Queda nas vendas de carros chineses no Brasil


  

Houve um enfraquecimento do mercado automobilístico chinês entre outubro e novembro no Brasil.

O mercado automobilístico tem sido muito influenciado por marcas estrangeiras, e por esse motivo, há uma certa concorrência, inclusive em países da América Latina. No Brasil, por exemplo, houve um enfraquecimento do mercado automobilístico chinês entre outubro e novembro, com quedas nas vendas e consequentemente nas produções. De acordo com uma associação responsável pelo setor, a queda da demanda aconteceu devido às mudanças climáticas, e pela espera de promoções dos consumidores por causa do final de ano.

Lang Xuehong, vice-secretária geral da Associação de Concessionárias de Automóveis da China, disse ter sido feita uma pesquisa mensal com diversas concessionárias automobilísticas que vendem marcas chinesas de veículos, e o resultado foi que os estoques aumentaram nos últimos meses deste ano devido à demanda estar mais escassa.

Com o final deste ano de 2015, as concessionárias esperam que esta demanda melhore a partir do mês de dezembro. O mercado de automóveis chinês é considerado um dos maiores do mundo, e a maioria das marcas foram criadas para a melhoria da economia do país. Porém, recentemente tem desacelerado nas vendas, principalmente no Brasil, mesmo o Governo tendo cortado impostos sobre veículos motorizados, com motores de até 1,6 litros em outubro. Houve uma melhoria, mas não muito significativa, durante este reajuste.

Os pesquisadores do setor pretendem se esforçar para definir qual foi o impacto maior responsável pela queda, e para esperar fontes oficiais que forneçam dados das vendas do mês de novembro pela Caam (Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis) até a próxima semana.




As vendas automobilísticas cresceram 1,5% no geral de janeiro a outubro em comparação ao ano anterior. Xiao Zhengsan, secretário geral que faz parte da Associação de Concessionárias disse em uma entrevista que espera que o mercado de veículos possa expandir com rapidez em 2016, e com taxas maiores do que em 2015, estando de acordo com as especulações dos analistas de que as vendas vão aumentar 5% no próximo ano.

Por Daniela Almeida da Silva

Carros chineses

Foto: Divulgação






2 comentários em “Queda nas vendas de carros chineses no Brasil

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *