Fiat Cronos Drive ou Chevrolet Prisma LTZ – Análise e Comparativo



Saiba aqui qual é o melhor modelo.

A Fiat continua investindo pesado na divulgação do Cronos, basta ver o marketing que a empresa fez na 18ª edição do Big Brother Brasil e o grande concorrente para o veículo no mercado brasileiro é o Prisma LTZ. Mas será que o Cronos Drive é realmente melhor que o modelo da Chevrolet, que é o sedã mais vendido no mercado nacional?

Fazendo uma análise detalhada dos dois modelos é possível traçar um corporativo e descobrir e assim fica mais fácil entender qual é a melhor opção na hora da compra, por exemplo, no quesito espaço e praticidade, o Prisma tem a vantagem da melhora que teve ao entrar para a família do Onix, ganhando mais espaço e abrigando a família brasileira com folga e este foi um dos motivos que colocou o modelo no topo do ranking. Só que o Cronos tem largura e altura maiores, ou seja, proporciona melhor acomodação aos passageiros, mesmo para aqueles que ficam atrás. E os bancos do modelo da Fiat ganham por ser maiores, só que no caso do motorista, o Prisma sai na frente por deixá-lo mais alto, só que dependendo da pessoa, a cabeça pode ficar bem próxima ao teto. O Cronos oferece melhor regulagem de altura.



Outra vantagem do carro da Fiat é em relação aos comandos, que ficam mais fáceis para o motorista, basta ver o botão que regula os retrovisores externos. No caso do Prisma, é preciso esticar o braço.

E o consumidor sabe que quando se trata de um sedã, o local que mais recebe atenção é o porta-malas e de novo o Cronos leva vantagem, oferecendo 25 litros a mais que o concorrente e isto foi obtido graças aos 8 centímetros a mais no comprimento do veículo e a tampa abre sozinha, é só acioná-la. No caso do Prisma, esta abertura somente destrava a tampa, sendo assim, a pessoa terá que puxá-la para cima, do contrário, ela continuará fechada.

Para quem gosta de rebater o banco traseiro, a vantagem do Cronos é que o piso fica praticamente Plano, enquanto que o carro da Chevrolet deixa um degrau, que acaba atrapalhando.



O Cronos Drive seguiu o acabamento do Argo, oferecendo um material mais rígido, de ótima qualidade. O Prisma melhorou muito neste quesito, mas o plástico ainda é mais simples, sem contar alguns problemas que são constatados na montagem.

No modelo da Fiat, são oferecidos equipamentos similares ao da Chevrolet, como direção elétrica com regulagem para a altura, vidros elétricos, sistema multimídia, ar-condicionado, sensor de ré, entre outras opções. O Prisma tem a vantagem de oferecer acabamento em couro e ainda tem o serviço OnStar.

No dia a dia, o Cronos pode apresentar uma leve vantagem, garantindo mais conforto ao volante e melhor resposta do motor, principalmente para quem utilizá-lo a maior parte do tempo na cidade. Na estrada, o Prima leva vantagem pela sexta marcha, o que ajuda na redução do consumo de combustível.

Em relação ao preço, o Cronos Drive básico sai mais em conta e até a revisão do carro da Fiat fica mais barata. Os dois modelos oferecem 3 anos de garantia e as revisões são a cada 10 mil km, ou então com 1 ano.

Concluindo este comparativo, o que fica claro é que a Fiat finalmente conseguiu um sedã superior ao Prisma, conseguindo manter um bom preço, inclusive para a manutenção. O Cronos oferece conforto e praticidade para o motorista e passageiros, com economia de combustível na cidade. A Chevrolet terá muito trabalho para os próximos anos, pois terá que correr atrás de melhor tecnologia, inovações e fazer algumas modificações urgentes no design do veículo.

Por Russel

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *