Análise do Chevrolet Prisma Joy – O Que é Bom e Ruim no Carro


  

Modelo custa R$ 45 mil e pode ser considerado um dos principais veículos sedã do mercado brasileiro.

O sedã Prisma Joy foi lançado em 2006, onde a primeira versão era uma restruturação do Celta com carroceria estendida. Já em 2013 foi lançado a segunda versão do Prisma, sendo reestilizado usando a base estrutural do Chevrolet Onix.

O carro é produzido aqui no Brasil e foi classificado como um modelo sport sedan. O estilo esportivo é traduzido em seu design lateral, frontal e traseira. Para quem busca um sedan compacto, de baixo custo e espaçoso, continue lendo este texto e veja um pequeno preview deste veículo.

Substituto do Velho Classic

Até os primeiros 6 meses de 2016, quem buscava um sedan de baixo custo da linha Chevrolet, só encontrava o tradicional Classic, modelo descontinuado pela Chevrolet, que tinha suas linhas derivadas do Corsa.

Na segunda metade de 2016, a Chevrolet lançou seu novo sedan compacto, o Prisma Joy, substituindo o Velho Classic. A versão derivada do Onix com tecnologia de versões dos mais caros.

Pacote Básico

Aos interessados em comprar a versão Prisma Joy, o sedan compacto da Chevrolet, pode retirar das concessionárias a partir de R$ 45.790, com direção elétrica, ar condicionado e vidros elétricos nas portas dianteiras.

Na questão de segurança, os cintos dianteiros possuem regulagem de altura, travas elétricas. Na parte traseira, o banco pode ser rebatido para ampliar espaço para bagagens. No painel apresenta indicador de troca de marchas e tomada de 12V para carregador de celular e outros acessórios.

Acessórios

No pacote básico não vem incluído alguns itens, que são considerados acessórios opcionais. O sistema de som e rodas de liga leve são estes outros itens na qual podem ser adquiridos à parte.




A central multimídia da versão Joy não é igual as outras versões, que conta com o sistema MyLink na qual é instalada nas versões mais avançadas ou de luxo.

Iluminação

A iluminação do Prisma saiu daquela azulada para uma cor alaranjada, trazendo um design retrô, lembrando os GM mais antigos, lançados em meados aos anos 90, como o Omega e o Kadett, veículos muito famosos em sua época.

Acabamento Interno

O acabamento interno é plástico para todos os lados, no entanto, com encaixes bem feitos e não existem sinais de rebarbas nos detalhes.

Porta-malas amplo

O detalhe é para o porta-malas de 500 litros, para quem tem família com filhos, atende muito bem no caso de muitas bagagens.

Consumo

Segundo a Chevrolet, o consumo do Prisma Joy é de 12,9 Km por litro na cidade e 15,6 Km por litro se a escolha do combustível for gasolina. Caso seja usado etanol, o consumo cai para 9Km na cidade e 11,1 Km na estrada.

Para quem gosta da linha dos sedans compactos, o Prisma Joy está na lista dos mais acessíveis em relação a custos e consumo, para ter mais detalhes desta versão, acesse o site oficial da Chevrolet e faça uma busca mais detalhada da ficha técnica deste modelo.

Marcio Ferraz






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *