Modelo traz conforto em seu interior e ganhou novos itens.

O novo BMW X1 2018 chega ao mercado brasileiro mantendo o mesmo padrão encontrado em sua última atualização. Com isso, o estilo SUV está presente no crossover. Com duas opções de motores, 2.0 Turbo com 192 cv ou 231 cv, o automóvel tem preço sugerido a partir de R$ 184.950.

Mesmo com mudanças em suas dimensões, haja vista a perda de alguns centímetros e entre-eixos mais curto, o X1 2018 ainda mantem bastante a sua identidade ligada ao X1 E84. Também merecem destaques os faróis duplos Full LED equipados com LEDs diurnos bem como os faróis de neblina mais elevados. A grade, por sua vez, é dupla cromada e o para-choque conta com protetor central na cor cinza.

Outra preocupação da BMW foi quanto ao conforto dentro do automóvel, haja vista as reclamações referentes à geração anterior. Dessa forma, aqueles plásticos duros e instrumentos fora de moda deram lugar ao acabamento esmerado. Apesar disso, a central multimídia ainda não é sensível ao toque.

Apesar de manter as características da nova geração da BMW, o X1 apresenta algumas novidades, dentre as quais novos itens. Com isso, a versão GP, por exemplo, ganhou novos bancos elétricos com duas memórias para o ajuste automático de altura. Na versão X1 Sport, algumas das novidades são bancos revestidos em couro Dakota além de novas opções de cores para o revestimento.

Preços e versões

Confira abaixo as três versões do BMW X1 2018 e seus respectivos preços sugeridos:

· BMW X1 sDrive20i GP 2018: R$ 184.950

· BMW X1 sDrive20i X-Line 2018: R$ 199.950

· BMW X1 xDrive25i Sport 2018: R$ 224.950

Itens de série

O BMW X1 sDrive20i GP, versão de entrada da linha 2018, possui os seguintes itens de fábrica: bancos dianteiros com ajustes elétricos (com função de memória para o banco do motorista), faróis full LED, navegador GPS, central multimídia BMW ConnectedDrive, rodas de liga leve de 18 polegadas, pacote de luzes internas, rack de teto preto, acabamento interno em Oxide Silver Dark com detalhes na cor Preto High-Gloss, dentre outros itens.

A versão intermediária, sDrive20i X-Line, possui todos os itens da versão de entrada além de adicionar: funcionalidade de abertura e fechamento automático do porta-malas, teto solar panorâmico, rodas de liga leve de 18 polegadas exclusivas para essa versão, pacote exclusivo X-Line, rack de teto em alumínio satinado e acabamento interno em Black High-Gloss acompanhado de detalhes em Pearl Chrome.

A versão top de linha é o X1 xDrive25i que possui os itens das outras versões além de: rodas de liga leve de 19 polegadas, pacote Sport Line, tração integral xDrive, acabamento interno em alumínio escovado (também há detalhes em Piano Black), sistema de som Hi-Fi, entre outros itens.

Motor e consumo

Um motor arrojado é uma característica presente em qualquer modelo da BMW. No X1 2018 não é diferente, haja vista a nova geração de motores denominada B que está sob o capô dessa linha. Com isso, o X1 vem equipado com o B48 2.0 TwinPower Turbo com duas entregas: 192 cv de potência a 5.000 rpm e 28,5 kgfm a 1.250 rpm ou 231 cv e 35,7 kgfm para as mesmas rotações da versão com 192 cv. Os dois motores contam com injeção direta de combustível e controle variável das válvulas. Mesmo sendo Flex, a melhor eficiência em ambas as versões será alcançada com o etanol no tanque, pois o projeto original do motor foi desenvolvido visando o mesmo.

Em relação à transmissão, a mesma é sempre automática de oito velocidades. O diferencial está na versão xDrive25i, pois essa transmissão fornece tração nas rodas traseiras.

Quanto ao consumo na cidade, os resultados são os seguintes: 7,0 km/l quando abastecido com etanol e 10,3 km/l quando abastecido com gasolina para as versões GP e X-Line; 6,6 km/l (etanol) e 9,4 km/l (gasolina) para a versão top de linha Sport. Já na estrada, o consumo é: 9,0 km/l (etanol) e 13,0 km/l (gasolina) para as versões GP e X-Line; além de 8,1 km/l (etanol) e 11,5 km/l (gasolina) para a versão Sport.

Por Bruno Henrique

BMw X1 2018

BMw X1 2018


Algumas mudanças foram feitas no design, no acabamento interno e na parte mecânica do Lifan X60.

A fim de manter a liderança de vendas entre as marcas de veículos automotores chinesa aqui no Brasil, a montadora Lifan lançou a nova linha 2016 dos seus veículos e como não poderia ser diferente e já havia sido anunciado previamente no mês de julho, a empresa fez as primeiras mudanças no Lifan X60.

No geral, o crossover compacto da marca chinesa passou por algumas modificações no seu design, algumas mudanças no acabamento interno e alguns aprimoramentos na parte mecânica.

Na parte externa, o Lifan X60 ganhou uma nova grade, a qual possui filetes cromados na posicionados na vertical, rodas com um novo desenho confeccionadas em liga-leve, sendo que na versão Talent elas são no tamanho 16 polegadas e na versão Top elas são no tamanho 17 polegadas e as novidades não acabaram por aqui, o veículo ainda trouxe iluminação em LED nas lanternas e uma nova moldura confeccionada em plástico foi inserida nos para-lamas.

Já na parte interna, o veículo ganhou um novo estilo de acabamento nos assentos que dessa vez foram revestidos em couro sintético combinando com os tons de cinza já existente nos foros laterais das portas, colunas e tetos. A central de multimídia deste modelo também foi substituída, sendo que a nova é a Navtech, a qual é dotada de câmera de ré e navegador GPS.

Quanto à motorização, o Lifan X60 edição 2016 foi projetado com um propulsor 1.8 litros que tem a capacidade máxima de produzir uma potência de 128 cavalos a 6.000 rpm e 16,8 Kgfm de torque a 4.200 rpm, motor este que trabalha em conjunto com uma transmissão que foi reformulada para dar mais força ao veículo nas arrancadas, além de auxiliar na redução do nível de ruído emitida pelo carro.

O pacote de itens de série é bastante recheado e muito satisfatório em comparação com os veículos nacionais e o valor deste carro. O veículo será disponibilizado nas seguintes cores: prata, cinza, preta, vermelha e branca. A versão de entrada, a Talent, será comercializada por R$ 59.900, já a versão topo de linha, a Top, será comercializada por R$ 63.990.

Por Adriano Oliveira

Lifan X60

Lifan X60

Fotos: Divulgação


Novo modelo crossover trará mudanças no design e virá para completar a família Q da Audi, que agora conta com 6 SUVs.

Durante conferência para imprensa, no último dia 10, Rupert Stadler, chefe da montadora Audi revelou que ainda há planos para lançar em 2016 o novo Audi Q1. O Crossover será baseado na plataforma MQB, a mesma que foi utilizada em modelos como o VW Golf. A utilização da plataforma MQB fará com que o veículo, apesar de se configurar como premium, possua um custo mais acessível semelhante ao Audi A1. 

O novo compacto premium traz a assinatura do chefe de design da montadora Marc Lichte. O lançamento do novo SUV é uma estratégia da montadora para fazer com que as vendas cresçam novamente e que a representatividade da marca suba de 30% para 35% até 2020. Seguindo o que já foi anunciado anteriormente, o Audi Q1 deverá ser de medidas semelhantes ao do seu companheiro A3, com a diferença de ser um pouco mais alto que o hatch. Há especulações de que o novo crossover chegue ao mercado medindo cerca de 4,23m de comprimento, 1,77m de altura e 2,60m entre os eixos.

Ainda na conferência houve o anúncio de que outro crossover da família "Q" pode ser lançado para fazer concorrência ao modelo de BMW X6. O motor do Q1 deve apresentar a mesma força que o modelo A3 possui, com tração nas rodas dianteiras.  Mesmo tendo a assinatura de Lichte no design do carro, grande parte de seu desenvolvimento se deu antes da chegada do designer à montadora. Mesmo assim, o chefe de design adicionou detalhes importantes no modelo, como uma grade frontal com menos agressividade do que o do modelo Q7, além de um visual mais parrudo e encorpado. O design acrescentou elementos como formas esculpidas na parte superior do veículo e também nas portas. Nas cores, inovou, com cores contrastantes na coluna C, que trazem uma impressão de teto flutuante.

Desde a sua concepção prévia em 2012, muito mudou no visual do novo Q1. Na época ele se apresentava como um coupé.

O novo modelo Audi Q1 fará com que a família "Q" tenha agora seis SUV's. Atualmente os modelos disponíveis no mercado são o Q3, o RSQ3, o Q5, o SQ5 e o Q7. A expectativa do lançamento desse novo modelo é que ele chegue ao mercado para competir com o Mini Coutryman.

Por Patrícia Generoso

Novo Audi Q1

Novo Audi Q1

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: