Caoa Chery Arrizo 6 dá lugar para o Arrizo 6 Pro


Caoa Chery remove Arrizo 6 do catálogo disponível em seu site e lojas físicas têm pouco estoque do sedã.

A Caoa Chery, montadora chinesa que, no mês de abril deste ano, figurou entre as dez marcas de veículos mais vendidos do Brasil, vem enxugando sua linha de automóveis vendidos por aqui ao fazer a retirada de modelos mais antigos. No final de março, o Tiggo 2 foi retirado do mercado, ação feita para dar mais espaço ao seu substituto, o Tiggo 3X, SUV que tem figurado nos primeiros lugares das listas de mais vendidos no Brasil desde o ano passado.


Agora chegou a vez do Arrizo 6 ser removido do grupo de veículos da marca disponíveis para compra no mercado nacional. Realizando uma busca no site da montadora chinesa, já não encontramos mais o sedã médio. Assim, apenas o Arrizo 6 Pro pode ser encontrado para compra.


Até pouco tempo atrás, o Arrizo 6 e o Arrizo 6 Pro eram vendidos juntos. O Arrizo 6 Pro apresentava versão reestilizada e com mais equipamentos que o Arrizo 6, sendo por isso posicionado no topo da linha dos sedãs médios. O Arrizo 6, por sua vez, foi lançado no Brasil há cerca de dois anos e foi projetado para competir no segmento hoje liderado pelo Toyota Corolla, mas que tem perdido espaço para os SUVs no mercado atual. Já o Arrizo 6 Pro chegou ao mercado no ano de 2021.


Como dissemos, tanto o Arrizo 6 quanto o Arrizo 6 Pro eram vendidos juntos. Lá em 2021, quando foi lançado o Arrizo 6 Pro, a própria Caoa Chery afirmou que manteria as vendas de ambos os modelos, especialmente porque a versão Pro foi colocado no topo de linha e, por isso, era vendida como uma configuração mais cara.


Sites especializados têm levantado algumas questões capazes de explicar a retirada até certo ponto repentina do Arrizo 6 do mercado. A primeira delas relaciona-se ao número de unidades vendidas no primeiro trimestre deste ano: segundo informações divulgadas pela Fenabrave, foram 621 unidades emplacadas, o que dá, em média, 200 caros vendidos por mês. Esse número, lembremos ainda, soma tanto o Arrizo 6 quanto a versão Pro, ou seja, se divididas as vendas, o número apenas do Arrizo 6 será ainda menor.

Outro ponto a ser considerado diz respeito às novas normas de emissão de gases poluentes para os carros produzidos no Brasil. Tais normas estão em vigor desde janeiro e, em virtude das alterações propostas por ela, alguns automóveis tiveram de passar por atualizações mecânicas a fim de se adequarem às regras propostas. Por isso, alguns modelos tiveram de sair de linha, caso, por exemplo, dos veículos com opção 1.6 8V da Volkswagen. O Arrizo 6, nesse caso, já era um modelo um pouco mais antigo e, como dissemos, vinha alcançando baixos números de vendas, situação que dificultaria a atualização do modelo para atender às normas de emissão de gases poluentes, principalmente porque a versão Pro já estava sendo vendida.

Segundo a Caoa Chery, tudo não passa de um problema técnico no site. Segundo a nota divulgada pela Assessoria de Imprensa da montadora, o site da marca passa por atualizações constantes e os responsáveis pela manutenção já estão buscando as causas para o sumiço repentino do Arrizo 6. A montadora esclarece ainda que o Arrizo 6 segue sendo comercializado.

Porém, o site motor1 entrou em contato também com concessionárias que revendem o modelo e, segundo informações, apenas poucas unidades do Arrizo 6 ainda encontram-se disponíveis para venda. Quando perguntadas sobre modelos produzidos em 2022, essas concessionárias oferecem como opção o Arrizo 6 Pro.

Seguimos acompanhando a situação para saber se de fato o Arrizo 6 deixará de ser vendido no mercado brasileiro.



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.