Review do Ford Ka SE 1.0 2019




Confira aqui todas as informações sobre o novo Ford Ka SE 2019.

O Ford Ka SE 1.0 2019 é um modelo tão básico que fica até difícil convencer o consumidor que vale a pena adquiri-lo, ainda mais que no mercado há outros modelos, na mesma linha, na mesma média de preço, mas que oferecem bem mais. A Ford prometeu muitas novidades para o novo Ka 2019, entre elas uma reestilização no visual, motor 1.5, câmbio automático, porém, tudo isso só está disponível nas versões mais caras, porém, o brasileiro está de olho é nas mais baratas, como é o caso da SE, que custa R$ 45.990, mas não oferece praticamente nada de novo.

Quem for conhecer a versão SE do Ka 2019 não encontrará as tão comentadas novidades, pois o modelo traz uma discreta mudança no visual, algo quase imperceptível, por exemplo, leves retoques nos faróis e um 'C' nos para-choques. Na parte externa, pode-se dizer que isso é tudo que o novo modelo realmente tem a oferecer, sendo que em um primeiro momento tais detalhes nem são percebidos, de tão discretos que são.


Na parte interna as novidades também são mínimas e mesmo assim, não agradam tanto, por exemplo, o novo rádio só está nesta versão mais barata, porque nas mais caras foi disponibilizada a central multimídia SYNC 3. O revestimento de fato é novo, mas nada que se destaca, que vá chamando logo a atenção, é preciso reparar bem para notar que ele foi modificado.

Pouco acima do som tem um porta-objetos que poderá ser utilizado como um porta-celular, para isso é só abrir a tampa, colocar o aparelho nele e depois fechar, de forma que o smartphone fique preso na posição horizontal. Dentro desse porta-objeto tem uma entrada USB, então é possível colocar o aparelho para recarregar enquanto o GPS vai sendo utilizado, ou mesmo durante o trajeto na cidade ou viagens.

Outro ponto negativo o SE 2019 é o motor 2.0 TiVCT de 85/80 cv, que atende o básico e nada mais que isso. Para usar no dia a dia, sem pressa e sem exigir do carro, é tranquilo, mas nas viagens ou quando tiver 3 passageiros, aí será preciso paciência.


De acordo com os testes realizados pelo Inmetro, o consumo de combustível fica em 9,2 km/l na cidade e 13/4 km/l na estrada, quando o veículo é abastecido com etanol. Com gasolina, ele faz 10,7 km/l na cidade e 15,5 km/l na estrada. Vale lembrar que esses números variam muito e para garantir uma boa economia é preciso trazer a manutenção sempre em dia, abastecer em posto de confiança, ficar atento ao alinhamento e balanceamento, além de calibrar os pneus semanalmente.

O SE traz o novo câmbio manual com 5 marchas, o MX65, que pesa 35 quilos a menos que seu antecessor. A Ford garante que este é bem mais preciso nos engates, mas na prática não faz tanta diferença. O que melhorou realmente foi a direção com assistência elétrica, que agora está bem mais direta e deixou o compacto mais preciso nas manobras, mas sem deixar de ser leve.

A suspensão sofreu uma ligeira alteração, ficando mais firme para garantir maior estabilidade e isso é sentido na estrada, quando se alcança velocidade mais alta. Na curva, o SE 2019 se sai muito bem.

O problema do Ka SE é que ele oferece muito pouco ao consumidor e ainda tem o fato de que ele disputa o mercado diretamente com dois grandes rivais, o Onix da Chevrolet e o HB20 da Hyundai, dois modelos que estão muito bem equipados, com grandes novidades e um lindo visual.

Mas se o consumidor fizer mesmo questão de ficar com o modelo da Ford, então a dica é pagar um pouco mais e levar a versão SE Plus, ao menos assim estará melhor atendido, levando um veículo com a central SYNC 3, retrovisores elétricos, todas as portas com vidros elétricos e sensores traseiros de estacionamento.

Por Russel

Relacionados

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *