Veículo foi apresentado Tokyo Motor Show 2015 e começará a ser vendido em março de 2016 por 7,66 milhões de ienes.

A grande empresa japonesa Honda, nesta quarta-feira, dia 28 de novembro, promoveu na 44ª edição do Tokyo Motor Show 2015 o lançamento do carro Clarity Fuel Cell para o mundo todo. Este é um modelo de produção do seu mais novo veículo, movido a FCV, célula de combustível. O moderno veículo esteve exposto no salão entre os dias 30 de outubro e 8 de novembro de 2015. O carro junta a praticidade de um carro comum, movido a gasolina e as exclusivas características de FCV de alta classe.

Tal combinação soma um valor alto ao sedã e grande potencial para se tornar uma referência no segmento de FVC’s no mercado. Fazendo uso de grandes tecnologias originais da própria empresa, em comparação ao modelo anterior, a célula de combustível foi reduzida em 33% e o desempenho incrementado em cerca de 60%, gerando dessa forma mais de 100 kW.

O sistema novo proporcionou a adesão de um pacote completo de equipamentos de conveniência dentro deste veículo, que de forma confortável acomoda cinco adultos, sem conta que de certa forma contribui para o desenvolvimento dos próximos modelos movidos a célula de combustível, feito pela marca.

Com um baixo consumo de energia, juntamente com o melhoramento do desempenho, o tanque de armazenamento de hidrogênio do Clarity Fuel Cell, com 70 Mpa de pressão, traz uma autonomia que ultrapassa os 700 km (assim como apresentada na medição interna da Honda), isso equivale ao melhor índice já registrado entre os FCV’s. A carga do tanque pode ser realizada em torno de 3 minutos, assim como um carro movido à gasolina.

A companhia irá iniciar suas vendas no Japão no mês de março do próximo ano, inicialmente para os órgãos do governo e clientes empresariais parceiros da Honda, para que assim possa obter algumas informações dos usuários.

A priori, a empresa produzirá o veiculo em Tochigi, no Japão, para posteriormente expandir o volume fabricação, para que possam ser realizadas as vendas. O Clarity será vendido por 7,66 milhões de ienes, aproximadamente R$ 243 mil.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Montadora afirmou que até 2020 irá produzir em massa carros movidos a célula de combustível.

Quando se fala em combustível, veículos movidos a hidrogênio são uma das maiores novidades, se não a maior. O combustível alternativo promete ser também o futuro do mundo automobilístico e as empresas já estão de olho nesse mercado ainda recém-nascido, porém atraente. Um grande exemplo disso é a Honda, que afirma que até 2020, irá produzir em massa carros movidos a célula de combustível.

O veículo apresentado pela montadora no Salão do Automóvel do Japão em 2014 é o FCV, ele também é o carro que promete estar nas concessionárias em menos de 6 anos. A empresa sabe que existem dificuldades e obstáculos a serem superados, sendo a infraestrutura necessária para abastecer automóveis desse tipo uma das maiores. Mas a montadora japonesa sabe disso tudo e crê que a tecnologia tem um bom espaço reservado no mercado.

O FCV parece um carro do futuro, é difícil imaginar que com uma recarga de três minutos um veículo possa rodar quase 500 quilômetros (480 km para ser mais exato). Não é só isso, o próprio design do carro é futurista e ao mesmo tempo beneficia sua aerodinâmica, fator definitivo para o carro fazer uma boa quilometragem.

Mas o grande trunfo do FCV é a poluição causada pelo seu combustível: nenhuma. O veículo que desenvolve 134cv de potência, lança apenas vapor d’agua e nenhum outro gás é emitido ou lançado na atmosfera. As empresas precisam estar atentas a essa revolução, pois além de econômico o carro ajuda na sustentabilidade do mundo, termo tão usado nos dias de hoje.

Em entrevista à revista Autocar, o chefe de desenvolvimento da Honda Thomas Brachmann se diz esperançoso sobre o lugar no mercado para carros movidos a hidrogênio, Brachmann também afirmou que colocar o carro no mercado não será uma tarefa fácil e será preciso esperar mais 10 ou 15 anos para que esse tipo de carro seja amplamente aceito no mercado.

Por Tom Vitor de Freitas

Honda FCV

Honda FCV

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: