Citroen DS3 2014 – Dicas e Cuidados na Hora da Compra do Carro


  

Citroen DS3 ano 2014, realmente compensa a compra? Veja cuidados e dicas na aquisição do veículo.

O Citroen DS3 é um compacto com motor turbo, duas portas e naipe de veículo premium. De fato, o modelo da montadora francesa está longe de ser uma compra racional, porém, é uma alternativa boa para os que estão de olho em um veículo novo e com formato de um compacto esportivo, no valor que vai de R$ 52 mil a R$ 56 mil. Ou então para os que procuram por alguma diversão e que esteja dentro de seu orçamento.

Suas dimensões estão bem próximas do modelo C3, porém, o propulsor é um 1.6 THP com turbo de injeção direta, que gera uma potência de 165 cavalos, acoplado a uma caixa de câmbio manual com seis velocidades. Além disso, a direção do veículo é bastante direta, seus bancos acomodam muito bem o motorista e o padrão de acabamento que segue o DS – que anteriormente era uma divisão premium da montadora, entretanto atualmente é uma marca independente.

Porém, este compacto não é completamente perfeito. Por ser Citroen e ser esportivo se justifica a necessidade de se preocupar ainda mais com sua suspensão ao realizar a aquisição do mesmo. Naturalmente, ela bate seco e é firme, mas é necessário verificar o conjunto todo, mesmo em veículos pouco rodados, além de fazer um investigação sobre a origem de seus barulhos internos.

Preste atenção

Com relação aos fusíveis: embora a tampa da caixa de fusíveis de a impressão de estar um pouco solta, isto é normal neste modelo, por incrível que pareça.




Com relação à turbina: faça o pedido para um mecânico de confiança conferir em que estado se encontra o turbo. Alguns dizem ter realizada a troca da mesma na garantia.

O hatch é econômico, rápido e tem uma dirigibilidade bem agradável. Entretanto, no Brasil, sua suspensão sofre um pouco e este modelo não conta com uma central multimídia.

Ficha técnica DS3

  • Propulsor: 4 cilindros linear, dianteiro, 1.6 com 16V, turbo, movido a gasolina
  • Torque máximo: 24,5 mkgf em 1.400 giros
  • Potência máxima: 165 cavalos em 6.000 rotações
  • Capacidade do porta malas: 280 L
  • Tipo de transmissão: Seis velocidades, manual
  • Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores: R$ 2 mil

FILIPE R SILVA






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *