Carros deverão ter chip de identificação eletrônica

Obrigatoriedade do uso de chips de identificação eletrônica em carros deverá comãr a valer em 30 de junho.

A partir de 30 de junho, ou seja, daqui a cerca de 45 dias, a obrigação de que todos os veículos que transitam no Brasil tenham um chip de identificação eletrônica começará a valer, pelo menos em tese, porque apenas no estado de Roraima o procedimento de instalação se iniciou, no entanto, no momento, está parado, haja vista que os Departamentos Estaduais de Trânsito de inúmeros estados pediram mais uma vez o adiamento.

A ideia é de que o chip seja uma espécie de coração do Sistema Nacional de Identificação de Veículos (Siniav); o projeto é que sejam instalados nos para-brisas dos veículos, mais precisamente em alguma pequena caixa parecida com as que são usadas na cobrança de pedágios.

Desde 2006 já sem vem sendo discutido sobre essa instalação de chips nos veículos, tanto é que o projeto inicial se falava na execução deste em janeiro de 2013, mas foi adiado a pedido dos Detrans. Apesar de um outro pedido de adiamento, a última Resolução do Contram prescreve multa já a partir de julho de 2015. Tudo indica que mais uma vez a data será adiada.

Não está nada decidido sobre quem pagará a conta, fato é que as torres de monitoramento não estão instaladas e até o momento existe apenas uma empresa credenciada que pode instalar os chips, é a Seagull Tecnologia, que tem sede no Rio de Janeiro, e afirmou por meio de um de seus gerentes que cada chip deve custar algo em torno de R$ 40, além de gastos com instalação e manutenção.

Como foi dito, apenas em Roraima o processo de instalação foi iniciado, mas foi parado por determinação de um decreto legislativo por dois motivos, a princípio, irregulares: possível cobrança abusiva, no valor de R$ 95,17, e o fato de a empresa que estava prestando o serviço não estar com os contratos regularizados com quem de direito.

Por Vinícius Cunha

Chips nos carros

Foto: Divulgação





8 comentários em “Carros deverão ter chip de identificação eletrônica

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *