Ford Fusion 2017 recebe nova aparência


  

O modelo traz faróis novos na dianteira e modernização dos para-choques.

O termo “facelift” foi incorporado ao vocabulário dos automóveis para denominar as pequenas mudanças na aparência já conhecida dos veículos de uma determinada linha, e está chegando a vez do novo Ford Fusion 2017. Há dez anos no Brasil, um dos grandes Sedans, prometido pela Ford ainda neste ano de 2016 nos Estados Unidos e em rede nacional, o Fusion investe sua novidade na aparência da carroceria.

O facelift elaborou mudanças por dentro e por fora do veículo, trazendo faróis novos na dianteira e modernização dos para-choques. Com cromado e novas lanternas, a traseira também não ficou para trás nas mudanças. Se por fora há valorização da aparência, por dentro a Ford apostou em entretenimento trazendo o sistema SYNC 3, presente pela primeira vez no Brasil. O sistema SYNC 3 foi atualizado para se parecer, em termos de interface, com o Smartphone, facilitando o entendimento do motorista que já está familiarizado com o celular, além do alto desempenho para o comando de voz, tendo em vista a segurança de quem dirige. O Ford Fusion dará o estopim para o lançamento do sistema e em seguida estará disponível para toda a linha local. Para substituir a alavanca, o SYNC 3 ainda conta com um botão giratório que seleciona as marchas do câmbio!

Apesar do alarde da novidade, datas e preços fixos não foram divulgadas ainda, só estima-se que o Fusion chegue ao mercado agora, no segundo semestre de 2016. Estima-se que os preços variem entre R$ 114.400 para o 2.5 16V iVCT Flex, R$ 129.400 para o 2.0 16V GTDi Titanium, R$ 145.400 para o 2.0 16V AWD GTDi Titanium e R$ 149.900 para o 2.0 16V Hybrid Titanium, o que cabe na faixa de preço do consumidor local atual. A opinião geral de quem já teve o 2008, 2010 ou tem o Titanium 2016 é de que na faixa de preço não há outro carro que se iguale no mercado. Consumidores em potencial aguardam a pré-venda e se sentem felizes de terem a oportunidade de adquirir um veículo importado por um preço acessível, não só pela vaidade, mas também pela demanda globalizada.




Por Jean Carlos Weber Andrades

Ford Fusion 2017

Ford Fusion 2017






Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *