BMW M2 2023 terá freios e motor do BMW M4 e 450 cavalos


A BMW anunciou que o modelo BMW M2 será o último que se move apenas com a combustão de material fóssil. Os próximos carros da BMW vão começar a usar a eletricidade nos seus motores.

Para os futuros proprietários do BMW M2 2023, a BMW reservou um carro esportivo, de transmissão manual, com um motor turbo de 3.0 litros, gerando 450 cv de potência com os seus 6 (seis) cilindros. Ele será oficialmente apresentado no mês de outubro, mas não se tem a confirmação que o M2 será vendido aqui no Brasil. Quanto ao torque, não foi divulgado, mas se sabe que a tração será nas rodas dianteiras.


O que se sabe é que o modelo já está passando pela parte final dos seus testes, onde se destacou a dinâmica de condução e o desempenho do "chassi", que superaram as expectativas, comparado com o modelo exclusivo BMW M2 CS.


Com as fotos divulgadas em diversos canais que falam sobre carro, não dá para ter uma total ideia de como será a "cara" do M2, mas sabe que ele terá o teto feito de fibra de carbono, o que serviu para reduzir o seu peso.


Outra característica divulgada que pode ser adicionada, ao veículo e ao seu preço, é que o BMW M2 2023 poderá ter os bancos dianteiros do tipo "bucket", também em carbono, dando ainda mais ênfase no aspecto esportivo no seu interior, para quem está dirigindo e também para o seu acompanhante dianteiro.


Também foi divulgado que o sistema de freios do M2 será o mesmo usado no modelo M4 e que todo o painel de instrumentos, bem como a central integrada multimídia, é igual para todos os modelos da BMW que utilizam o "iDrive 8", uma única tela "curvada", compatível com conexões do Apple CarPlay e Android Auto. Outros itens herdados do M4 foram os amortecedores e os pneus, com o 275/35/19 na frente e o 285/30/20 na traseira.

A expectativa é que o BMW M2 2023, sem os desenhos do adesivo que observamos nas fotos, tenha uma aparência mais agressiva, com as suas duas tradicionais grades dianteiras, faróis angulares, enormes entradas de ar e quatro saídas no escapamento. Aliás, na parte traseira ainda, o que também chama a atenção são as lanternas, que se destacam quando olhamos para o porta-malas. Para finalizar, o BMW M2 2023 também poderá ser encontrado com transmissão automática de 8 (oito) marchas.

Por agora, só nos resta, esperar até o lançamento, para conferir mais detalhes, e torcer, para que esse "avião" venha para o Brasil!

Sobre a BMW

A "Fábrica de Motores da Baviera", originalmente chamada "Bayerische Motoren Werke", ou simplesmente "BMW", foi fundada com o propósito de se dedicar à fabricação de motores para aviões, em 1913. Foram 20 (vinte) anos de existência até a marca começar a produzir os seus próprios carros, em 1.933.

Nessas duas décadas, muitas coisas aconteceram, desde o tratado de Versalhes, onde se proibia a fabricação de aviões na Alemanha, passando por experiências férreas em 1.919, o lançamento do primeiro "motociclo" em 1.923 e a aquisição da fábrica "DIXI Company" em 1.928, onde se produziu o "BMW 3/15" um ano antes. Outro ponto histórico que a empresa passou, foi com a segunda guerra mundial, onde ela era a principal fornecedora do exército local, passou por uma destruição quase que total, com bombardeios em Monique em 1.944, e a volta nas suas produções, de motos em 1.948 e de carros em 1.952.

Até o final do século a BMW produziu diversos modelos e a empresa teve muitas "idas e vindas", começando uma nova "era", mudando totalmente a sua linha de série, comandada pelo designer Christopher Bangle no início do ano 2000.


Por Fernando Dias

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.