Hyundai HB20 e HB20S – Recall por Problema no Freio



Problema atinge veículos produzidos entre 2016 e 2018.

O motivo do recall será explicado nessa matéria, porém, antes devemos saber o que é um recall para saber por que as empresas convocam carros nessa “chamada”. Vamos lá! O recall é um chamado de uma empresa quando análises comprovam que veíulos fabricados contém algum “defeito” que deve ser reparado para que não seja causado nenhum problema futuro, tanto para e empresa quanto ao cliente. Assim, a empresa se assegura de que seus clientes continuarão a comprar pois sabem que ao comprar eles estão contando exatamente com segurança.

Os modelos HB20 e HB20S, que contém o motor 1.0 Turbo com transmissão de seis marchas, foram convocados na última quinta feira, 28 de março de 2018, para este recall devido a um problema que está contido no freio do carro, não necessariamente na peça toda, mas sim em um ponto específico do freio, onde pode ser causada uma falha. Foi descoberta após testes esses “defeitos” após 2 anos de fabricação do veículo, onde pode se tirar a conclusão que apesar do tempo a empresa não deixa de se preocupar com a segurança de seus passageiros e condutores.



Segundo informações vindas da empresa, o problema vem, como citado acima, de um ponto específico, sendo ele a “válvula de controle de servo do freio”, o problema tem duas soluções possíveis, e isso dependerá do estado em que se encontra a peça, os veículos levados para o recall podem estar com a peça já danificada ou ressecada, sendo assim sua troca será imediata, pois a melhor solução é sua substituição, já se não for apresentado nenhum problema no local e ele ainda estiver dentro do “padrão”, apenas será aplicado o isolador térmico que já será resolvido o problema, e para as peças novas colocadas em veículos já danificados, o isolador térmico já virá incluso, evitando o ressecamento, o que será explicado no próximo tópico.

O problema nesta válvula de controle é o seguinte, por ela se encontrar perto do conversor catalítico, ela está sujeita a um ressecamento, e esse não será um ressecamento sem conseqüências, até porque elas serão perceptíveis, a percepção pelo motorista virá de forma que ao frear o carro, um barulho que se assemelha a um assovio no motor será ouvido, além disso, por estar ressecada, o freio exigirá que seja aplicada uma força maior para a frenagem, isso não mudará a eficiência do freio, porém, será desconfortável para quem está na condução veicular.

Os problemas antes falados ainda não são os maiores, até porque alguns maiores ainda podem ser causados, como por exemplo, pela falta de costume do condutor com esse problema, ao forçar mais uma frenagem brusca, pode ocorrer um acidente maior e haverá um prejuízo enorme para as duas partes (motorista e Hyundai), onde bens materiais e até o físico de quem sofreu o acidente pode ser prejudicado.



O que isso pode afetar para ambas as partes ?

Na parte do motorista: é óbvio que um acidente causará danos físicos a quem conduz, então, o motorista por sua vez sairá com danos e sem mais confiança na compra de um produto desta marca caso o erro for de fabricação, não referindo diretamente a Hyundai e sim a qualquer montadora que tiver um erro que não foi corrigido.

Quanto a empresa: Os danos materiais e tudo que acontecer em um acidente, se comprovado que foi por erro de fábrica, tudo será voltado exatamente para quem é fabricante, o “tudo” está fazendo referência aos custos causados.

Os modelos convocados para o recall são os com chassis que tem final: 561697 a 870541

Gustavo Martins dos Santos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *