Imposto de Importação para carros elétricos foi zerado




Governo Federal zerou o Imposto de Importação para automóveis que têm como único modo de energia a eletricidade ou o hidrogênio, a fim de incentivar a compra desses carros e reduzir a emissão de poluentes.

Eles pareciam coisa de filme de ficção científica, mas parece que estão cada vez mais próximos de nós. Pelo menos é o que pretende fazer o Governo Federal com os carros elétricos. No último dia 27, o Governo resolveu zerar o Imposto de Importação para automóveis que têm como único modo de energia a eletricidade ou o hidrogênio, com alíquota de 35%.

A medida, entretanto, exige que os carros tenham autonomia de, no mínimo, 80 quilômetros com uma carga. Os modelos híbridos – que misturam o modelo tradicional de combustível com a eletricidade – vão continuar com alíquota entre zero e 7%, variando de acordo com a cilindrada e a eficiência energética.


Segundo nota, a medida busca "inserir o Brasil em novas rotas tecnológicas, disponibilizando ao consumidor veículos com alta eficiência energética, baixo consumo de combustíveis e reduzida emissão de poluentes”.

Apesar do estímulo ao uso de carros elétricos, a frota desse tipo de veículo ainda é muito pequena no Brasil. Segundo dados levantados pela Associação Brasileira do Veículo Elétrico, o país conta com cerca de 3 mil veículos elétricos e híbridos, sendo que a frota brasileira, no total, chega quase a 90 milhões de carros, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Atualmente, apenas um modelo de carro elétrico está disponível para venda. É o compacto e charmoso BMW i3, que foi lançado no ano passado e sai por nada mesmo que R$ 226 mil. Entre os híbridos, a possibilidade aumenta. O consumidor pode escolher entre o sedan Ford Fusion Hybrid, de R$ 142 mil, o hatch Toyota Prius, R$ 116 mil, o Lexus CT 200, R$ 134 mil, o Mitsubishi Outlander PHEV, de R$ 198 mil e o esportivo BMW i8, chegando quase aos R$ 800 mil.


Seja lá como for, se as montadoras não conseguirem diminuir o custo de produção esse futuro pode não estar assim tão próximo da maioria dos consumidores.

Por Vinícius Oliveira

Carro elétrico

Foto: Divulgação



1 comentário em “Imposto de Importação para carros elétricos foi zerado

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *