CNH – Como adquirir o documento


  

A Carteira Nacional de Habilitação pode ser retirada após testes teóricos e práticos.

A primeira habilitação não é um documento difícil de ser adquirido, porém, é necessária muita atenção e responsabilidade em cada fase do programa. A Carteira Nacional de Habilitação, ou CNH, é retirada após testes teóricos e práticos, e se o aluno for bem em todas as fases, o processo acontece bem rápido.

Para começar, o candidato deve atender a algumas exigências simples: ser maior de idade (18 anos ou mais), possuir RG e CPF, saber ler e escrever e possuir comprovante de residência atualizado.

O início do processo se dá com o agendamento, que deve ser realizado no Detran ou Ciretran da sua cidade. No momento de se cadastrar é preciso estar munido com todos os documentos exigidos. Essa é a hora de escolher a categoria pretendida, entre A (moto ou veículos de três rodas) e B (automóveis para até oito pessoas), ou as duas.

Depois de se cadastrar o candidato precisa registrar as suas digitais e pagar as taxas para realização dos exames médico e psicológico, que averiguam a capacidade cardíaca, respiratória, óptica, muscular e saúde psicológica.

Para começar as aulas basta escolher um CFC (Centro de Formação de Condutores). É importante escolher bem o local onde as aulas serão ministradas, pois é onde ocorrerão todas as instruções iniciais sobre como proceder no trânsito.

Teoria:




Na parte teórica o futuro condutor deve concluir 45 horas de informações sobre primeiros socorros, leis de trânsito, infrações, entre outros. O candidato só pode passar para a próxima fase depois de realizar a prova teórica e acertar pelo menos 70% das questões. Se não for aprovado, é possível agendar no CFC um novo teste após 15 dias.

Prática:

Antes de ir para as provas, o candidato deve realizar 25 horas de aula, divididas em 16 horas de aulas durante o dia e quatro horas durante a noite. As cinco horas restantes são realizadas em simuladores de direção veicular, onde deve haver ao menos uma hora de simulação noturna.

Se o candidato escolheu tanto a categoria A quanto a B, ele deve concluir primeiro a carga horária com um veículo para depois passar para o outro. Após treinar todas as horas, o candidato já pode fazer as provas práticas com carro ou moto. No caso de ambas as categorias, normalmente o teste é feito em dias diferentes. Se não for aprovado, o futuro condutor pode reagendar outros testes, mediante pagamento da taxa.

Com aprovação em todas as fases, é hora de receber a carteira provisória, ou PPD – Permissão para Dirigir. A carteira definitiva é entregue ao condutor após um ano, se este não tiver nenhuma multa grave ou gravíssima, ou mais de uma multa média nesse período. Não só pela CNH, mas pela segurança é importante sempre dirigir com respeito, atenção e reponsabilidade.

Por Fábio Santos

CNH






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *