Volkswagen registrou queda nas vendas no início de 2015



Vendas mundiais da montadora não atingiram bons resultados, registrando queda de 1,6%

O balanço divulgado pela Volkswagen em relação aos dois primeiros meses de 2015 só chegaram mesmo para deixar bem claro que este ano não será fácil para as fabricantes do início ao fim. De acordo com as informações contidas no balanço das vendas da companhia a montadora conseguiu comercializar um total de 920.700 unidades no mundo todo. Olhando apenas os números tudo parece bem, entretanto, ao fazermos uma simples comparação com o mesmo período do ano passado vamos ver uma queda de 1,6%.

Para compreendermos melhor um pouco sobre a atual situação vejamos alguns números:



O maior mercado para a marca que atualmente é região da Ásia-Pacífico não tem trazido bons resultados, na realidade o desapontamento é mais do que evidente. Por lá, o crescimento de fevereiro em relação ao mês de janeiro é de apenas 0,5%. A marca conseguiu vender somente 475.200. A título de curiosidade desse número de carros a maior parte, representando 441.600, foi destinada para a China.

Mudando de lugar no planeta vamos para a Europa onde o número de vendas chegou somente a 246.800 unidades. Claro, que nesse caso o problema também é agravado pela crise interna. A Alemanha também merece destaque na história já que foi responsável por um crescimento de 3,8%.

Outros mercados acabaram fechando em alta também. Mas isso não significa que de forma alguma a Volks pode “baixar a guarda”. Neste caso podemos citar como exemplo a América do Norte e América o Sul. Apenas o mercado de automóveis dos Estados Unidos ficou responsável por 2,8%.



O que vem por aí?

De acordo com o economista da LCA Consultores, Rodrigo Nishida, 2015 começou drasticamente ruim para o setor de automóveis. Os motivos são os mais variados possíveis como, por exemplo, o ajuste fiscal,  falta de crédito, aumento do IPI em janeiro e até mesmo a queda de confiança dos consumidores.

Ainda segundo as projeções da LCA para o ano todo a previsão é de que a queda nas vendas possa chegar até 8%.

Por Denisson Soares

Queda nas vendas da Volkswagen

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *