesma forma como as vans Vito e Citan. Os mercados de destaque para o novo produto seriam o território australiano, sul-africano, o continente europeu e a América Latina. Entretanto, ainda não existe formulação a respeito de suas vendas no território norte-americano, em que as picapes de grande porte estão bem presentes nas ruas. Somente no último ano, foram comercializados 2 milhões de modelos desta forma nos Estados Unidos.

Por Felipe Couto de Oliveira

Provável picape média da Mercedes-Benz

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: