Chevrolet Bolt EV 2019 – Lançamento no Brasil, Especificações




O modelo 100% elétrico será lançado no Brasil em 2019.

Apesar de um mercado que ainda carece de estrutura, a Chevrolet lança o Bolt EV no Brasil. O modelo 100% elétrico promete impulsionar o setor. A fabricante, a GM, está se preparando para o lançamento que ocorrerá em 2019.

Com autonomia de 358 km com apenas uma recarga, o Bolt entrega até 200 cv de potência e 36,9 mkgf de torque. Lançado em 2017 nos Estados Unidos, o veículo traz a proposta em três pilares: eletricidade, conectividade e compartilhamento. E é essa estratégia que a GM global pretende aplicar na filial brasileira.


O modelo apresenta a mesma dirigibilidade que qualquer modelo a gasolina. A diferença é o baixo ruído em relação aos modelos a combustão, o que pode ser visto como uma grande vantagem por alguns condutores. Quando é dada a partida, surge a palavra Ready (pronto) na tela central. É o sinal para acelerar, uma vez que sem ruído algum só assim para saber que o carro está ligado.

No modo Low, em qualquer velocidade o condutor pode desacelerar e até parar apenas tirando o pé do acelerador. Dessa forma os freios são preservados, reduzindo a quantidade de energia desperdiçada, o que aumenta a autonomia do veículo. Se precisar usar os freios, não há problemas, além de eficientes eles ajudam a converter a energia cinética em eletricidade e transferi-la novamente para a bateria.

Autonomia superior a 380 quilômetros

Esse é o principal ponto focado pela fabricante. O modelo vem equipado com baterias de Lítio de 288 células, agrupadas em três conjuntos condicionados sob o piso da cabine. Para carregar a bateria de 60KWH basta utilizar o carregador básico fornecido pela GM em uma tomada residencial comum, de 220VAC/10A. Este modo permite uma taxa de carregamento média de 10km por hora de carga.


Ainda há o kit opcional para recarga rápida, permitindo que em cerca de 30 minutos a bateria seja carregada para rodar 144 km. É uma tentativa de resolver a escassez de pontos para recarga quando é excedida a capacidade da bateria. Nos Estados Unidos, o Bolt conta com uma conexão para tomada industrial mais comum no país estrangeiro. Nesse modo de 240 volts e 32 amperes, a recarga da bateria é mais rápida. Por exemplo, em uma hora de carga é possível armazenar energia suficiente para trafegar por 40 km.

O público brasileiro, que dificilmente tem acesso a essas tomadas industriais, terá de carregar o Bolt em casa e adaptar-se ao trajeto diário. Apesar das dificuldades a GM tem grandes planos para os modelos elétricos no país. Há alguns dias, Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul, afirmou que não se espantaria se o Bolt fosse produzido no Brasil nos próximos dez anos.

O lançamento é uma pequena parte dos planos da montadora para trazer mais elétricos para o país. Até o momento não foi enfatizado como o carro será oferecido para o mercado nacional, contudo é esperado que o modelo seja vendido diretamente aos usuários ou ser alugado por meio da Maven em um sistema que resolverá o custo de propriedade do Bolt, pois o motorista não precisará comprá-lo para dirigi-lo.

Possibilidade de alugar o Bolt

A Maven é uma companhia que atua nos EUA desde 2016 e no Brasil atua em fase experimental. Sua proposta lá fora é de alugar o modelo elétrico por US$ 8 a hora. O cliente pode alugar por meio de uma aplicação para smartphone da mesma forma que ocorre com as bicicletas compartilhadas em algumas cidades do país.

O condutor só precisa baixar o aplicativo, escolher o local de retirada, o veículo desejado e o local de devolução. As portas são destravadas pelo próprio aparelho e as chaves se encontram no interior do carro. Além disso, a taxa de aluguel já inclui o combustível, seguro e demais sistemas de monitoramento, o OnStar que já está disponível aqui.

Além do Bolt, a Maven disponibiliza outros modelos da GM nos Estados Unidos. São quatro categorias divididas em Compact com o Spark, Cruze; Sedan com o Buick Regal e o Malibu; SUV com o Cadillac Escalade, GMC Yukon e Eco com os modelos Bolt e Volt.

Preço e ficha técnica

· O preço de venda inicial será de R$ 175 mil (nos EUA esse valor é de US$ 37.500);

· 200 cv de potência;

· 36,9 mkgf de torque;

· Acelração de 0 a 100 jm em 6,5 segundos;

· Driver Information center com tela touch de 10,2”;

· Bateria de 60kwh com 383 km de autonomia.

Por Robson Quirino de Moraes

Chevrolet Bolt EV 2019

Chevrolet Bolt EV 2019

Chevrolet Bolt EV 2019

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *