Nova CNH – O que muda e quais as novidades



  

A nova CNH contará com itens extras de segurança que visam dificultar a falsificação do documento.

Todas as CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) que forem emitidas a partir de 2017 contarão com dispositivos extras de segurança e novas cores. Conforme determina uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito – Conatran – de maio do ano passado as alterações serão válidas para todo território nacional.

É interessante observar que aqueles motoristas que possuem uma CNH antiga e dentro do prazo de validade não irão precisar fazer a troca antecipadamente. Outro fator importante é que mesmo com a nova CNH os valores tanto para renovar quanto para obter uma nova, assim como os procedimentos continuam os mesmos.

Mudanças

Uma das principais alterações que a CNH 2017 irá trazer é a troca das cores. Um exemplo é a tarja situada na parte superior do documento que agora passa a ser na cor preta e não mais na cor azul esverdeada.

O documento continua sendo impresso em alto relevo. O mapa do estado que fez a emissão da CNH passa a ser estampado na tarja logo à direita.

A nova CNH 2017 trará também dois números referentes à identificação nacional. O Número do Espelho da CNH e o Registro Nacional.

QR-Code

A implementação do QR-Code está prevista já a partir deste mês de maio de 2017. O código irá fazer a conexão direta entre a CNH e o Renach – Registro Nacional de Condutores Habilitados. Com isso, não haverá a necessidade de digitar informações.




Por sua vez, o Denatran irá disponibilizar o sistema eletrônico próprio para a leitura do código. Vale ressaltar que o QR-Code irá carregar informações importantes tais como todos os dados do motorista e até sua fotografia.

Tinta

Uma tinta especial desenvolvida especificamente para aumentar a segurança do documento também será usada. Ela será aplicada sob o brasão da República que estará situado do lado esquerdo na figura do mapa do Brasil. O principal objetivo aqui é dificultar ainda mais a falsificação do documento.

Várias outras alterações estruturais foram aplicadas. Teremos diversos itens impressos que somente serão vistos caso seja aplicada a luz negra. Em linhas gerais, os itens de controle irão incluir mais elementos tanto no que diz respeito ao relevo quanto à microimpressão.

Todos os documentos contarão com um código de validação. Por meio desse código numérico os próprios agentes de trânsito poderão validar a CNH através de um aplicativo do Denatran.

Para mais informações acesse o site www.denatran.gov.br.

Por Denisson Soares

Nova CNH


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *