Confira aqui mais detalhes sobre a venda de carros da Renault e Nissan para Pessoa Jurídica.

Nem todos sabem, mas pessoas jurídicas (CNPJ) podem obter consideráveis descontos na concessionária ao adquirir um veículo. Em relação aos clientes regulares (Pessoa Física), que pagam os valores que os fabricantes sugerem, quando não há alguma promoção, os clientes PJ podem receber até 13% de desconto na compra de um novo carro.

Cada empresa montadora de automóveis organiza uma tabela com os preços sugeridos para seus produtos, inclusive montadoras como a Nissan e a Renault, de modo que, desde já, estabelecem os valores com descontos para pessoas jurídicas.

Quer saber mais sobre a tabela de valores dos veículos da Renault e da Nissan? Acompanhe este post.

Tabela de preços Renault

A Renault oferece diversos descontos para pessoas jurídicas (CNPJ), podendo variar entre 6 e 13% de desconto no valor dos veículos. Veja a seguir a lista de descontos que a montadora pode oferecer para alguns de seus veículos:

  • Sandero Stepway: o veículo deste modelo pode receber descontos de até 6% do seu valor original;

  • Demais versões do Sandero: já os outros modelos chegam a ter até mesmo 12% de desconto de seu valor original;

  • Fluence: pode chegar a apresentar 13% de desconto do seu valor original;

  • Duster 1.6: apresenta cerca de 12% de desconto do seu valor original;

  • Dynamique 2.0: na sua versão completa, 4×4, possui desconto de 9% de seu valor original; e

  • Renault Logan: já esse pode variar entre 11% e 13%, de acordo com a versão escolhida.

Dessa forma, versões como o Authentique 1.0, que para pessoas físicas custa cerca de R$ 43.350,00, para pessoas jurídicas passa a custar R$ 38.148,00. Da mesma maneira ocorre com a versão completa do Vibe 1.0, que de R$ 49.100,00 passa a sair no valor de R$ 43.208,00 para pessoas jurídicas.

Enquanto isso, o modelo Fluence, que custa R$ 99.350,00, pode ser adquirido por uma pessoa jurídica no valor de R$ 86.434,00. Já os valores do Duster básico 1.6 e do Dynamique reduzem mais que R$ 8 mil e o do Privilege cerca de R$ 15 mil.

Mesmo com os descontos recebidos, a pessoa jurídica que pretende adquirir um Renault deve saber que irá precisar desembolsar cerca de R$ 38 mil, que é quanto custa o modelo mais barato da Renault, o Sandero 1.0 básico.

Tabela de preços Nissan

Além da Renault, a Nissan também oferece bons descontos para seus clientes de tipo CNPJ. Veja a seguir os seus principais descontos de tabela:

  • Nissan March 1.0: essa versão pode apresentar até 13% de desconto, de forma que o preço original, que é R$ 44.290,00, pode cair para R$ 38.532,00;

  • Nissan Versa 1.6 SL: também apresenta desconto de 13%, que o torna cerca de R$ 10 mil mais barato;

  • Nissan Sentra 2.0 SL: possui até 13% de desconto na venda para pessoas jurídicas, saindo de R$ 103.900,00 por R$ 90.393,00;

  • Nissan Frontier: a nova picape da Nissan, que originalmente custa R$ 166.700,00, passa a custar R$ 148.363 para pessoas jurídicas; e

  • Nissan Kicks: esse modelo em sua versão topo de linha SL, junto de câmbio CVT, com 12% desconto para PJ passa a custar R$ 84.471,00.

Como visto, muito pouco se fala sobre esse benefício para pessoas jurídicas, embora ele traga positivos resultados financeiros para uma empresa durante a aquisição de um veículo.

Se você é uma pessoa jurídica e deseja adquirir um novo carro, não hesite em solicitar seu direito de receber um bom desconto na compra.

Felicia Lopes


Confira aqui as informações sobre o assunto e tome a sua decisão!

Se você possui um CNPJ, seja como autônomo seja como empresa, provavelmente você já cogitou a opção da compra de automóvel como pessoa jurídica. Acerca do preço, de fato, é bem vantajoso. Contudo, esse não é o único fator a ser considerado.

O primeiro passo é ver se realmente vale a pena comprar o carro em nome da empresa, considerando o uso do veículo. Outro aspecto muito importante é o automóvel realmente ter valor na atividade da empresa, pois caso contrário, a compra dele em pessoa jurídica pode configurar fraude, portanto, fique atento!

Quer saber como comprar um carro à caráter de pessoa jurídica? Continue lendo!

Como é possível comprar um automóvel enquanto pessoa jurídica?

Muito se tem dúvida sobre as regras acerca dessa compra. A verdade é que as regras não são fixas, pois variam de acordo com a concessionária, podendo haver diferença entre uma e outra. Por via de regra, é necessário apresentar o CNPJ da empresa, além de documentos comprobatórios acerca da condição dela.

É importante também que você compre de forma documentada que possui boas prerrogativas para fazer aquela aquisição em nome da empresa, ou seja, é preciso comprovar a necessidade de uso e especificar qual é a finalidade de uma aquisição desse porte.

De acordo com o que for declarado, ou seja, da modalidade de compra, a concessionária pode requerer ainda comprovação da saúde financeira da empresa, a fim de certificar o crédito concedido na compra. Isso torna a negociação muito mais confiável e segura para a concessionária.

Quais vantagens essa modalidade de compra apresenta?

Vamos começar pelo que mais se divulga acerca dessa compra: o preço. Essa é a vantagem mais propagada por um motivo: é de fato o mais atrativo! Os descontos para quem adquire carro como pessoa jurìdica partem dos 3%, podendo chegar a valores extremamente vantajosos. As condições desse desconto vão variar de acordo com o modelo escolhido, a quantidade e também a forma de negociação feita.

Ainda na questão do preço, é possível negociar quando a compra é maior. Sendo assim, você pode comprar vários carros para a empresa e isso com certeza impacta no valor, pois a regra do atacado se torna válido também para aquisições desse porte. Nesses casos, o desconto pode atingir um quinto do valor do carro, além de somar no que diz respeito à benefícios pós-venda.

Além disso, o atendimento de pessoa jurídica é diferenciado, pois se tratar de uma persona diferenciada. Preço, atendimento especial e manutenção da frota (uma vez que a compra é efetuada) podem ser alcançados. É uma boa vantagem, certo?

Quais desvantagens comprar um carro como pessoa jurídica traz?

O veículo adquirido para a empresa é considerado, caso ocorra algum problema financeiro, uma boa solução de quitação. Sendo assim, complicações judiciárias ou econômicas devem ser consideradas.

Outro ponto importante para considerar são as regras de inspeção. Veículos que são registrados em CNPJ devem atender as políticas específicas acerca da inspeção: realizá-la a partir dos 2 primeiros anos de uso. Em relação à carros de pessoa físicas, é um ano a menos de prazo.

A fiscalização também é acirrada em carros de empresa. Por isso, não adianta pensar que funciona adquirir um carro "comercial" e usá-los para fins pessoais, pois órgãos fiscalizadores podem multá-lo por tentar cometer essa fraude, invalidando o desconto dado na aquisição. Portanto, o uso do carro comprado em CNPJ também é restrito.

E aí, vale ou não a pena comprar um carro em caráter de pessoa jurídica? Comente conosco o que achou deste post!

David Ferreira


Vai comprar seu próximo sedã? Conheça 9 dicas para você não errar!

Se você é apaixonado por sedã e está em busca do seu próximo carro, siga essas 9 dicas e acerte em sua escolha.

Quem gosta de sedã e deseja comprar seu próximo veículo precisa estar atento as oportunidades. Até quarta-feira (5) acontece o Feirão iCarros. Ao todo participam 400 lojas das cidades de Jundiaí, Sorocaba, Campinas e região, além de regiões de São Paulo, Santos, Grande São Paulo e litoral.

Portanto, para ajudar em sua busca, separamos 9 dicas. Quer ficar por dentro de todas? Então, preste atenção em cada uma delas!

1. Fique atento aos veículos

Para que você possa buscar seu carro ideal, separamos os veículos em sedãs de entrada, compactos e premium|médios.

Sedãs de entrada

Neste tipo de sedã você precisa estar de olho nos equipamentos e no porta-malas. Sabe a história de quanto mais barato, melhor? Então, estes carros são completos e o tamanho do seu porta-malas pode variar muito.

Para que você possa optar por este veículo, faça uma lista dos itens que precisa no automóvel. Preencha com esses dados na hora de filtrar os resultados da busca. Preste atenção que tudo isso pode sair um pouco mais caro.

No entanto, se você fizer um financiamento simulado verá a diferença nos preços do carro com ar condicionado e o sem o ar. No catálogo do iCarros também é possível encontrar os itens de série dos automóveis.

Sedãs compactos

Neste segmento você precisa traçar um parâmetro. Pense: Meu sedã será o único carro a ser utilizado por minha família? Baseado nessa resposta, procure os carros com mais espaço no interior, que possuem motores mais potentes que possam aguentar as viagens e que tenham mais equipamentos.

Alguns modelos deste sedã possuem câmbio automático. Se o carro for o segundo automóvel da família, você pode focar neste veículo também.

Sedãs premium e médios

Se você vai andar com mais passageiros com frequência, veja se no banco traseiro do veículo há uma saída de ar condicionado. Você não quer que o passageiro do banco de trás se sinta desconfortável em sua “máquina”, não é mesmo?

2. Preste atenção na blindagem

Se você prefere um carro blindado, preste atenção nos sedãs médios e premium. Eles já possuem essa opção, tanto nos usados quanto nos seminovos. Lembre-se de olhar a garantia da blindagem e verificar por quanto tempo ela é válida. Cheque os vidros e as peças, veja o estado delas. Peças e vidros em estado ruim podem comprometer a segurança do seu veículo.

Outra observação importante é quanto ao registro no Exército. Todo carro blindado precisa desse registro. Portanto, verifique se essa documentação está em ordem. O desgaste de componentes do carro pode ser maior ao longo do tempo.

3 .Observe a manutenção dos carros

Antes de escolher seu sedã, observe se a manutenção é cara. Os sedãs médios e premium, mesmo com o preço menor entre os usados e seminovos, têm a manutenção cara. Por isso, preste atenção em todos os reparos feitos e dê preferência aos veículos com menos quilômetros rodados.

4. Veja a ficha técnica de todos os carros vendidos no Brasil

Outra dica importante é verificar a ficha técnica de todos os carros vendidos no Brasil. Observe se a maioria das ofertas nessa faixa será equipada com o motor 1.0. Propulsores mais modernos como os de três cilindros são mais econômicos e fortes. Entretanto, quanto mais velho o projeto, mais difícil é conciliar ambos. Além disso, um sedã mais pesado passará, provavelmente, mais tempo carregado.

Portanto, veja se você pode pagar a mais para ter um motor moderno e que atenda ambos os requisitos.

5.Verifique os itens de manutenção rotineira

Não se esqueça que cada centavo conta. Como raramente não há dinheiro sobrando para a entrada de um carro, não se esqueça de verificar alguns itens de manutenção rotineira como os pneus, por exemplo.

Se eles estiverem no final da vida útil, você terá um gasto extra no futuro. Outra dica importante é lembrar que alguns seminovos ainda podem estar na garantia de fábrica vigente. Para ter essa garantia, tenha a certeza de que todas as manutenções programadas foram respeitadas.

6.Veja se os sedãs estão fora de linha

Recentemente alguns sedãs de entrada se aposentaram. Também há aqueles que estão prestes a saírem de linha de produção. No mercado de usados, estes sedãs são um bom negócio, pois os preços são mais baixos. No entanto, é importante ficar atento ao tempo e as peças que podem ser mais difíceis de serem encontradas.

7.Simule o financiamento e veja o valor da parcela

Antes de fechar o negócio, faça uma simulação do financiamento e veja quanto será a parcela e quantas prestações você terá que pagar. Certifique-se que o financiamento estará de acordo com o seu orçamento.

8. Veja quanto vale seu usado na troca

Se seu interesse é oferecer seu usado de entrada para adquirir o sedã, veja quanto seu veículo vale. Valorize seu carro e prepare-se para garantir seu sedã.

9. Verifique o tamanho e o preço

O mercado dos sedãs compactos recebeu nos últimos anos modelos que só têm o preço de compacto. O espaço interno desses veículos são parecidos com dos sedãs médios. No entanto, atente-se ao custo por um carro maior, pois isso pode afetar o acabamento e a qualidade do carro.

A melhor maneira de comprar um sedã e se sentir realizado com sua escolha é colocar todas essas dicas em prática. Preste atenção em cada uma delas e faça sua compra com segurança!

Por Serrana Filetti





CONTINUE NAVEGANDO: