Mercedes-Benz lidera as vendas no segmento premium

  

  

A montadora é líder de vendas no segmento premium tanto em âmbito nacional quanto mundial. No Brasil, foram 1.893 unidades vendidas em setembro deste ano.

A Mercedes-Benz anunciou que lidera as vendas no segmento premium tanto em âmbito nacional quanto mundial.

No Brasil, a montadora alemã fechou o mês de setembro com um total de 1.893 unidades vendidas. Seguida pela Audi com 1.433 unidades que ficou em segundo lugar e a BMW, em terceiro lugar, com 1.100 veículos comercializados. Na Mercedes-Benz, o destaque é para o Classe C com um total de 839 unidades vendidas. Do crossover Q3 foram contabilizados 735 carros para a montadora Audi.


A procura pelos modelos compactos foi o que ajudou a empresa alemã a alcançar os excelentes resultados atuais.

Na Europa, foi comercializado um total de 593.716 carros nos nove primeiros meses do ano de 2015. Esses números indicam um crescimento de 11,1% ao mesmo período do ano anterior. Apenas na Alemanha, foram vendidos em torno de 1/3 desse montante.

No âmbito mundial, a Mercedes-Benz comercializou um total de 477.999 unidades apenas entre os meses de julho e setembro deste ano. Essa marca foi considerada como um recorde de vendas de toda a história da empresa, com um aumento de 16,1% nas vendas no respectivo período.

  

Contabilizando desde o início do ano, em termos globais foram comercializados 1.376.424 automóveis. Um aumento de 15,2% em referência ao ano passado. Segundo Ola Källenius, administrador da Daimler e responsável pela linha de carros da Mercedes-Benz, os novos modelos GLC e GLE registraram um sucesso de vendas em todo o mundo.

Com todo esse sucesso de vendas, deixa a empresa cada vez mais otimista para iniciar as operações na cidade de Iracemápolis, no estado de São Paulo, a partir do ano de 2016. A fábrica do Brasil será o quinto local de produção do modelo Classe C, atualmente já produzido na Alemanha, na África do Sul, nos Estados Unidos e na China.

Por Jean Fretta Pereira

Mercedes-Benz Classe C

Foto: Divulgação

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *