Renault Logan e Sandero recebem Mais Segurança


  

A montadora anunciou que toda linha de produção destes veículos deverá passar por mudanças para que a segurança seja reforçada.

Os consumidores fiéis da marca Renault sempre tiveram a certeza de que estarão sempre levando para casa um dos automóveis mais seguros dentro da categoria de veículos de passeio leve.

Entretanto, conforme anunciado pela montadora nesta segunda-feira, dia 04 de dezembro, a partir de 2019, os automóveis Logan e o Sandero, ambos sucessos de vendas nas categorias Sedan e Hatch, respectivamente, deverão contar com um adicional de segurança a mais tanto para motorista quanto para os passageiros.

A montadora anunciou que toda linha de produção destes veículos deverá passar por mudanças para que a segurança seja reforçada.

Estas alterações deverão começar logo na escolha dos materiais utilizados para a fabricação das estruturas de cada veículo e também na nova montagem das carrocerias que deverão receber um reforço especial para se enquadrarem nos novos padrões de segurança incorporados pela empresa.

A decisão da mudança em todo o processo de montagem da Renault começou a mudar a partir dos testes feitos pela NCAP latina no qual tato o Sandero quanto o Logan ficaram com três estrelas após as baterias de testes.

Veja o que significa os testes feitos pela NCAP

Para quem ainda não conhece, o NCAP, que significa originalmente New Car Assessment Programme, é um programa feito para testar a segurança dos automóveis e que foi desenvolvido em 1997 no Reino Unido.

Devido à grande importância deste programa aplicado para todos os carros que são fabricados na Europa, pois todos os veículos são submetidos a rigorosos testes, principalmente os de impacto, os chamados crash testing, ele se tornou referência para as montadoras.

Pela sua confiabilidade, os especialistas fizeram uma adaptação dos padrões europeus de avaliação para os carros fabricados e utilizados nos países da América Latina. Daí surgiu o Latin NCAP.

Os parâmetros adotados para testes de segurança nos carros latinos tornaram-se também padrão de referência para a Renault Brasileira.

Os últimos resultados mostraram que os modelos tanto os Logan quanto o Sandero receberam três estrelas de classificação, a mesma de outro modelo a ser lançado pela montadora francesa, o Kwid.




Os padrões avaliados incluem não só o comportamento da lataria do veículo durante várias situações de colisões, mas também a outros requisitos básicos como dirigibilidade e estabilidade em condições as mais adversas possíveis.

Vale lembrar que os testes estão ficando a cada ano mais rigorosos e os veículos sempre são expostos a parâmetros cada vez mais pesados dentro de uma escala de exigência previamente estudada e cuidadosamente elaborada.

Com relação às modificações estruturais que deverão ser implantadas pela Renault em seus modelos, uma será a substituição do aço frio pelo aço quente a ser incorporado nas colunas dos carros fabricados.

Com uma propriedade mais resistente aos impactos, o novo material já faz parte de outros modelos fabricados pelas concorrentes como o Onix e Prisma.

Esta tendência têm tornado uma rotina comum adotada nas plataformas de fabricação de várias montadoras. Por exemplo, além da Chevrolet, a Ford anunciou também o uso de tal material nos seus modelos como o Ka e seu novo lançamento,o Ka Sedan já a partir de 2018.

Tanto nestes últimos quanto na demais linhas, o aço a ser utilizado deverá ser de alta resistência e proveniente de uma liga de vários materiais.

Segundo os especialistas ligados a Renault, esta progressiva evolução dos materiais utilizados está ocorrendo em virtude de uma verdadeira mudança nos padrões de tecnologia utilizados ao longo do tempo pelos principais fabricantes de veículos do mundo todo.

As empresas buscam cada vez mais a fabricação de veículos que, além de inteligentes e confortáveis, do ponto de vista tecnológico, possam oferecer também uma alta segurança e uma elevada dirigibilidade para seus consumidores.

Por Emmanoel Gomes

Renault Logan






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *