Hyundai Tucson pode ganhar Motor Movido a Hidrogênio


  

Modelo terá autonomia de 560 km e deve chegar nos Estados Unidos em 2018.

Em tempos de crise, a palavra mais usada é economia, economizar, poupar, gastar menos. E sabendo disso parece que a Hyundai entendeu o momento em que estamos vivenciando.

Mas antes saiba como surgiu esta grande marca de automóveis e se lançou para o mundo.

Do coreano Hyeondae, que tem o significado de “moderno”, a Hyundai Motor Company iniciou suas atividades em Dezembro de 1967 com Chung Ju-Yung, onde anteriormente, em 1947, fundou a Hyundai Engineering. É uma empresa sul-coreana de automóveis.

Em 1948 tinha uma parceria com a Ford (norte-americana) para carros apenas para o mercado interno.

Hyundai no Brasil

A Hyundai no Brasil é distribuída pelo Grupo Caoa, os veículos importados. Já a montagem do Tucson, da SUV IX3 e dos caminhões de 7 toneladas, acontece na cidade de Anápolis.

Em 2012, em sua nova fábrica em Piracicaba, a montadora começou a produzir os famosos HB20 originado do Projeto HB – Hyundai Brasil, na qual foi batizado como Hyundai HB20, por conta deste famoso projeto que na época gerou muitos empregos.

Como surgiu a Tucson

Mais precisamente no ano de 2004, na Coreia do Sul, em Ulsan, onde está localizada uma das maiores fábricas de carros do mundo, com a capacidade de fabricar cerca de 1 milhão de veículos por ano, surgia uma certa SUV que mais tarde seria uma sensação mundial e conquistaria o mercado aqui no Brasil, a Tucson.




O nome Tucson foi criado em homenagem a cidade de Tucson, nos Estados Unidos. O objetivo claro era agradar os norte americanos para conquistar o seu mercado. E a estratégia foi muito boa, sendo que não só agradou os americanos, como se lançou para o mercado mundial.

Aqui no Brasil chegou fazendo sucesso entre as SUVs. Se tornou a top, sendo a mais vendida e por muitos anos foi desejada pelos brasileiros. A Tucson, com seu estilo traz robustez, beleza, durabilidade e uma tecnologia que mantém até hoje. No entanto, algumas novidades vem por aí, veja a seguir quais são elas.

Nova Tucson

A grande novidade da nova Hyundai Tucson é a autonomia de 30% maior. A nova geração, muito parecida com antiga, terá um diferencial, será movida a célula de combustível de hidrogênio, esta linha é Fuel Cell (geração atual).

Se fizermos uma comparação como modelo anterior que era capaz de rodar até 426 quilômetros com apenas um tanque, o novo modelo que a Hyundai promete lançar é rodar até 560 quilômetros, esta autonomia gera uma economia para seu consumidor de quase 134 Km de diferença.

O Hyundai Tucson Fuel Cell 2018 não será, em sua categoria, o mais eficiente, pois o Honda Clarity, que possui a mesma tecnologia, chega a rodar cerca de 590 Km, autonomia um pouco maior.

Está previsto ser lançado em Janeiro de 2018 e a expectativa é que nos Estados Unidos o modelo deva custar cerca de US$ 50 mil, convertendo em reais, algo em torno de R$164 mil.

Marcio Ferraz


Compartilhar:




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *