Modelo chega às concessionárias custando até R$ 83 mil.

Com porte volumosa, a Chevrolet Spin 2019 foi renovada e vem com linha de cintura alta, conta com janelas pequenas e com um capô elevado.

Na parte da frente, os faróis da linha de 2019 possui um design mais fluído e conta também com LEDs de posição. Ainda em relação a parte frontal, a grade é dividida por uma barra, além de um acabamento cromado.

A parte frontal é arredondada e aerodinâmica, o para-choque possui faróis de neblina e há ainda um defletor de ar.

A parte das laterais são clean e as rodas, que possuem aro de 15 polegadas de diâmetro, podem ser de liga leve ou de aço. Além das rodas de 15”, as versões mais caras LTZ e Activ também possuem a opção de 16 polegadas

Ainda falando sobre as versões mais caras, os modelos contam com proteção nas laterais, retrovisor preto brilhante, adesivo decorativo, pneu com baixa resistência, para-choque traseiro com estepe fixado e teto com barras.

Na parte traseira, as lanternas são horizontais nesta versão.

Na parte interna, o painel do modelo de 2019 vem com cluster analógico que conta com novos mostradores de rotação do motor e de velocidade, display multifuncional e iluminação em LED. Foram feitas atualizações no porta-luvas, no difusor de ar, na moldura multimídia e nos comandos elétricos dos vidros e dos retrovisores do painel.

Os bancos da nova Chevrolet Spin 2018 vem com bancos que possuem múltiplas regulagens, vários porta-objetos, entre outros.

Uns dos destaques é a multimídia MyLink 2 que conta com o Google Android Auto (aplicativo que vem com os navegadores Waze e Maps) e com o Car Play (aplicativo que vem com Siri), que tem tela de 7”, rádio, conexão USB, OnStar entre outros.

O pacote Exclusive entrega ao usuário um sistema de concierge que permite o condutor receber várias informações de áudio a bordo ou até mesmo orientação por setas. Há também um aplicativo de smartphone que permite o usuário localizar seu veículo.

No cofre do motor do veículo, o espaço para o 1.8 EconoFlex é generoso e facilita a manutenção.

Sobre as novidades

Uma das principais novidades do modelo é a atualização do visual no exterior, que vem com faróis bem mais modernos e com novas lanternas horizontais. Nessa nova versão, a parte traseira conta com a placa posicionada na tampa do porta malas.

Há ainda uma nova geração do sistema multimídia MyLink, já está disponível também para os modelos compactos: o Onix, Cobalt e Prisma.

Essa nova versão do sist. multimídia MyLink, informada acima, é compatível com o Android Auto, que entrega ao usuário acesso aos aplicativos Waze e Google Maps e ao WhatsApp.

O motorista também pode acessar o Apple Music e o Spotify, aplicativos de música, por meio do Apple CarPlay.

O sistema também vem com uma nova tela de alta resolução que é sensível ao toque, que possui a tecnologia multi-touch, parecida com a dos smartphones, facilitando a navegação com os dedos e permitindo a reorganização dos ícones na página inicial. Além disso, ele inclui as teclas para avançar e para retroceder e o botão de volume giratório.

A parte interna vem com um acabamento de melhor qualidade e há uma nova padronagem nos bancos. Ainda em relação às novidades, o longitudinal do banco traseiro amplia a capacidade do porta-malas, dessa forma o porta-malas vai de 710 litros para até 756.

O Isofix vem no banco da segunda fileira, que também conta com cinto de segurança de 3 pontos para o 5º passageiro e apoio para a cabeça.

Versões:

Veja abaixo as versões do modelo Spin de 2019:

  • Versão Spin LS
  • Versão Spin LT
  • Versão Spin LTZ
  • Versão Spin Activ

Preço das versões citadas acima:

  • A versão Spin LS MT6 sai pelo valor de R$ 63.990.
  • A versão Spin LT MT6 sai pelo valor de R$ 68.890.
  • A versão Spin LT AT6 sai pelo valor de R$ 69.990.
  • A versão Spin LTZ MT6 sai pelo valor de R$ 78.490.
  • A versão Spin LTZ AT6 sai pelo valor de R$ 81.990.
  • A versão Spin Activ AT6 sai pelo valor R$ 79.990.
  • A versão Spin Activ7 AT6 sai pelo valor de R$ 83.490.

Rosângela Rodrigues


Confira aqui os preços e principais novidades do Chevrolet Spin 2019.

A Chevrolet continua apostando alto na Spin e o modelo 2019 chega para mostrar que continua tendo um espaço garantido no mercado nacional. O modelo da GM vem tentando se renovar e apesar de ser considerada 'desengonçada' por muitos, trouxe novidades interessantes, várias versões para tentar agradar aos mais diferentes perfis de consumidores e assim continuar indo bem nas vendas.

Já são mais de 6 anos no mercado e cerca de 200 mil unidades vendidas, agora o Chevrolet Spin é renovado e traz algumas novidades também na mecânica, tentando ficar mais competitivo. O modelo até ficou um pouco parecido com o Cobalt, mas sem perder sua principal identidade e a característica de oferecer muito espaço.

Desta vez a GM conseguiu melhorar a frente do Spin, com uma grade integrada ao conjunto, inclusive com luzes diurnas em LED na versão LTZ. Na parte de traz, para-choques novos e filete com acabamento parecido com aço escovado para a linha LTZ e Activ. Por dentro, mais novidades, como a barra do nível de combustível, mostrador de marcha no painel digital que exibe também o hodômetro e consumo. O banco agora vem em dois tons e são praticamente estas as mudanças internas.

A versão Activ ganhou detalhes cromados no puxador de porta e o ar condicionado é apenas manual. Os bancos traseiros agora têm trilhos, o que facilita bastante o acesso. Uma leve mudança no design conseguiu ganhar ainda mais espaço. Um ponto negativo é que algumas peças no interior apresentam rebarbas.

O sistema MyLink oferece dezenas de serviços, além da conectividade com o sistema operacional iOS e Android, só que não tem entrada USP e muito menos portas de carregamento traseiro, isso se deve ao fato de que a GM vem priorizando os taxistas e frotistas, além daqueles motoristas de aplicativos.

Confira os preços de cada uma das versões do Spin 2019:

  • LS MT6: R$ 63.990
  • LT MT6: R$ 68.890
  • LT AT6: R$ 69.990
  • LTZ MT6: R$ 78.490
  • LTZ AT6: R$ 81.990
  • Activ AT6: R$ 79.990
  • Activ7 AT6: R$ 83.490

Para todas as versões, o motor é o 1.8 SPE/4 8V flex de 11cv, enquanto o câmbio pode ser manual ou automático de seis marchas. A GM informou que foram feitas melhorias no software e agora o veículo tem um comportamento mais dinâmico, garantindo maior economia de combustível. De série, a Spin traz direção elétrica progressiva, ar-condicionado, sensores de chuva para acionar os limpadores, sensor de luz e também de estacionamento, aviso de luzes acesas, câmera de ré com sensor e controle de cruzeiro.

A versão LS vem com alarme, chave canivete, travas e vidros elétricos, regulagem de altura para o banco do motorista, aviso de pressão dos pneus, lanternas de neblina, ajuste de altura para o volante, indicador para troca de marchas, entre outros itens. A versão LT se tornou uma espécie de intermediária, com retrovisores elétricos, sensores de estacionamento com gráficos, porta-malas com tampão, entre outras opções. A LTZ ainda tem luzes de posição em LED, faróis e limpadores de para-brisa com acionamento automático, computador de bordos e as rodas de liga leve são aro 16. A Activ, como destaque, tem frisos e estribos laterais, barras de teto estilo esportivo, cromo escurecido nos acabamentos externos e molduras de plástico nos para-choques e para-lamas.

Em relação à transmissão automática de 6 marchas, ela passou por alguns ajustes e agora tem a sexta virando um overdrive, a GM garantiu que as trocas ficaram bem mais ágeis, sem aqueles trancos. As suspensões também foram melhoradas, ficando mais macias. Na versão Activ, o estepe agora está é no assoalho do porta-malas.

A Chevrolet Spin 2019 tenta assim, agradar seu público fiel e com as melhorias, mostrar ao mercado que ainda tem fôlego para continuar conquistando boas vendas.

Por Russel


Modelo deverá chegar às concessionárias ainda neste semestre.

Para quem ainda não está familiarizado com a Spin, trata-se de uma mini-van de lançamento da fabricante Chevrolet, essa na intenção de substituir alguns carros que já estavam ficando saturados e sem atualizações de versões, que eram Zafira e Meriva, que são carros assim como a Spin grandes, porém, com um design um pouco mais atrasado e não tão atraente, mas por serem grandes e carros de família, a necessidade de substituí-los é bem grande, pois o público de hoje em dia exige espaço e conforto que é o que o carro pode oferecer de melhor.

Pensando na ideia anterior, a Chevrolet lançou algo que tivesse as mesmas características, sendo a mais chamativa a composição de 7 lugares do veículo, porém, não foi apenas essa que foi lançada no mercado, a de 5 lugares também tomou lugar para o público que não precisa de um número tão grande, mas quer espaço. O carro realmente é um sucesso da empresa, devido a sua venda muito grande, com público alvo na maioria das vezes famílias grandes. É muito comum hoje em dia se ver uma pela cidade circulando e não sobra dúvidas de que realmente é uma mini-van, ainda mais pelo seu estilo mais quadrado.

Considerando todas as ideias e evoluções de carros atuais a Spin também seguirá o avanço visual no ano de 2019, trazendo a mesma estrutura das evoluções atuais, e isso com certeza será a parte mais chamativa da mudança para o ano, já que seu motor não terá tantas alterações por ser um carro atual e bem vendido em relação a motorização, já que a visão do público comprador é conforto. Seguirá abaixo algumas mudanças feitas na Spin e o que isso melhora, tanto no desempenho quanto na aparência do veículo.

Novidades e mudanças

Como previsto para todos os lançamentos atuais, independente da marca, o estilo agressivo é muito esperado, então claramente a Spin também terá suas agressividades particulares, como por exemplo sua parte frontal, que traz traços no capô que é interligado com o eixo dianteiro, dando uma visão de corte de vento melhor, pois ele se dividirá mais fácil entre estas linhas. Ainda comentando sobre a parte frontal, um estilo mais quadrado pode ser notado, porém, isso está sendo normal hoje em dia, ainda mais por sua aparência ficar chamativa quando se observam detalhes em alguns lugares como faróis que entram em harmonia com as linhas do capô e grade frontal.

Comentando a parte traseira do veículo, observa-se assim como na frente a presença do estilo mais quadrado, porém, entrando em combinação com a lateral que traz riscos simples e proporcionais, que são ligados principalmente nos faróis frontais e traseiros, e ainda sobre faróis é importante ressaltar a presença exclusiva da parte traseira ser composta por horizontais, o que melhora na visualização de quem olha o carro por trás na questão de setas e alertas, assim como uma aparência mais tecnológica é adotada automaticamente, tirando estes detalhes ainda não é possível afirmar mais mudanças significativas nesta parte, mas apenas essas já mostram o quão evoluído estará.

Comercialização

A marca de grande renome Chevrolet anuncia algo que deixa os compradores muito felizes, até pelo fato de não deixá-los na ansiedade de ver e poder dirigir, isso porque a Spin que virá com essa reestilização será comercializada no segundo semestre deste ano, lembrando que é um carro super confortável, porém, para famílias que normalmente são compostas por muitas pessoas e desejam algo que consiga suportar todos de maneira confortável, seja para a cidade ou estrada, viagens curtas ou pequenas, sempre será uma boa opção de compra, ainda mais pelo fato de ter um motor bom e opções de transmissão de marchas diferentes, atendendo até os mais exigentes.

Gustavo Martins


Modelos ganharam alterações significativas para começar a linha 2017 com pé direito.

Já vimos o Prisma e o Onix que já receberam suas mudanças para 2017. Porém, agora chegou a vez de mais dois modelos: o Chevrolet Cobalt e a Spin ganharem alterações significativas para começarem a linha 2017 com pé direito. A dupla está prevista para chegar às concessionárias em breve.

Entre as novidades vamos encontrar direção elétrica já de série, a presença do novo câmbio manual de seis marchas além de algumas variações mecânicas que foram realizadas com o principal objetivo de deixarem os veículos mais econômicos.

Recentemente, algumas dessas informações já haviam sido dadas pelo Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro. Entretanto, apenas agora é que a montadora divulgou os detalhes sobre todas as alterações que foram realizadas nos dois modelos.

Tanto a Spin quanto o Cobalt usavam o mesmo motor 1.8 flex. O propulsor recebeu uma atualização. Devido à integração de novos componentes bem como de alguns reajustes, o conhecido quatro cilindros 1.8 SPE/4 ECO agora conta com o potencial de render até 11 cv de potência e 17,7 kgfm de torque. Em uma comparação com o motor anterior vamos perceber que houve um aumento de 3 cv.

E tem mais, os dois modelos contam também agora com o sistema OnStar já de série. A presença da segunda geração da central multimídia MyLink também é um dos destaques. Vale chamar a atenção para o fato da central ser compatível tanto com o Apple CarPlay quanto com Android Auto.

Com as alterações feitas o Cobalt, por exemplo, deverá ter sua faixa de preços partindo de R$62.190 e indo até R$68.990. Já a Spin começa na casa dos R$57.990 e pode alcançar R$71.990.

A montadora já deixou claro que anda trabalhando com o objetivo de conseguir aumentar as vendas do Cobalt saltando das atuais 1.400 unidades para as 1.600 que deverão ser impulsionadas pelas alterações. No caso da Spin não há muita expectativa a esse respeito. Espera-se que o modelo continue emplacando algo em torno das 1.900 unidades por mês.

As alterações mecânicas feitas no Cobalt vieram em bom momento. Logo no início do ano o modelo ganhou uma significativa renovação em termos visuais, mas melhorias na dinâmica, na motorização e nos elementos em geral foram deixados de lado. Espera-se que a linha 2017 possa agradar. Não apenas pelo aperfeiçoamento nos itens, mas também pela economia.

Por Denisson Soares

Chevrolet Cobalt 2017

Chevrolet Spin 2017

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: