Uso Correto das Luzes do Carro




Saiba como utilizar de maneira correta os mecanismos de luz que integram os veículos e para que realmente eles servem.

O trânsito brasileiro mata todos os anos um grande número de pessoas, sendo que a grande maioria de acidentes poderia ser evitada com pequenos hábitos de atenção que o motorista deve ter ao assumir a responsabilidade de dirigir. Um desses hábitos é utilizar de maneira correta os mecanismos de luz que integram os veículos atuais.

O manejo correto desses pequenos equipamentos podem prevenir muitos acidentes e poupar inúmeras vidas. Ainda assim, sabe-se que muitos brasileiros, na hora de tomarem a direção para si, pouco se importam em fazer o uso desses dispositivos. Alguns porque não são conscientizados em fazê-lo e pensam que não são tão necessários assim, já outros porque desconhecem as regras de uso.


Visando disseminar esse tipo de informação, que é tão importante e pode fazer a diferença no trânsito brasileiro, a seguir vão algumas dicas de como ativar os mecanismos de luz de maneira correta.

Não é novidade para ninguém que muitas pessoas têm dúvidas de como fazer o uso correto das luzes do carro. É isso mesmo! Você, leitor, sabe em quais circunstâncias é necessário ativar a lanterna de neblina ou então o farol de milha? Se a resposta for não, convido-o agora para aprender um pouco mais sobre as situações em que cada um desses mecanismos precisa ser ativado.

Vamos começar introduzindo o Farol de Milha, que hoje em dia também é conhecido como farol de longo alcance. Esse farol tem o objetivo principal de ampliar o alcance de visibilidade do condutor, quando este percorre longas distâncias. É aconselhável fazer o uso desse sistema sempre que motorista estiver em ruas ou estradas com ausência de iluminação no período noturno. No entanto, deve ser desligado sempre que houver veículos no sentido contrário ou à frente.


Já o Farol de Neblina encontra-se logo abaixo dos faróis principais, isto é, na parte dianteira e inferior do automóvel. O Farol de Neblina possui grande importância e sua utilização se faz essencial em casos de nevascas, tempestades e neblinas. É conhecido por iluminar a poucas distâncias, já que a luz é projetada mais perto do solo. Sendo assim, o principal objetivo do Farol de Neblina é iluminar com menos intensidade que o farol principal. Dessa maneira, esse sistema não deve substituir o farol baixo.

A Lanterna de Neblina fica localizada na parte de trás do automóvel e possui a principal função de dar maior visibilidade ao veículo quando este estiver passando por condições climáticas adversas como tempestades ou neblinas ou em qualquer circunstância em que fica difícil de identificar a via. Dessa maneira, a lanterna pode ser utilizada tanto em períodos do dia quanto da noite. Contudo, se usado de maneira incorreta ou imprópria, pode prejudicar os motoristas dos automóveis que estiverem logo atrás.

O pisca-alerta é uma luz intermitente do automóvel. De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, pode ser utilizado pelo condutor com o intuito de sinalizar para outros condutores incidentes ou imprevistos na estrada, situação crítica, a possibilidade de encontrar perigo, situações de emergência ou que o veículo precisou ficar parado na via.

As Luzes de Direção, também conhecidas somo Setas, são fundamentais, uma vez que indica aos motoristas e aos pedestres sobre qual é a verdadeira intenção do condutor, isto é, entrar à esquerda ou à direita. Sendo assim, é necessário acionar a seta sempre que houver mudança de faixas. Além disso, é de grande importância quando o intuito do motorista for estacionar em uma vaga, pois é imprescindível indicar essa ação. Sabe-se que não acionar a Seta no momento correto, pode fazer com que o condutor ganhe pontuação na CNH, multas e especialmente acidentes envolvendo pedestres ou até mesmo veículos, sendo um agravante para o trânsito brasileiro.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

Luzes do carro



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *