IPVA SP 2017 – Como Calcular o Valor do Imposto


  

Confira aqui como calcular o valor do IPVA 2017 em São Paulo.

Já foram divulgados os novos valores do IPVA 2017 de São Paulo, pela Secretaria da Fazenda. Os dados já foram colocados à disposição dos interessados no Diário Oficial do Estado. De acordo com as informações divulgadas pela própria Secretaria, o tributo deverá apresentar uma redução de cerca de 4,8%. Os contribuintes já poderão efetuar os pagamentos a partir do dia 09 de janeiro de 2017. Veja os principais detalhes.

Você já pode conferir os valores venais para os veículos, que serve como base para que se faça o cálculo do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores de 2017, no link que disponibilizamos ao final do artigo. Esses preços servem como referência para se chegar ao valor de quanto cada contribuinte deverá pagar como imposto respeitando a categoria em que o veículo se encaixa.

No estado de São Paulo, o mais valor do IPVA chega a R$ 126.105,16. É de uma Lamborghine Aventador Roadster de 2015. O carro é avaliado em R$3.227,629. Na outra ponta, vamos encontrar o menor valor na cifra de R$9,50. Este é de uma moto Hero Puch 65 de 1997. O veículo vale R$ 475.

Como fazer o cálculo do IPVA 2017 SP

O primeiro passo para se efetuar o cálculo é localizar na tabela o modelo e o ano do veículo para saber qual é o valor venal do mesmo. Depois para se fazer o cálculo do imposto deve-se aplicar a alíquota em cima do valor venal como demonstramos abaixo:

Se o valor venal do veículo for de R$ 20.050 e a alíquota de 4%, temos o seguinte cálculo: 20.050 x 0,04 = R$ 802. O resultado (R$802) é o valor que será cobrado como o tributo no IPVA.

Vale destacar que as alíquotas aplicadas ao imposto continuam inalteradas. Aqueles veículos que forem movidos a gasolina, assim como os movidos a biocombustíveis, irão recolher 4% sobre o valor venal. Por outro lado, aqueles veículos que fazem o uso exclusivo do álcool, do gás ou da eletricidade, mesmo que sejam combinados entre si, apresentam uma alíquota de 3%. Já as picapes cabine dupla vão pagar 4%.


Os veículos utilitários, aqueles de cabine simples, os micro-ônibus, ônibus, quadriciclos, motonetas e motocicletas (e veículos similares) irão recolher 2% sobre o valor venal. Já os caminhões irão pagar 1,5%.

De acordo com levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que levou em consideração os valores de mercado para os veículos, em setembro de 2016 houve uma maior queda em relação aos preços de venda para os caminhões usados. O recuo identificado foi de 7,9%.

Os utilitários também tiveram uma redução sendo na faixa de 5,4%. Na sequência temos os automóveis, ônibus e os micro-ônibus com 5,3%. As motocicletas terminaram por fechar em 2,9% abaixo do valor que foi apurado no ano imediatamente anterior.

Veja a tabela de preços venais clicando aqui.

Por Denisson Soares


Compartilhar:




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *