Tesla Motors registrou novo prejuízo trimestral


  

Já é o 13º prejuízo trimestral seguido da empresa e isso representa obstáculos financeiros enfrentados pela organização.

A empresa que fabrica veículos que são movidos a energia elétrica Tesla Motors informou no dia 3 de agosto que o trimestre que foi encerrado em junho foi mais um em que a companhia tem prejuízo e inclusive foi maior do que se esperava. Tudo isso se deve aos gastos maiores nas fábricas de automóveis e baterias, enquanto a fabricante pretende realizar o mais rápido possível a abertura de lojas no mundo todo.

Já é o 13º prejuízo trimestral seguido da empresa do Vale do Silício e isso apresenta os obstáculos financeiros enfrentados pela organização, enquanto se responsabiliza com metas cada vez mais ousadas, como o aumento em 10 vezes de produção de veículos em três anos e o plano mais recente de adquirir a empresa Solar City, fabricante de painel solar.

A montadora Tesla, que tem como líder o empresário Elon Musk, informou que acredita estar no caminho para que sejam entregues cerca de 50 mil veículo novos veículos do modelo X e Modelo S no segundo semestre do ano de 2016, e ainda disse que tem a pretensão de investir 2,25 bilhões de dólares neste ano para a preparação do lançamento do sedan Model 3.

A empresa ainda disse que no mês de julho pelo segundo trimestre consecutivo, não foi batida a meta de entrega de veículos, deixando assim dúvidas se conseguirá ou não atingir sua meta de 80 mil unidades no ano, o que em 2015 era de 50,5 mil.

No segundo trimestre o prejuízo subiu 60%, se comparado com o mesmo período do ano de 2015, para 293 milhões de dólares. Ao todo foram fabricados 18.345 veículos, mas somente no final do trimestre que a produção engrenou, sendo assim, somente 14,4 mil unidades chegaram de fato até os consumidores.




Elon Musk categorizou como um “inferno” a produção no primeiro semestre, ao dar uma entrevista em conferência com analistas.

Um dos grandes problemas enfrentado pela Tesla trata-se das empresas fornecedoras de peças de alta complexidade como por exemplo as portas do Model X que abrem para cima.

Nos 13 anos de existência da companhia, somente contabilizou lucros em um trimestre, no ano 2013.

Por Filipe Silva

Tesla






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *